Who's amoung us?

sábado, 31 de julho de 2010

BEM-VINDOS AO PARQUE TECNOLÓGICO ITABIRANO!

VAMOS VIAJAR?


Meus caros conterrâneos, assim que li na imprensa local a notícia de mais uma visita do prefeito João Izael, acompanhado pelo presidente da câmara Neidson Freitas, Cácio Guerra (presidente do Indesi), dos presidentes da CDL e da Acita, dentre outros, ao Parque Tecnológico de São José dos Campos-SP, fiquei sem entender o porquê que a gente tem a mania de achar que as coisas de fora é que são melhores.

Alguns deles, custeados pela Prefeitura de Itabira, já estiveram visitando outras paragens, também, modelos de tecnologia, em Santa Rita do Sapucaí e nada menos do que na Espanha e em Portugal. E só não foram ainda à Nasa, pelo que dizem por aí, porque depois do desastre com a Columbia, em fevereiro de 2003, a pobre coitada da Nasa não tem sido mais a mesma. Por fim, chegam a comparar Itabira com uma reles cidadezinha francesa, uma tal de Valbonne Sophia-Antipolis, muito provavelmente, bem atrás, tecnologicamente falando.

Para não deixar dúvidas, consegui umas imagens do nosso moderno instituto tecnológico, feitas pela Prefeitura de Itabira, em maio de 2003. Com vocês, o moderníssimo parque itabirano, o incomparável I-Tec!


Bem-vindos, caros visionários investidores!
Este espaço é destinado, exclusivamente, para empreendedores de visão.
São centenas de empresas de tecnologia confortavelmente instaladas
no moderno centro tecnológico itabirano.

Investidores internacionais têm sido atraídos para parcerias
de bilhões de dólares para desenvolvimento de projetos com as empresas do I-Tec.

Sem falsa modéstia, depois que Aécio Neves conheceu esse visionário mega-projeto itabirano, é que teve a idéia de fazer o Cidade Administrativa. Foi, ou não foi?

Não se preocupem, caros visionários investidores...
podem vir voaaaando, que até heliponto temos para melhor recebê-los.

Aviso do editor: O texto acima deve ser interpretado como obra de ficção, porque nem todas informações nele contidas são verídicas. Foram redigidas apenas para provocar reflexão. Portanto, não saiam por aí, principalmente para visitantes, vendendo o que não existe.


OK, VAMOS POUSAR NA TERRA AGORA... 

Passados 7 anos do lançamento do parque tecnológico, pelo ex-prefeito Ronaldo Magalhães, vamos à realidade. Resolvi dar uma volta pelo I-tec, no endereço acima informado, e confirmei como está o nosso parque. Segundo matéria da Defato (edição 211, página 43), são 4 empresas instaladas no I-Tec, depois de 7 anos de vida. Ainda na Defato, um quadro comparativo bem esclarecedor: o parque de São José dos Campos conta com 42 empresas, após apenas 4 anos de vida. E, pelas fotos, ele sim, é moderníssimo. Já aqui em Ita do Matto Dentro, parte do prédio está cedido, provisoriamente, para a Unifei, porque as obras da escola encontram-se super atrasadas. Os alunos ainda se espremem em alojamentos improvisados. Vejam as fotos reais.

Vista geral verdadeira do I-Tec.
Ao fundo, alojamentos improvisados para alunos da Unifei.

Vista frontal verdadeira do I-tec.
Em primeiro plano, o improviso dos alojamentos da Unifei.
Querem mais detalhes? Acho que chega, não?


CALMA AÍ...

Pessoal, agora é sério! É claro que não sou contra a instalação de um parque tecnológico, até porque sou graduado em TI e trabalho na área há mais de 19 anos. Na boa, eu acredito mesmo que uma das melhores saídas contra a dependência econômica da mineração é investir em tecnologia limpa. Por isso, defendo a Unifei, a Funcesi, o I-Tec e todas demais iniciativas que sejam reais, verdadeiras, sem politicagem e sem jogo de marketing político.

A questão que me entristece é a capacidade da imprensa e dos líderes itabiranos de perderem a memória e de perderem o senso crítico. Principalmente, agora, em plena época de eleições. Ou seria essa a "grande sacada"?

