Who's amoung us?

sexta-feira, 31 de maio de 2013

UTILIDADE PÚBLICA - VACINA CONTRA GRIPE

Cientista da Universidade Johns Hopkins, Peter Doshi – Ph.D, 
“detona” com a Vacina da Gripe.




 O que teria a nos esclarecer a comunidade médica? a GRS - Gerência Regional da Saúde? as SMUs - Secretárias Municipais da Saúde?






 Um cientista da Universidade Johns Hopkins emitiu um estarrecedor relatório sobre vacinas da gripe no British Medical Journal (BMJ). Peter Doshi, Ph.D., acusa que embora as vacinas estejam sendo empurradas para o público em números sem precedentes, elas são menos eficazes e causam mais efeitos colaterais do que é alegado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC). Além disso, diz Doshi, os estudos que fundamentam a política do CDC de incentivar a maioria das pessoas para receber anualmente a vacina contra a gripe são muitas vezes estudos de baixa qualidade que não comprovam as alegações oficiais.

A promoção das vacinas contra a gripe é uma das políticas de saúde pública mais visíveis e agressivas nos Estados Unidos, diz Doshi, do Johns Hopkins School of Medicine. As empresas farmacêuticas e funcionários públicos pressionam para vacinação generalizada a cada outono, oferecendo vacinas em farmácias e supermercados. Os resultados têm sido fenomenais. Apenas 20 anos atrás, 32 milhões de doses de vacina contra a gripe estavam disponíveis nos Estados Unidos em uma base anual. Hoje, o total disparou para 135 milhões de doses.

"A vacina pode ser menos vantajosa e menos segura do que tem sido afirmado, e a ameaça da gripe parece ser exagerada", disse Doshi. Políticas de vacinação obrigatória foram promulgadas, muitas vezes em serviços de saúde, obrigando algumas pessoas a tomar a vacina sob a ameaça de perder seus empregos.

A principal afirmação do CDC que alimenta o impulso para vacinas contra a gripe a cada ano é que a gripe vem com um risco de complicações graves que podem causar a morte, especialmente em idosos e pessoas que sofrem de doenças crônicas. Esse não é o caso, disse Doshi.

Ao ler atentamente, o CDC reconhece que os estudos que encontram qualquer redução percebida nas taxas de mortalidade podem ser devido ao "efeito do usuário saudável" - que é a tendência para as pessoas saudáveis serem mais vacinadas do que as pessoas menos saudáveis. O único estudo randomizado de vacina contra a gripe em idosos não encontrou nenhuma redução no número de mortes. "Isso significa que vacinas contra a gripe são aprovadas para uso em pessoas mais velhas, apesar da falta de testes clínicos sérios que demonstrem uma redução nas consequências graves", diz Doshi.

Mesmo quando a vacina contém o tipo de gripe que é predominante, o que não acontece todos os anos, testes randomizados e controlados de adultos saudáveis descobriram que a vacinação dentre 33 e 100 pessoas resultou na diminuição de apenas UM CASO de influenza. Além disso, diz Doshi, não existe nenhuma evidência que mostre esta redução do risco da gripe para uma população específica, nos Estados Unidos entre adultos saudáveis, por exemplo, extrapola em qualquer redução do risco de complicações graves da gripe, tais como hospitalizações ou mortes entre os idosos.

"Para a maioria das pessoas e possivelmente a maioria dos médicos, os funcionários só precisam reivindicar que as vacinas salvam vidas, e supõe-se que deve haver uma pesquisa sólida por trás dele", diz Doshi. Infelizmente, esse não é o caso, diz ele.

Embora o CDC implica que as vacinas contra a gripe são seguras e não há necessidade de pesar os benefícios contra o risco, Doshi discorda. Ele aponta para um estudo australiano descobriu que uma em cada 110 crianças menores de cinco anos de idade teve convulsões, após a vacinação em 2009 para a gripe H1N1. Investigações adicionais verificaram que a vacina H1N1 também foi associada com um aumento nos casos de narcolepsia entre os adolescentes.

As preocupações de Doshi ecoam as do Dr. Russell Blaylock, um neurocirurgião e autor de "O Relatório de Bem-Estar Blaylock", que levanta profundas preocupações sobre a segurança e eficácia da vacina contra a gripe.

Não é só a vacina não é segura, Dr. Blaylock diz à Newsmax Health, como também não funciona. "A vacina é completamente inútil, e o governo sabe disso", diz ele. "Há três razões que o governo diz aos idosos porque eles devem receber vacinas contra a gripe: pneumonia secundária, hospitalização e morte. No entanto, um estudo realizado pelo grupo Cochrane estudou centenas de milhares de pessoas e descobriu que a vacina oferecia proteção zero para essas três coisas. Ela ofereceu pessoas em casas de repouso alguma imunidade contra a gripe - na melhor das hipóteses um terço - mas que foi somente se eles escolheram a vacina certa."

Um estudo divulgado em fevereiro descobriu que a vacina contra a gripe foi apenas 9 por cento eficaz na proteção de idosos contra a gripe mais virulenta da temporada 2012-2013.

O que é ainda pior é que as crianças pequenas que recebem a vacina contra a gripe não obtêm proteção contra a doença. "O governo também diz que todos os bebês com idade superior a seis meses devem receber a vacina, e eles sabem que ela contém uma dose de mercúrio, que é tóxica para o cérebro," diz oDr. Blaylock. "Eles também sabem que os estudos têm mostrado que a vacina da gripe tem ZERO eficácia em crianças menores de cinco anos."

Para a maioria das pessoas, diz o Dr. Blaylock, as vacinas contra a gripe não previnem a gripe, mas na verdade aumentam as chances de pegar a gripe. O mercúrio contido nas vacinas é um forte depressor imunológico que a vacina contra a gripe suprime a imunidade por várias semanas. "Isso faz com que as pessoas altamente susceptíveis contraiam a gripe", diz ele. "Eles podem até pensar que a vacina lhes deu a gripe, mas isso não é verdade - ela deprimiu seu sistema imunológico e em seguida eles pegaram a gripe."

