Who's amoung us?

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

BRASILEIRO AMA SER ROUBADO

(Geral)

Um bom passatempo é cozinhar. É gostoso experimentar, chegar num sítio e fazer uma prospecção no quintal para ver o que há de gostoso na horta, no pomar e no freezer, à procura de ingredientes para livre criação e experimentação.

Neste final de semana, inspirado pelo calorão, senti saudades do mar, que não visito há uns 5 anos (isso mesmo, sem férias!). Então, fui à um supermercado e comprei um kit de paella e um pacote de camarão pequeno (o único que encontrei na hora). Como estava tarde, simplifiquei o cardápio num strogonoff básico de camarão.

Ao descongelar, eis a surpresa... Cadê os 400 gramas de camarão? Além de minúsculos e de virem em retalhos, parecia ter evaporado. Boa parte era pura água.

Foi, então, que peguei a balança de precisão que uso para balancear pás de helimodelos para conferir. Sacanagem...

1º ATO: Zerar a tara da balança com a vasilha de medida:


2º ATO: Colocar os camarões descongelados na vasilha e ...
Opppaaaa... Cadê todo mundo!? Num eram 400 gramas?
Calma aí, quer dizer que fui roubado em quase a metade?


3º ATO: Não pode ser... Vamos conferir a embalagem...
O que será que quiseram dizer com 400 gramas de PESO LÍQUIDO!?
Seria uma defesa com uma meia verdade, um tipo de pseudo confissão
ou sacanagem mesmo?



4º ATO: Cruz credo... Essa balança chinesa deve estar errada.
Vamos conferir com outro produto... Zerei a tara de novo e medi...


Desta vez, num pacote de 500 gramas de grão de bico, renderam 531.

Então tá. Fui roubado mesmo.
A marca do produto retalhado está aí em cima.
Pode ser azar desta "amostra nada grátis", mas assim que puder, na boa, comprarei outro pacote, levarei a balança no bolso, descongelarei e pesarei na cara do gerente do hipermercado para conferirmos juntos.
É lógico que não é culpa do hipermercadista, mas ai do fornecedor se também der essa quebra toda!

Alô Ministério Público e Procons, é bom ficarem de olho!

2 comentários:

  1. SÃOGONÇALENSE TBEM ADORA SER ROUBADO, KKKKKKKKKK.

    ResponderExcluir
  2. Isto não temos duvidas, mas a justiça divina não tem preço.

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.