Quando foi lançado o I-Tec, eu era graduando em Sistemas de Informação na Funcesi, pela Fatec (Faculdade de Tecnologia) e era conselheiro da entidade. Apesar da Funcesi ter sido citada como parceira na empreitada, não me recordo de nenhuma ação da prefeitura com o corpo discente, no sentido de buscar projetos, conhecer planos de negócio, tecnologias em estudo, ou mesmo em nos convidar para participar ativamente do projeto. Cheguei perguntar para alguns professores e nenhum deles soube informar nada, na ocasião. Anos depois, lecionei por 1 ano e meio na Funcesi. E o I-tec, pelo visto, ficou só no plano político.

Agora, se o prefeito anunciar que vai mesmo executar o projeto previsto, com inauguração ainda no seu mandato, me calo e ergo as mãos para aplaudí-lo de pé. Se garantir, é claro.

Ah, querem saber. Chega. Sem mais comentários.

BOBEOU, O CACHIMBO CAIU

Conforme anunciado aqui, antes de ontem, a caravana do Ministério Público Itinerante  veio, cumpriu e bem a missão em Itabira, durante toda o dia de sexta-feira. Contando com uma estrutura super legal e atenciosos servidores, as instalações foram bem frequentadas pela população.

Eu mesmo, cancelei um compromisso profissional em Governador Valadares só para cobrir a iniciativa e para estabelecer contato. Posso garantir que, para quem foi, valeu super a pena. Para quem não foi, deixou o cachimbo cair.

Em conversa com duas promotoras, fui informado de uma série de ações públicas contra vários membros do grupão e de outras que não puderam informar por segredo de justiça. Durante toda o encontro, se mostraram muito interessadas. Bom sinal.

Daí, não me venham mais com essa de que o MP não atua. Alguns itabiranos é que precisam perder o medo. Está passando da hora de aprenderem a se defender.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Fedeu...

Ontem, após o lançamento da candidatura do Adício, um grupo de politicos e politiqueiros riam a vontade, inclusive os fãs do Grupão disfarçados. Diziam que foi o maior erro do mundo o prefeito de Itabira ter "mexido" no seu secretariado, afinal, "mer... quanto mais mexe, mais fede!!" Perde

quinta-feira, 29 de julho de 2010

ALÔ MINISTÉRIO PÚBLICO!

É impressionante o número de comentários neste blogue sobre "falta de atuação" do Ministério Público local. Muitos deles recusados por nossa editoria, porque eram anônimos.

Amanhã, sexta-feira, de 9 às 17 horas, uma carreta do programa "Ministério Público Itinerante" estará estacionada na praça Acrísio Alvarenga, no centro da cidade. A proposta, segundo matéria veiculada no Diário de Itabira de hoje, é oferecer serviços de orientações jurídicas, medição de pressão arterial e de glicose. Mas, pelo que percebi mesmo, trata-se de uma importante forma de aproximação, que deveria ser muito bem aproveitada por todos os descontentes, necessitados de apoio e mesmo para só tirar dúvidas.

Enfim, aí está uma excelente oportunidade para conhecerem e se aproximarem. Já passou da hora dos nossos conterrâneos perderem o medo de, pelo menos, perguntar para eles diretamente, ao invés de ficarem insinuando. Temos que ser mais ativos, pelo bem da boa democracia. Para a lei, perguntar, não ofende. 

Com muito pesar, não poderei visitá-los, por causa de compromissos profissionais em cidades do leste mineiro. É uma pena. Aproveitem aí, por mim, pessoal!


TAPANDO O SOL COM PENEIRA

HÁ 12 ANOS ATRÁS...

No meio da gestão do Jackson Tavares-PT, há uns 12 anos atrás (quando fui assessor de comunicação), foi assinado um decreto por ele, exonerando todos os cargos comissionados, numa tentativa de fazer uma profunda reforma política no, então, desgastado governo. Recordo-me que, meses antes, ele vinha amadurecendo a indicação da consultoria política e de comunicação, inclusive sob orientação de grandes nomes do PT estadual.

Foi uma confusão total. Por um raro instante, a população ficou cheia de esperança e apostando no sucesso da mudança. O que mais motivava esse anseio popular eram nomes de primeiros escalões indicados pelos partidos da base política, sendo alguns, pouco ou nada técnicos. Passados umas semanas, paulatinamente, ele foi reconduzindo o mesmo pessoal, apenas mudando de pasta. Caiu em novo descrédito, só se recuperando parcialmente no finalzinho do mandato e após uma série de ações e de alguns acertos, quando conseguiu bagagem suficiente para disputar a reeleição. Mesmo assim, deu Ronaldo Magalhães para o próximo pleito.