Mercúrio super-estimula o cérebro durante vários anos, diz Dr. Blaylock, e que esta ativação é a causa da doença de Alzheimer e outras doenças degenerativas. Um estudo descobriu que aqueles que recebem a vacina contra a gripe de três a cinco anos aumentam o risco da doença de Alzheimer em 10 (DEZ!!!) vezes.

Doshi afirma que a gripe é um caso de "mercantilização da doença", em um esforço para expandir mercados. Ele aponta para o fato das mortes por gripe ter diminuido drasticamente durante o meio do século 20, muito antes das grandes campanhas de vacinação começarem no século 21.

Por que as empresas farmacêuticas colocam tanta pressão para a vacinação contra a gripe? "É tudo pelo dinheiro", diz o Dr. Blaylock. "As vacinas são o sonho de toda empresa farmacêutica. Elas têm um produto que tanto o governo quanto a mídia vai ajudá-los a vender, e uma vez que as vacinas são protegidas legalmente, elas não podem ser processadas se alguém tiver uma complicação por causa da vacina."

O artigo de Doshi "é um sopro de ar fresco", diz o Dr. Blaylock. "Este artigo expõe em termos bem definidos e articulados o que tem sido conhecido por muito tempo - que a promoção da vacina contra a gripe é uma fraude".

"Aqui está a conclusão", diz o Dr. Blaylock. "O grande número de pessoas que recebe a vacina contra a gripe não vai obter qualquer benefício, mas eles terão todos os riscos e complicações."

Fontes:
- News Max Health: Johns Hopkins Scientist Slams Flu Vaccine
- [ESTUDO] BMJ: Influenza: marketing vaccine by marketing disease

MODUS OPERANDI

Vejam se esta não é uma das preferidas formas de conduta
de algumas retrógradas assessorias de comunicação?






#FICA A DICA

Não seria melhor manter os anúncios porque é obrigação dos poderes dar publicidade aos feitos, sem esquecermos que a imprensa precisa de recursos financeiros para sobreviver, mas respeitando-se mutuamente e permitindo que os jornalistas tenham total liberdade de expor as notícias e opinar com responsabilidade?

Esta é, sem dúvida, a melhor conduta a ser adotada pelas assessorias de comunicação e pela mídia de real valor, em consonância com a ÉTICA VERDADEIRA E RESPEITO AOS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA DEMOCRACIA. É bem mais eficiente e entendo ser a única forma de sobrevivência, diante do alastramento e crescimento dos blogues e das redes sociais. A informação nunca esteve tão acessível.

Só não enxerga ou deve cumprir, quem não age dentro das leis ou tem muito o que ocultar. Já os resultados, se assim agirem, não prevejo nada de bom...

quinta-feira, 30 de maio de 2013

VIVEMOS NUM PAÍS LIVRE

(Geral)



SALVEM OS CORONÉIS!

Muito estranho observarmos até hoje, em pleno terceiro milênio e quase 3 décadas depois do fim do período militar, resquícios da ditadura e do coronelismo. É muito antiquado, é démodée e até abusivo depararmos com comunicados que remontam ao AI5 (Ato Institucional número 5) do período da ditadura.
Quem pratica, estimula ou defende as perseguições políticas, as intimidações, as coações, o cerceamento da livre expressão e da liberdade do pensamento, mesmo que sob o véu ralo e furado do poder ou de sentir-se ofendido, não se dá o respeito e nunca conquistará ou gozará da aprovação popular. Os cidadãos não são obrigados a conviverem com cabrestos eleitorais e, ainda que não possam se manifestar no momento, têm dado claros sinais de repúdio e darão suas melhores respostas em breve, nas urnas.


POUCA IDADE NÃO É DESCULPA
Chega ser engraçado, apesar de trágico, como é que jovens ocupantes do poder tenham se perdido de tal forma, de acharem que estão acima das Leis e das pessoas. A imaturidade da pouca idade pode até justificar alguns deslizes, mas não podem lhes ser retiradas as responsabilidades dos cargos que ocupam. Se prontificaram à ocupá-los, têm obrigatoriamente que dar conta das responsabilidades, de agir com justeza e correção, porque estão sob suas guardas o dinheiro e os recursos que são de TODOS.


FONTE DE INSPIRAÇÃO
Recordo-me da perseguição que o colega Márcio Passos sofreu pelo governo do Gustavo Prandini, em João Monlevade, cuja história é inspiradora para todos nós que defendemos a imprensa livre e a verdadeira liberdade de expressão. Como resultado, o Prandini fez um governo tacanho, medíocre, perdido e dificilmente se elege até para vereador, enquanto o “A Notícia” cresceu em credibilidade e sobreviveu fortalecido. 

Há inúmeros outros casos de iguais montas, que fizeram e fazem sucesso, como o Jornal O Trem, O Cometa e tantos outros.


SOMOS DUROS DE ROER 
Nós, dos Filhos das Minas e em especial a minha pessoa, que responde como editor e criador deste espaço, não recuaremos da postura de informar com clareza, com precisão e ofertando todo o espaço de defesa a quem se sentir prejudicado, como sempre fizemos. 

Cumprimos e cumpriremos sempre com as Leis, o que a Justiça determinar. Mantemos no nosso arquivo todos os registros de comentários moderados e publicados para quaisquer averiguações, que comprovam a linha e conduta retilínea. 

Sim, também temos opiniões formadas e as expomos sempre que entendermos ser oportuno para a coletividade.


A OBVIEDADE DAS REAÇÕES
Aos incautos, uma constatação estampada nas caras das pessoas: só parece ter uma justificativa, embora nada louvável, para tamanha ousadia e aberração, que é o medo de perder o que se conquistou de forma duvidosa. 

