Who's amoung us?

segunda-feira, 13 de maio de 2013

MPE PEDE CASSAÇÃO DO PREFEITO

(São Gonçalo do Rio Abaixo)


                                   FURO DE NOTÍCIA!!!                                    

Recebemos a pouco, a cópia do parecer do Ministério Público Estadual, no qual o promotor pede a cassação do prefeito Antônio Carlos Noronha Bicalho (PDT) e seu vice, de São Gonçalo do Rio Abaixo.

De acordo com a promotoria, "...em caráter sucessivo, caso assim não entenda este Juíz, mas uma vez reconhecido que o fato em análise deturpou a igualdade entre os concorrentes ("abuso de poder simples"), seja cassado o registro ou diploma dos requeridos, fazendo-o com fulcro no art. 22.XIV da LC 64/90 c/c art. 41-A da Lei n. 9.504/97".

Mais informações em instantes.

4 comentários:

  1. Pessoal, acho muito bacana que finalmente o meretissimo senhor juiz, tenha realizado a primeira audiencia para o caso, e que isso indique que toda essa indefinição esteja notoriamente proxima do fim (apesar de eu não crer ser prudente sair por ai, concluindo pela cassação ou não, antes da decisão do juiz do caso), bem... de toda forma, independentemente do resultado, não acho legal a incitação "foguetes neles", pois à todos os oposicionistas de plantão, queria lembrar que essa foi exatamente a expressão que os governistas usaram na época da eleição, e para mim, não me parece que seja nada louvável, até porque para todos voces que sofreram perseguições, sabem que isso não é legal e não mostrariam que são muito melhores que eles, se adotassem as mesmas práticas.
    Em suma, o que estou propondo é que todos reflitam um pouco e tentem não cometer os mesmos erros daqueles que estão no poder, pois não sei se voces se lembram, mas um dia, eles tambem gosaram de aprovação e respeito da população são gonçalense e se a perderam, foi justamente em função dessa truculencia...
    Enfim, só uma dica!

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.