A HISTÓRIA SE REPETE

Nesta quinta-feira, somos, novamente, submetidos à outra manobra de marketing, num cenário político semelhante. O desgastadíssimo governo João Izael, que coincidentemente conta com parte da base política do Jackson (PSDB, PMDB e vários ex-companheiros do Jackson) e, também, no meio do seu mandato, resolveu apresentar umas mudanças no seu secretariado, mudando apenas alguns nomes de lugar.

Oldeni José dos Santos deixa a Secretaria de Governo e vai para Esportes e Lazer (o único acerto, a meu ver). No seu lugar, assume Elaine Aparecida Campos, irmã do Sebastião Campos (Batata). O pastor Aiíton Francisco Morais assume a Auditoria Interna e Controladoria; Geraldo Martins da Costa (Lado) foi para a Ouvidoria e João Mário de Brito para a Secretaria de Obras. E o Fernando Silva continua, desafinando o resto do coro.

Quem, também, deve ter torcido o nariz, imagino, foi meu amigo e fiel defensor do João Izael, a quem ele quer muito bem, o colunista Armando Bello. É a troca do alho por bugalho.


E O QUE DIFERENCIA

Feita esta recordação, não consigo me conter de distinguir os governos do Jackson, do João. No governo Jackson não há indício ou fato, até o momento, que denote enriquecimento de ex-secretários, bem como, mesmo com muito esforço, houve uma série de ações concretas e de valor para a sociedade. Dentre elas, as etapas da canalização do Córrego da Praia; o sucesso na Audiência Pública contra a Vale, que resultou em 52 condicionantes e que foram determinantes para o bom desempenho do governo do Ronaldo; as inúmeras obras de pequeno porte do Orçamento Participativo; a boa relação com a obra Drummondiana (inaugurou o Memorial e o Caminhos Drummondianos); trouxe o Corpo de Bombeiros; a relação com imprensa não passava por troca de favores, não tínhamos programas bregas na TV (cultura) e tantas outras ações mais.

Já da parte do João, quase tudo tem ficado para depois. As obras do Campus da Unifei estão atrasadíssimas, os asfaltamentos para os distritos já contabilizam quase uma década, as obras que se efetivaram vieram dos governos estadual e federal ...

Pelo que se pode perceber, não dá para ver sinais de melhores tempos por aí.

PS: Havia grafado errado o título antes, usando o verbo tampar, no lugar de tapar. Mil chibatadas em mim. Desculpem-me pela pressa e vacilo.

INÍCIO DE CAMPANHAS

Foto: Divulgação.

Começam os primeiros passos da corrida eleitoral deste ano. O candidato a deputado estadual, Robson Esteves-PRTB, acompanhado do prefeito Geraldo Noé, e do deputado federal Mário Heringer, inauguraram um comitê em Santa Maria de Itabira, nesta semana, e já prevê a inauguração de outro na cidade de guanhães.

Alexandre Banana-PT, candidato a deputado estadual, em companhia do primo Zezito, tem corrido várias cidades da região. Na sexta-feira passada, estiveram em Nova Era. 

Jânio Nunes-PSOL, também concorrendo a estadual, coneguiu oficializar o registro de sua candidatura no TRE-MG.

Adício Soares-PTN, candidato a deputado federal, lança oficialmente sua candidatura hoje, na Ativa-Associação dos Técnicos Industriais da Vale, a partir das 7 e meia da noite.

 

quarta-feira, 28 de julho de 2010

O FIM DA CAVERNA

Muito legal a matéria sobre o Dominguinhos, o ermitão que vivia sob uma lapa de pedra entre Itambé e Morro do Pilar, publicada na Revista Defato deste mês. As fotos estão de babar.

Há alguns anos, estive por lá e entrevistei este fantástico personagem. Hoje, ele foi transferido para o asilo da Sociedade São Vicente e tem atraído muitos visitantes curiosos. Mas, pelo que expôs na entrevista, está doido para voltar para sua caverna.

Parabéns ao José Sana, editor-chefe da Revista, que o descobriu anos atrás e que tornou o Dominguinhos famoso, chegando a ser personagem de um documentário.

COMUNICAÇÃO SEM CRÉDITO

No mês passado, lançamos aqui uma enquete para avaliar o desempenho das assessorias de comunicação da Prefeitura de Itabira e da Câmara Municipal, nos respectivos mandatos.

Embora eu suspeitasse que seus resultados fossem fracos, confesso que não previa tão pífios e medíocres resultados. Não que eu os queira avalizar, mas porque temia que a população não enxergasse suas manobras sujas na queimação dos cidadãos que se opôem ao grupão.