Não se tenta intimidar ninguém à toa, porque, como diz o sábio ditado popular, ninguém chuta cachorro morto. Neste mês, para o desespero dos que agem mal, alcançaremos mais de 40.000 acessos, graças à confiança popular e ao compromisso nosso de informar o que interessa, sem censuras e sem medo. Ainda plagiando os populares, “O choro é livre” e a Justiça, sempre que acionada, será feita. Podem ter certeza disso.

O SUPRASSUMO DA ÉTICA

Caros leitores e colegas da imprensa,

Descobri, com pesar, que devo ser péssimo exemplo de ética profissional, que não posso me qualificar como membro da “imprensa” (apesar de ter servido por uns 30 anos para os principais órgãos da região), que instigo rivalidade entre populares, que detenho “suposta inteligência”, dentre outras atribuições negativas. O endereço não foi preciso, mas a carapuça, pelo que observei, só serviu em mim. Daí, não vejo outro cidadão que possa me tomar ou mesmo compartilhar tais desqualificações. Vai ver que pequei mesmo feio contra a ética.

E o pior, quem assina a sentença vexatória contra este reles “escrivinhador” é ninguém menos do que um jovem, mas com boa bagagem de uns 6 ou 7 anos à frente da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Gonçalo, que fazia questão de só anunciar feitos concretos da administração, cidadão antes bem relacionado na cidade, bacana, que representava um governo de vanguarda e que já foi até Secretário de Cultura da cidade. A nota foi publicada antes de ontem, no início da tarde, no Facebook dele e eu só soube depois que vários amigos me informaram, porque, apesar dele ter feito a questão de “assinar embaixo”, deve ter se esquecido que me bloqueou, não me permitindo, portanto, que eu tomasse conhecimento. Pode ser que ele, mui gentilmente, quis me poupar de encarar tal martírio de frente.

Puxa vida. Peço desculpas a todos caso tenha errado da forma que ele expôs e suplico seu perdão. Vai ver ainda que a ÉTICA seja mesmo:
  • Fazer com ou permitir que outros profissionais façam uso de imagens ou propriedades intelectuais alheias e que faturem alto com elas, cerceando o direito aos créditos e remunerações, infringindo o código dos Direitos Morais e Autorais presentes nas obras artísticas e intelectuais;
  • Permitir ou solicitar que funcionários peguem depoimentos de populares para o house organ (jornal oficial) e depois sair em jornal de campanha de candidato;
  • Ser responsável pela comunicação oficial, poder passar a anunciar pacotões de obras milionários e estes não saírem dos papéis ou serem enrolados pelo longo tempo com paralisações, gastando-se fartos dinheiros públicos;
  • Contratar “shows e espetáculos” da cultura enlatada;
  • Se dar ao direito de não permitir a real e verdadeira liberdade de imprensa e expressão, ao não repassar informações ou responder questionamentos para quem critica; cercear economicamente quem se opõe aos interesses do governo para não aparecerem maus feitos do governo, processos etc.;
  • Acusar os demais de ser totalmente parcial e entender que seja diferente;
  • Não gostar e/ou tentar intimidar, para que as pessoas tenham livre acesso à informação, tendo inclusive supostos casos de fiéis servidores recolhido jornais distribuídos na cidade com publicações contrárias aos interesses de quem defende;
  • Se reunir ou encontrar com populares e militantes, alguns até indiciados de receber sem trabalhar na prefeitura, que soltaram foguetes contra os opositores;
  • Atacar ou criticar pessoas publicamente, tentando cercear o acesso à “condenação” publicada por ele, em seu perfil de rede social;
  • Praticar bulling em redes sociais, mandando uma cidadã “catar coquinho”;
  • Fazer parte de e/ou defender um governo que derivou para a opressão, perseguição, que alimenta (ou permite) a baderna social realizada nas intimidações e humilhações dos que pensam diferente deles, ou que defendem a justa distribuição dos recursos públicos para todos, com linhas que remontam ao coronelismo e por aí vai...
Enfim, se para gozar do status da ética total depende do fiel cumprimento desta lista acima, definitivamente, sou aético mesmo.

Certamente, se os cidadãos são-gonçalenses permanecessem com os cabrestos eleitorais, não tivessem acesso à informação, recebem migalhas enquanto uma meia dúzia se enriquece, a paz social estaria reinando. Mesmo que a absoluta maioria permanecesse à míngua e na miséria, bem que poderiam estar bem mais felizes e acomodados, não fossem as revelações publicadas por este "blogueiro". A culpa de todos os males que assolaram na cidade, das paralisações das obras do governo, dos desmandos, dos enriquecimentos questionáveis, da população ter se revoltado contra os indícios de corrupção eleitoral é toda minha. Tudo culpa minha.

Como penitência e como sempre fiz, assino embaixo, o auxilio em dar maior publicidade à condenação feita de forma tímida e bloqueada e dou-lhe, mais uma vez, o direito à livre possibilidade de se defender, bastando nos remeter sua manifestação, esperando que não seja, novamente, em vão.

Que assim seja.



Postagem do Assessor de Comunicação da Prefeitura de São Gonçalo
publicada no Facebook.

EM TEMPO (de forma sincera): Aos colegas da imprensa, minha compreensão e apoio, caso tenham sido ou sentido pressionados para só falar bem, sob risco de censura econômica por dependerem dos anúncios para mera sobrevivência. Quem sou eu para questionar isso? Duvido e tenho fé que não que fariam isso por gosto ou orientação editorial. A verdade, por certo, um dia aparecerá.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

