Who's amoung us?

quinta-feira, 23 de maio de 2013

RODA DE VIOLA NO SÁBADO


(Itabira: por Assessoria de Comunicação)

No próximo sábado (25), a partir das 20h30, acontece mais uma edição da tradicional Roda de Viola. Promovida pela Prefeitura de Itabira, a festa é comemorada no Museu do Tropeiro, em Ipoema, nos sábados de lua cheia. O evento deste ano é especial, pois vai homenagear a 11ª Semana de Museus.

Com o tema ‘Museus: patrimônio + criatividade = mudança social’, a 11ª Semana de Museus aconteceu em todo o país, entre os dias 13 e 19 de maio, em comemoração ao Dia Internacional de Museus (18 de maio).

De acordo com a gestora do Museu do Tropeiro, Aparecida Leite Madureira, a 11ª Semana de Museus é organizada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e busca mobilizar os museus de todo o país com uma programação em torno de um tema em comum. “O tema deste ano veio ao encontro àquilo que nós buscamos na Roda de Viola. Queremos trazer a comunidade para participar ativamente da festa. Nós devemos assumir a função social junto à população”, explicou.

Ainda de acordo com Aparecida Madureira, a Roda de Viola é uma manifestação cultural da população dos distritos de Itabira. Por isso, este ano, todas as edições do evento contarão com apresentações de artistas locais. “Para agregar valores, nós estamos abrindo novos espaços, resgatando e valorizando a nossa cultura local. Assim, a cada Roda de Viola, vamos trazer um artista da terra; seja ele de Ipoema ou de Senhora do Carmo, pois somos todos da mesma região”, afirmou.

A mesma opinião divide o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo, Reginaldo Calixto. Para ele, “a Roda de Viola é uma grande oportunidade para conhecermos e valorizarmos a nossa arte, história e cultura através de diversas apresentações artísticas. E um ótimo momento para um programa diferente em uma noite de lua cheia com grandes shows de artistas locais e de renome nacional”.

Segundo o chefe do departamento de Comércio, Indústria, Serviço e Turismo da Prefeitura de Itabira, Eduardo Gomes, o evento vai começar com a apresentação do Viola na Roça, grupo formado por alunos da escola estadual Professor Manoel Soares, de Ipoema. Em seguida, o tradicional ritual do fogo e as manifestações culturais do distrito: Estaladores de Chicotes, Meninas do Berrante, Lavadeiras de Ipoema e Lavadeiras-Mirins – “representando a continuidade do grupo e da tradição”, afirma Eduardo Gomes -, Meninas Trovadoras – declamando poemas de Drummond que remetem à vida rural e o Grupo Trança-Fita – manifestação da herança portuguesa presente até hoje nas festas da região.

Na rancharia do Museu do Tropeiro haverá uma exposição sobre a 11ª Semana de Museus. Os objetos expostos foram confeccionados por alunos das escolas municipais e estaduais de Senhora do Carmo e Ipoema. Para os amantes da fotografia, os organizadores prepararam a exposição ‘Suor Sagrado: Retratos de fé em prol da cultura do Morro Redondo’, do fotógrafo itabirano Roneijober Andrade. A programação conta também com shows das duplas César e Sampaio e Romano e Roceri.

Além disso, o público poderá experimentar bebidas e comidas típicas da região em diversas barracas. O famoso pastel de angu e o feijão tropeiro já são marcas registradas da festa. A Nega do Tabuleiro, famosa pelos docinhos, será uma das atrações gastronômicas do evento. Os artesanatos e quitandas das localidades rurais dos distritos também estarão em destaque nesta edição da Roda de Viola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.