Desta forma, pelo que pudemos comprovar, de bobo, o povo não tem mais nada.

Na semana passada, outra manobra de marketing tenta salvar a reputação do ex-deputado Ronaldo Magalhães, ao retirá-lo da disputa eleitoral, alegando que ele não é egoísta e que pensou no bem da cidade. Como pano de fundo, ao meu ver, jogou a batata quente nas mãos do seu principal opositor, o médico Damon de Sena, praticamente, imputando-lhe a responsabilidade de Itabira correr o risco de não eleger deputado.

Só que, na dúvida, ou seja, se essa avaliação procede, vamos avaliar o que você pensa disso...

VOTE NA NOVA ENQUETE NO RODAPÉ DESTA PÁGINA!!!

Em tempo: Preciso corrigir uma injustiça. Há, em ambas assessorias (da Prefeitura de Itabira e da Câmara Municipal), pessoas de bem e com bom valor profissional, dentre elas a Miriam, Marli, Ricardo (não sei se continua por lá) e o Adilson, mas que tem sido mal aproveitados. Quando critico e avalio os resultados, atribuo aos reais responsáveis pela pasta e pela indicação das mesmas.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

PMDB-PT- PRB e PCdoB montam comitê pró-Dilma/Hélio Costa em Itabira





Os dirigentes das Executivas dos partidos PMDB – PT - PRB e PCdoB itabiranos reuniram-se na manhã do último sábado, 17, em Itabira, para programarem a montagem do comitê regional, que visa a campanha política na região dos candidatos majoritários Dilma Rousseff (PT) e Hélio Costa (PMDB), entre outras atividades políticas voltadas para as eleições de outubro próximo.
O Comitê Central será formado pelos municípios de Itambé, Ferros, Barão de Cocais, Santa Bárbara, Santa Maria de Itabira, São Sebastião do Rio Abaixo, Passabém, São Gonçalo de Rio Abaixo, Nova Era, Santo Antônio do Rio Abaixo, Bom Jesus do Amparo. Ao todo, estes 12 municípios somados reúnem um volume populacional expressivo e que representará um diferencial significativo durante o embate eleitoral.

Lá se encontraram Dilson Ângelo Gomes, presidente do PMDB acompanhado do Secretário Municipal de Esporte, Geraldo Martins da Costa, do ex-prefeito, José Maurício Silva e Gil Cesar; Alexandre de Faria Martins da Costa, presidente do PT, acompanhado de seu vice, José Francisco Silva; o presidente do PRB, Geraldo Ribeiro dos Santos, acompanhado de Argeu Ferreira dos Santos, Edilson Lopes, presidente do PCdoB, acompanhado de Oswaldo Tiago Oliveira Jr, Ricardo Matos e Érica secretários do partido e de José Norberto de Jesus.

Na abertura dos trabalhados, os membros presentes elegeram Dilson Gomes e Edilson Lopes - presidente e vice, respectivamente, do Comitê Central. Foi determinado, de comum acordo, que os demais presidentes e membros presentes fizessem parte do processo inicial de organização do comitê.

Em seguida, obedecendo às orientações da Coordenação Estadual, deu-se início aos trabalhos propostos através da pauta, que trata do planejamento estratégico. Dentre ações propostas pelo Comitê Regional destaca a priorização da eleição presidencial, que inclui a montagem do palanque único para as candidaturas majoritárias de Dilma Rousseff e Hélio Costa, e das atividades que serão desenvolvidas a partir da inauguração do Comitê em data a ser divulgada.

Ficou também estabelecido que a Coordenação Central com a eleição do presidente do PMDB, Dilson Gomes, abrirá espaços para as candidaturas da base aliada de apoio aos dois candidatos majoritários Dilma Rousseff e Hélio Costa.

O presidente Dilson ressaltou ainda, a importância de trabalhar a unidade deste Comitê que traz para Itabira, a responsabilidade de liderar as ações políticas na região. “Um de nossos objetivos é buscar os partidos nos municípios integrados para formar uma grande base de apoio nesta campanha”, comentou Edilson Lopes. “O apoio fundamental para a eleição das duas candidaturas Dilma Rousseff/Hélio Costa, descaracterizando, sobretudo, o jargão “Dilmasia, é outra ação de nossa meta”, reforça Alexandre Banana, presidente do PT.