PARA ELEVAR O NÍVEL - II

Caros leitores,
Desde que começaram a tramitar os processos de cassação do prefeito Antônio Carlos Noronha Bicalho (PDT) e de seu vice, temos percebido que os ânimos têm se exaltado a tal ponto, que começa colocar em risco a integridade das pessoas e de seus patrimônios.
Tenho ouvido de várias fontes, de pessoas íntegras da cidade, que do jeito que os ânimos vão tomando conta, cada vez mais colocamos os cidadãos, de ambos os lados, em risco até de morte.
Comemorar é sadio, desde que não venhamos atentar contra a honra, dignidade e integridade dos demais. Soltar foguetes, apesar de eu nunca ter gostado e nunca ter soltado um só que seja, pode ter meu respeito, porque faz parte da cultura local e desde que não soltem dentro de residências dos outros, porque é abusivo, é humilhante e muito arriscado para todos os envolvidos.
Lamentamos profundamente e repudiamos a inércia e a falta de atitude do governo em oferecer a devida segurança para a população, em não conter os ânimos, em não contarmos com um reforço policial maior, diante desta grave crise política que assola a cidade. Está na cara que o risco é potencial e está presente diante de nossos familiares.
O senhor prefeito, no exercício de suas atribuições que lhe conferem, deveria ter apresentado um comunicado oficial agradecendo a Justiça pela primeira oportunidade concedida e TER PEDIDO CALMA E PONDERAÇÃO à população, principalmente aos seus militantes. Não faltaram ataques com foguetes contra todos os que se declaram contrários ao governo. Infelizmente, segundo vários depoimentos ouvidos, o que foi visto um tipo de enfrentamento velado, no qual ele e alguns assessores, presentes na praça central da cidade, presenciaram militantes seus sentarem foguetes nas casas de opositores, sem que tomassem qualquer atitude eficiente conhecida.

PELA PAZ, FAREMOS A NOSSA PARTE
De hoje em diante e até que se defina o quadro político de São Gonçalo do Rio Abaixo, este blogue não mais aceitará nenhuma postagem provocativa que não esteja devidamente assinada e identificada. Portanto, todos os comentários e postagens com provocações e denúncias anônimas não mais serão publicadas, contra ou a favor de quem quer que seja.
Isso não significa que fecharemos os olhos e deixaremos de noticiar. Noticiaremos tudo que for do interesse coletivo, inclusive informações e as movimentações dos processos, mas sempre devidamente assinadas.
Esperamos que o governo compreenda e atue na sua responsabilidade de garantir a segurança de todos. Contamos com a compreensão e sigamos em paz.

ENTREVISTA COM BUZICA

(São Gonçalo do Rio Abaixo)

Ontem, pela manhã, entrevistamos o ex-candidato a prefeito de São Gonçalo, Luzimar (Buzica) Fonseca (PSDB), autor dos processos de cassação do prefeito eleito Antônio Carlos Noronha Bicalho (PDT).

Com relação às sentenças do Juiz José Afonso Neto, dos 2 primeiros processos julgados e que absolveram seu adversário, Buzica disse que ficou “surpreso com os resultados, apesar que era do conhecimento deles que estes eram os processos mais fracos. Só que, como os três outros promotores tinham confirmado o pedido da cassação, quer dizer, se três homens da Justiça entenderam que haviam recursos para cassação, entendi que a cassação poderia acontecer antes do esperado (referindo-se aos 2 outros processos que aguardam julgamento e que são os mais pesados)”. “E tem mais, como ainda não estou satisfeito, porque sinto que meus direitos ainda não foram reservados, pedi os advogados para recorrer ao TRE”, adiantou Buzica.

Buzica ainda confessou que ficou decepcionado com a Justiça, porque quem perde não é ele, mas o povo de São Gonçalo. “Eu continuarei aqui, com os serviços que tenho empreitado e, nos finais dos dias, estarei na mesma varanda onde convivi com meu pai, me encontrando e ouvindo nossa gente. Então, nada mudou na minha vida. Continuo fora da prefeitura e perseguido pelo poder, mas ainda sim a gente se vira e sobrevive com dignidade. Minha tristeza é ver que tantas outras pessoas da cidade, que nasceram aqui e que tinham esperanças da cidade retomar o desenvolvimento, é que perderam. É triste a gente ver tanta gente sendo perseguida, tantos pais e mães de família sem emprego nesta cidade rica, tantos servidores sendo obrigados a fazer o que não querem e não devem, neste governo que lembra o tempo dos coronéis”.

Quando perguntado sobre as expectativas para os recursos e as sentenças dos outros processos, Buzica disse que confia mais na Justiça de Deus, porque a dos homens, conforme se pode ver, ela falha. Mas, garantiu que “enquanto tiver um fio de esperança, não irei recuar e vou em frente, como fiz ao pedir pra entrar com recursos no TRE. Faço isso pela minha gente, não por mim, conforme disse. A gente tem que ter acreditar que, mais cedo ou mais tarde, a verdade vai aparecer e a Justiça maior irá prevalecer. Sem falar que o processo mais grave ainda nem foi julgado. Daí, muita coisa pode mudar” - adiantou o ex-candidato.

Blogue Filhos das Minas: - E caso todas as sentenças sejam favoráveis aos atuais governantes?
Buzica: - Tenho fé em Deus que vamos ter Justiça. Mas se isso acontecer, sem dúvida alguma, mais determinado eu fico pra continuar nessa luta. E se o povo quiser que eu dispute a eleição de 2016, aí estarei pronto para a luta. A Justiça pode até entender que tá tudo liberado, mas quem decide quem assume a prefeitura, aí a gente não pode se esquecer disso, é o nosso povo”.


EM TEMPO:

Caso o prefeito ou o vice se interessem em expor suas opiniões ou manifestações, este blogue está aberto para publicar.

terça-feira, 28 de maio de 2013

PRIMEIRA SENTENÇA DO PROCESSO 63.888

(São Gonçalo do Rio Abaixo)

Aos interessados, os links abaixo para acessar todas as movimentações e a sentença completa do processo Aije 63.888, proferida pelo juiz José Afonso Neto, na qual absolvem o prefeito e vice de São Gonçalo do Rio Abaixo, Antônio Carlos Noronha Bicalho (PDT) e Eduardo Fonseca (PV), em primeira instância.

Para acessar todas as movimentações:
http://www.tse.jus.br/sadJudSadpPush/ExibirDadosProcesso.do?&nprot=5741272012&comboTribunal=mg

Para acessar só a sentença:
http://www.tse.jus.br/sadJudSadpPush/RecuperaArquivo.do?sqImagemDoc=923677

SÓ PARA CONSTAR - II

(São Gonçalo do Rio Abaixo e Região)

No dia 30 de abril, publicamos nossa observação sobre como tem atuado a imprensa na região (clique aqui para reler). Reconhecemos que ninguém e nenhum órgão é totalmente imparcial. Nem nós, do Filhos das Minas e nenhum outro. 

Só que é possível ter o mínimo de respeito e compromisso com os leitores, de forma a apresentar tudo que é notícia. Nem que seja num contexto ou defesa próprio. Ignorar, não noticiar ou fingir que não viu ou não soube não soa bem e fere de morte a credibilidade do órgão. Por isso, nós do Filhos das Minas noticiamos tudo que nos passa à frente. O promotor deu varada, publicamos. O Juiz liberou, cá está de novo. 

Como não cismamos à toa, tomei o cuidado de anotar os raros órgãos que noticiaram até o momento os processos de cassação, além deste intrépido e ousado blogue, é claro. Dentre uns 40, apenas 6 noticiaram, segundo observamos. São órgãos que merecem ser destacados e que, a meu ver, os únicos que gozam do direito de noticiar os resultados favoráveis (até o momento) ao governo:
  • A Notícia - João Monlevade;
  • Filhos das Minas - Itabira / São Gonçalo;
  • Folha de Bom Jesus - Bom Jesus do Amparo;
  • Tempoética - Itabira;
  • Última Notícia - João Monlevade;
  • Vox - Itabira.
Na oportunidade, agradecemos de coração e com muita alegria, a todos vocês que têm acessado este blogue, que caiu na graça do são-gonçalense, que tornou-se o principal meio de comunicação da cidade e que não para de crescer em audiência. Já superamos outro importante recorde de visitações. E mais legal é que não temos nenhum artigo aqui publicado que tenhamos apagado ou arrependido de postar. E pasmem! Vocês vão se assustar com a audiência e credibilidade. Assim que fechar o mês, publicaremos aqui. 

Valeu mesmo pela confiança, pessoal! E continuem acompanhando o único canal diário da cidade que não paga pau para notícia ou poder algum!


segunda-feira, 27 de maio de 2013

TÁ LIBERADO

(São Gonçalo do Rio Abaixo)

NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA


Segundo um dos advogados do Luzimar (Buzica) Fonseca (PSDB), Elizeu Araújo, o Juiz José Afonso Neto apresentou as sentenças dos 2 primeiros processos (Aije 63.888 e Aije 63.973) absolvendo o prefeito Antônio Carlos Noronha Bicalho (PDT) da cassação.

Como as sentenças cabem mais 2 recursos junto ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) e outro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Elizeu adiantou que se encontrará com o outro advogado em Belo Horizonte, para protocolarem o recurso até amanhã. Ou seja, foi vencida uma partida do jogo, mas há 2 outras que são decisivas neste mesmo campeonato.


EXPECTATIVAS
AINDA TEM MUITA BOLA NO CAMPO

Conforme esclarecemos neste blogue em todas as notas anteriores, estes dois processos, realmente, eram os mais brandos e mais passíveis de penas inferiores, como multas. 

Estranho é que os pareceres dos 3 últimos promotores que passaram pela comarca, defenderam a cassação imediata, levando todos a crer na queda do governo nesta primeira instância. Enquanto o Juiz, no gozo do seu direito, entendeu que as acusações não foram suficientes para ensejar a cassação. E convenhamos, é realmente um ato extremo que, se for mal conduzido, pode ir contra a democracia.

Só que, entendo ser muito cedo as comemorações para quaisquer um dos dois lados. Primeiro, porque ambas as partes adiantaram que recorreriam às demais instâncias. Segundo, porque ainda vem aí mais dois processos bem mais complicados, o Aime-106 e o Aije-63.706, que denuncia fornecimento que quase 12 milhões de reais em materiais e serviços de construção.

Enfim, segundo o Ministério Público, os governistas erraram. Mas segundo o Juiz, tá liberado.

Aí, para os vendedores de cada round, comemorar é sempre saudável. Eu prefiro ficar aqui, saboreando, pacientemente, minha canja de galinha. 

SALÃO DO LIVRO

(São Gonçalo do Rio Abaixo)


sexta-feira, 24 de maio de 2013

CONVITES

(Itabira)



(Mariana)

Acontece neste final de semana o Festival da Vida, realizado pela Prefeitura de Mariana, Governo Federal e Arquidiocese. Conta com patrocínio da Vale, Banco BMG, Samarco, pela Lei de Incentivo à Cultura. Fique ligado na programação, com eventos e shows gratuitos imperdíveis.


24 DE MAIO
20h – Encontro de capoeira. Grupo: Show Brasil, Capoeirart e Sinhá Maria.
20h30 – Entrega da carta da juventude ao prefeito da cidade. Entrega de homenagens.
20h45 – Show musical: banda local – Quarto 113
22h – Show musical: - Frejat : A Tal Felicidade

25 DE MAIO
15h – Bloco da Vida: Encontro do desfile de Bonecos Gigantes do Zé Pereira com a Incrível Banda – Cortejo pela cidade até a praça da Sé.
17h – Apresentação Circo Volante – Praça da Sé
19h – Show musical: banda local – Bona Fortuna
20h30 – Show musical: banda local – The Mess
22h00 – Show musical: RPM

26 DE MAIO
07h30 – Caminhada da Juventude por Um Mundo Melhor, pelo caminho de Dom Viçoso, com celebração do Padre Nedson.
14h – Encontro Tradicional de bandas – Praça Gomes Freire
19h – Apresentação do Observatório Jovem – Grupo CRIA
20h – Show musical: Vozes do Brasil, participantes do THE VOICE BRASIL 2012

CENTRAL DE BOATOS

(São Gonçalo do Rio Abaixo)

PULGA ATRÁS DA ORELHA NA OPOSIÇÃO

Chegou-nos a informação, não confirmada, que o Juiz da comarca de Santa Bárbara almoçou ontem na Escola Integral com o prefeito Antônio Carlos Bicalho (PDT).

Seria no mínimo estranha tal visita. O que motivaria um Juiz, prestes a dar uma grave e pesada sentença, de almoçar com o réu?

Vai ver que era o pessoal do juizado de menores ou algo que o valha. Não?


MAIS FOGO CONTRA A SITUAÇÃO

Houve também que informasse que o pessoal do Tribunal de Contas esteve na Prefeitura ontem e não gostou nada da situação. 


AFINAL, QUAL É?

Por ter estado fora da cidade nos últimos dias, fica difícil para apurar os detalhes e as veracidades. Caso algum leitor possa nos informar, mande-nos por e-mail, que publicaremos.

Diante do clima de completa apreensão, até que seja dada a sentença dos processos de cassação, não faltarão boatos na cidade. As torcidas são grandes e o desejo de mudança vem crescendo a cada dia. 

Daí, todos os movimentos são vigiados por milhares de olhos atentos. Já os comentários, podem derivar em função das fontes das informações. Cada um puxando para seu lado, obviamente. Sem falar dos efeitos das distorções naturais, como naquelas brincadeiras de infância dos "telefones sem fio" e até mesmo das respectivas capacidades de interpretações.

Tenho evitado de expor ou prever uma data para a publicação das primeiras sentenças. Como o prazo já está bem atrasado, peço licença para especular que não deve passar de hoje. Será!?!

quinta-feira, 23 de maio de 2013

RODA DE VIOLA NO SÁBADO


(Itabira: por Assessoria de Comunicação)

No próximo sábado (25), a partir das 20h30, acontece mais uma edição da tradicional Roda de Viola. Promovida pela Prefeitura de Itabira, a festa é comemorada no Museu do Tropeiro, em Ipoema, nos sábados de lua cheia. O evento deste ano é especial, pois vai homenagear a 11ª Semana de Museus.

Com o tema ‘Museus: patrimônio + criatividade = mudança social’, a 11ª Semana de Museus aconteceu em todo o país, entre os dias 13 e 19 de maio, em comemoração ao Dia Internacional de Museus (18 de maio).

De acordo com a gestora do Museu do Tropeiro, Aparecida Leite Madureira, a 11ª Semana de Museus é organizada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e busca mobilizar os museus de todo o país com uma programação em torno de um tema em comum. “O tema deste ano veio ao encontro àquilo que nós buscamos na Roda de Viola. Queremos trazer a comunidade para participar ativamente da festa. Nós devemos assumir a função social junto à população”, explicou.

Ainda de acordo com Aparecida Madureira, a Roda de Viola é uma manifestação cultural da população dos distritos de Itabira. Por isso, este ano, todas as edições do evento contarão com apresentações de artistas locais. “Para agregar valores, nós estamos abrindo novos espaços, resgatando e valorizando a nossa cultura local. Assim, a cada Roda de Viola, vamos trazer um artista da terra; seja ele de Ipoema ou de Senhora do Carmo, pois somos todos da mesma região”, afirmou.

A mesma opinião divide o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo, Reginaldo Calixto. Para ele, “a Roda de Viola é uma grande oportunidade para conhecermos e valorizarmos a nossa arte, história e cultura através de diversas apresentações artísticas. E um ótimo momento para um programa diferente em uma noite de lua cheia com grandes shows de artistas locais e de renome nacional”.

Segundo o chefe do departamento de Comércio, Indústria, Serviço e Turismo da Prefeitura de Itabira, Eduardo Gomes, o evento vai começar com a apresentação do Viola na Roça, grupo formado por alunos da escola estadual Professor Manoel Soares, de Ipoema. Em seguida, o tradicional ritual do fogo e as manifestações culturais do distrito: Estaladores de Chicotes, Meninas do Berrante, Lavadeiras de Ipoema e Lavadeiras-Mirins – “representando a continuidade do grupo e da tradição”, afirma Eduardo Gomes -, Meninas Trovadoras – declamando poemas de Drummond que remetem à vida rural e o Grupo Trança-Fita – manifestação da herança portuguesa presente até hoje nas festas da região.

Na rancharia do Museu do Tropeiro haverá uma exposição sobre a 11ª Semana de Museus. Os objetos expostos foram confeccionados por alunos das escolas municipais e estaduais de Senhora do Carmo e Ipoema. Para os amantes da fotografia, os organizadores prepararam a exposição ‘Suor Sagrado: Retratos de fé em prol da cultura do Morro Redondo’, do fotógrafo itabirano Roneijober Andrade. A programação conta também com shows das duplas César e Sampaio e Romano e Roceri.

Além disso, o público poderá experimentar bebidas e comidas típicas da região em diversas barracas. O famoso pastel de angu e o feijão tropeiro já são marcas registradas da festa. A Nega do Tabuleiro, famosa pelos docinhos, será uma das atrações gastronômicas do evento. Os artesanatos e quitandas das localidades rurais dos distritos também estarão em destaque nesta edição da Roda de Viola.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

CELEBRIDADE

Em país que reina a corrupção, quem anda correto, ou é estigmatizado de "problemático",
ou, se conseguir sobreviver, torna-se celebridade.

O Presidente do STF, Joaquim Barbosa, é um bom exemplo de quem se deu bem e fonte de inspiração para os novos magistrados e demais homens da Justiça.

Basta uma rápida consulta na internet com seu nome, que se comprova o quanto ele passou a ser amado pelo povo brasileiro. Vejam algumas charges, que o "homem da capa preta" revela-se até como super-herói.





terça-feira, 21 de maio de 2013

APAE: VEÍCULOS SUCATEADOS


(Itabira: por Assessoria de Comunicação)

O setor de transporte público da Transita concluiu na terça-feira (14/05) o levantamento técnico que confirmou que três dos cinco veículos que fazem o transporte dos estudantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) estão em situação de sucateamento.

O relatório foi feito a pedido do prefeito Damon Lázaro de Sena. No início do mês, a diretoria da Apae pediu ajuda a Damon, já que os estudantes não estavam sendo atendidos pelo transporte escolar. Damon determinou que o levantamento fosse feito para que o Município resolvesse o problema da Apae.

De acordo com o levantamento, dois ônibus estão com problemas no motor, na parte elétrica, suspensão, rodagem, vidros quebrados e acabamento interno danificado. Há, inclusive, veículo com o extintor de incêndio vencido e motor com vazamento. Outro ônibus está em manutenção porque já não possuía condições de trafegar. Os reparos estão sendo feitos apenas na suspensão e na caixa de motor.

O levantamento também constatou que os três veículos estão com idade de fabricação superior à permitida pelo Código de Trânsito Brasileiro, portanto, impróprios para o transporte, principalmente de estudantes.

O documento afirma que, de acordo com a lei 9.503/97, “os veículos da entidade não possuem condições seguras de realizar o transporte de passageiros”. A equipe técnica da Transita também atesta que “não há condições seguras para se fazer reforma completa dos veículos, uma vez que as peças não aceitam mais retíficas, pois estão desgastadas pelo excesso de uso e tempo de fabricação”.

O relatório ainda lembra que o decreto municipal 2.120/04, que rege o regulamento de transporte coletivo de escolar do município de Itabira, em seu artigo 25, determina que para se cadastrar um veículo que ofereça condições reais de segurança, a idade máxima de fabricação não deverá ser superior a 12 anos. Os ônibus da Apae não atendem a esta exigência.

O relatório também sugere formas de o Município adquirir novos veículos para a entidade, por meio do projeto “Caminho da Escola”, que permite o financiamento diretamente com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), seja o veículo totalmente montado ou a compra de chassis para encarroçamento, com a possibilidade de adequar o veículo conforme a necessidade da entidade.

Nas próximas semanas Damon deverá se reunir com as equipes das secretarias de Fazenda, Planejamento e Educação para definir a forma como o problema da Apae será resolvido. Estas equipes deverão buscar formas de convênios com os governos Estadual ou Federal e, se não conseguirem, resolver a situação com recursos próprios. A do prefeito é de que o Município resolva, definitivamente, a falta de transporte dos estudantes da Apae para que a entidade continue desenvolvendo seu trabalho de forma digna, segura e com qualidade.






segunda-feira, 20 de maio de 2013

PARA QUEM JURA HONESTIDADE...


PARA POR FIM NOS TROLOLÓS

(São Gonçalo do Rio Abaixo)

Chega ser engraçado como os governistas reagem diante das opiniões contrárias às deles. Quando sentem que seus interesses ficam ameaçados, tratam logo de perseguir para que as pessoas fiquem sem emprego e ainda têm a ousadia de alegarem que são vagabundos, que não gostam de trabalhar e por aí vai. 
Estive fazendo um flash-back, com ajuda de alguns leitores deste blogue e reveja só como têm sido as reações deles, com relação aos processos de cassação...
Primeiro, falaram aos 4 ventos que não tinham processos. 
Depois que provamos as existências dos processos aqui, juraram que não haviam corrompido ninguém, que a oposição era irresponsável e que não haviam provas. 
Então, os advogados de acusação apresentaram testemunhas, gravações em vídeo, notas de empenho, contratos de compras de quase 12 milhões de reais em materiais e serviços de construção. Aí, a turma do governo tentou ganhar tempo pedindo que fizessem perícias nas provas, quando a Justiça sacou o jogo e deu varada, mandando correr os processos sem atender ao pedido de perícia técnica.
A seguir, cada um dos 3 promotores que passaram pela comarca neste ano mantiveram os pedidos de cassação, mesmo tendo alguns governistas alegado o absurdo de dizer que comprariam eles e a Justiça.
A desculpa agora é que não há gravidade no último parecer e citam o caso do ex-prefeito Gustavo Prandini, de João Monlevade, como última esperança, lembrando que ele também foi cassado localmente e absolvido depois. Entretanto, o embaraço jurídico do Prandini era infinitamente menor. Lembro-me que ele respondeu por ter recebido apoio de uma rádio local, que era impedida pela Lei Eleitoral. Portanto, não se tratava de uso da máquina de forma abusiva como se viu em São Gonçalo, de abusos de poderes econômicos e políticos, tornando a disputa desigual e desleal, até porque Gustavo nem tinha como fazer isso porque não estava ainda no poder. Enfim, dois pesos e duas medidas completamente diferentes. 
O que nos resta é aguardar as próximas desculpas, as sentenças dos julgamentos e saber se eles terão cara  para recorrer. Aos que pediram que publicássemos aqui o último parecer, eis abaixo. Basta clicar no link "Mais Informações" que aparecerão as 19 páginas.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

COMPLICOU BEM

(São Gonçalo do Rio Abaixo)

Está cada vez mais distante o sonho dos governistas em se manterem no poder. O Ministério Público Estadual (MPE) protocolou, hoje, às 12:23, o parecer do processo Aije 63.973. Este foi o segundo e último parecer do MPE de Santa Bárbara, das audiências ocorridas no dia 29/4.

São 19 páginas, nas quais o promotor, Rodrigo Otávio Mazieiro Wanis, confirma que "houve prática das condutas irregulares narradas, caracterizando abuso de poder político, nos moldes dos arts. 73 da Lei 9.504/97 do art 19 da Lei Complementar 64/90" por parte dos ex-prefeito, atual e vice de São Gonçalo. Todas as denúncias apresentadas pela oposição foram acatadas e todas pedem que o Juiz aceite os pedidos da coligação do Buzica, "para que sejam aplicadas aos representados as devidas sansões legais eleitorais".

Tornou-se ainda mais difícil para o Juiz conseguir dar uma sentença que viesse a defender e beneficiar o governo. Tudo bem que eles ainda podem ter um fio mínimo de esperança do Juiz ir contra a opinião do MPE e que têm direito a recorrer em mais duas instâncias. 

Só que a governabilidade e a confiança da população, diante destes dois primeiros resultados desfavoráveis à eles, fica  perdida, principalmente se levado em conta que é o terceiro promotor que passa pela comarca só neste ano e que se mostrou desfavorável ao governo; e que eram os dois processos mais brandos, que os advogados do Buzica acreditavam que algumas reclamações poderiam resultar em multas apenas. A tolerância da Justiça tem se mostrado zero com aqueles que se acham acima das leis. E assim é que tem que ser.

Com o encerramento da parte que cabe ao MPE, a bola passa para as mãos do Juiz, que deve proferir a sentença até o final da semana que vem. As cartas e as sortes foram lançadas e estão na mesa. Haja fôlego!

Começam Pré-Conferências de Saúde

(Itabira - Por assessoria de comunicação)

As Pré-Conferências Municipais de Saúde serão iniciadas na próxima terça-feira (21), nas áreas de abrangência dos PSF´s, associações de bairros e entre os trabalhadores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Ao todo, serão realizados 19 encontros no município. Toda a comunidade está convidada a participar do evento.

Estes encontros têm como objetivo discutir com a população a saúde no município, principalmente o que se refere ao Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Lílian Miranda de Souza, as pré-conferências buscam mobilizar a sociedade para orientar e decidir os rumos da saúde em Itabira. “A coletividade é chamada a opinar sobre o serviço público de saúde em execução no município. É a população que sinaliza para os gestores, prefeito e secretário de Saúde, as ações que devem ser realizadas para a melhoria dos serviços públicos”, explicou.

As Pré-Conferências de Saúde são o primeiro passo para a organização da Conferência Municipal de Saúde. Afinal, os Delegados são eleitos nesses encontros. “As Pré-Conferências de Saúde representam a oportunidade para que as pessoas exercitem a sua cidadania e é onde são eleitos os delegados que irão votar as propostas da Conferência”, disse Lílian de Souza.

A IX Conferência Municipal de Saúde acontece nos dias 11 e 12 de julho, no auditório da Funcesi, com o tema “SUS: Patrimônio do Povo Brasileiro”.

Confira o cronograma das Pré-Conferências Municipais de Saúde:


Unidades de Saúde
Data
Horário
Local
Barreiro
21/05
18h30
Escola Municipal Antônio Camilo Alvim
Ipoema
22/05
14h
Salão Paroquial
Bela Vista – Campestre – Nova Vista – Eldorado
23/05
18h30
Escola Municipal Efigênia Alves Pereira
Nossa Sra. das Oliveiras
28/05
18h30
Assoc. de Amigos do bairro N. S. das Oliveiras
Senhora do Carmo
04/06
14h
Salão Paroquial
Machado – João XXIII
04/06
18h30
Centro Comunitário do Bairro João XXIII
Pedreira I e II
05/06
18h30
Escola Municipal Pedreira do Instituto
Centro – Pará
06/06
18h30
Centro Comunitário da Igreja da Saúde
Major Lage – Vila Santa Rosa
11/06
18h30
Escola Municipal Professora Didi Andrade
Praia – Juca Rosa
12/06
18h30
Escola Municipal Dona Inês Torres
Gabiroba de Cima
13/06
18h30
Centro Comunitário
Gabiroba de Baixo
18/06
18h30
Capela Nossa Senhora Aparecida
Clóvis Alvim – Juca Batista
19/06
18h30
Associação do bairro Clóvis Alvim II
Água Fresca
20/06
18h30
Escola do bairro Água Fresca
Fênix
25/06
18h30
Associação dos Moradores do Bairro Fênix
Chapada
26/06
18h30
Escola Municipal Dinorah Alvarenga
Trabalhador de Saúde
27/06
18h30
Auditório da Prefeitura
Santa Ruth – Santa Marta
02/07
18h30
Centro Comunitário do bairro Santa Ruth
Areão e Amazonas
04/07
18h30
Escola Estadual Dona Eleonora Nunes Pereira


MAIS LENHA

(São Gonçalo do Rio Abaixo)

Prevista para hoje, a publicação do parecer do Ministério Público Estadual (MPE) sobre a audiência Aije 63.973. 

Segundo informações, são 21 páginas, dentre as quais acredita-se que será mais um processo com pedido de cassação do prefeito Antônio Carlos Noronha Bicalho (PDT). O Juiz, como até o momento não deu a sentença do processo anterior e que era mais brando, imagina-se que esteja aguardando este novo parecer para avaliar melhor suas sentenças, ou seja, se mantém ou não a cassação. No processo anterior, Aije 63.888, o MPE já havia pedido a cabeça do prefeito.

Outra novidade é que o promotor anterior e que ocupava a comarca interinamente, Rodrigo Ladeira de Araújo Abreu, saiu da comarca de Santa Bárbara e outro já está em atividade. Tais mudanças têm sido comemoradas pelos governistas da cidade, que insistem em vender a ideia que sejam ingerências deles para adiar ainda mais a cassação, pelo uso do poder político e do dinheiro. Claro que tal absurdo não procede. A prova disso será a entrega do parecer, prevista para hoje, feita por um novo promotor. Se pedida outra cassação, será mais um membro da Justiça no mesmo entendimento, tornando, cada vez mais distante, a redenção dos atuais ocupantes do poder.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

TEM BELEZAS MINHA TERRA - VI

(Itabira)

Desta vez, por ter assumido outros compromissos profissionais, não deu para ir e cobrir a sexta expedição "Tem belezas minha terra", promovidas pelo vice-prefeito e secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Reginaldo Calixto.

Perdi os momentos de descontração e trabalho. Isso mesmo, trabalho, porque a equipe, embora se divirta, propõe levantar, analisar e depois propor as ações para o desenvolvimento do turismo na cidade.

Para não passar em branco, o Reginaldo enviou, gentilmente, as fotos. Aí estão.