“É preciso ir além. Atrair os partidos que estão soltos e interessados em ingressar nesta batalha para a eleição e manutenção de nosso projeto de governo, o qual vem dando certo e tem promovido diversas conquistas no campo social e na redução da miséria no país, entre outras conquistas defendidas pelo governo Lula”, concluiu Dilson Gomes.

Novas reuniões foram agendadas para o começo da semana, e todos aqueles que estiverem interessados em participar dessa caravana pro Dilma Rousseff/Hélio Costa poderão entrar em contado com os Comitês do PMDB (84590878) e o PCdoB (85250475).

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Carta de Ronaldo!!! Putz...


Li no site do Grupão a carta de desistência de Ronaldo Magalhães e percebo como é cara de pau o ex-deputado comilão da Assembléia. A reportagem diz que "era para sair um deputado federal e outro estadual" sugerindo um possível pré acordo e não cumprido por Damon. Ai, ai. O ex diz que "é formado em matemática" e que por isso percebeu que não haveria possibilidade dele ser eleito.. é preciso ser formado para saber disso?? Até mãe Dinah que não sabe nada poderia acertar essa previsão . Passemos a analisar algumas frases de efeito em seu bilhete de renúncia e a sua REAL verdade:
"Ninguém pode ser egoísta, entrando numa disputa pensando somente em si próprio. " Quando o senhor ex abandonou seu domicílio eleitoral, quando ele disse que não se importava com o que pensava o deputado federal Zé Fernando (PV) e se lixando para a diretoria local do PV, ele não foi egoista e pensante em sí próprio??
"Sou um político compromissado com essa cidade, por isso procurei o diálogo. Muitos, infelizmente, não quiseram ouvir o que eu tinha para dizer ." Quando mudou seu domícilio eleitoral para BH, demonstrou qual compromisso por Itabira? Mandar assessor na casa de diretor do PV pedindo para Damon desistir é procurar dialógo?? Entrar pelos fundos em um partido, não procurando diretório local, é dialogar. Dizer em entrevista que não tem satisfação a dar à diretoria do PV local é dialogar??
"Entendo que eu era o candidato com melhores condições para vencer esse pleito" É ser por demais arrogante, pretencioso e bonitinho da bala chita fazer tal afirmação. Não seria o eleitor que deveria julgá-lo com melhores condições ou não? O indice de apostas nos cantos da cidade estava que ele não teria 8.000 votos. Um indice de rejeição enorme e um detalhe, ter apoio de um prefeito da região não quer dizer ter apoio da população... ou é??? Vide Itabira.
"Quero, com este gesto, contribuir e plantar uma semente para dias com mais responsabilidade na política" Você que faz parte do Grupão, responda sinceramente em seu consciente: Você plantaria uma semente dele na sua casa?? Não seria um ato de irresponsabilidade sua?? E as crianças, e seus bichinhos de estimação??
"Quanto à tentativa de impugnação da minha candidatura... se encontram devidamente sanados e apenas aguardando julgamento."
Como sanados, resolvidos? Ele mesmo afirma que aguarda julgamento. Está transitado e julgado??.
O jogo de palavras emoldura uma situação que não é verdadeira. A desistência do ex-deputado foi o medo da rejeição popular demonstrada nas urnas e a vergonha que seria ao perceber tamanha negação do povo Itabirano. Essa desistência foi o início da descarga que o povo desta cidade está dando à esses dejetos que apodrecem Itabira a tantos anos. Depois da descarga, não esqueçamos o desinfetante para tudo ficar bem limpo. Que vá parar na E.T.E.

terça-feira, 20 de julho de 2010

RONALDO MAGALHÃES DESISTE. E AGORA, DAMON?

Novas mudanças no jogo político deste ano!

Ronaldo Magalhães, nesta manhã, desistiu de se candidatar a deputado estadual. Segundo nota publicada na Defato Online (clique aqui para ler), Ronaldo justificou sua desistência por causa da inviabilidade de Itabira eleger um deputado estadual, devido ao grande número de postulantes. Outro motivo alegado foi o desentendimento com o PV local e com o Damon de Sena, que não aceitou um acordo para um deles sair a federal e outro a estadual, conforme ele imaginava convencê-los, mesmo após o golpe que deu no PV itabirano, como adversário.

Sem qualquer sombra de dúvida, há muito o ex-deputado não tomava tão feliz decisão. Sua candidatura, desde o início, era inviável e por vários motivos aqui expostos, dentre eles, o pedido de impuganação pelo Ministério Público e os persistentes problemas com as infelizes conduções dos mandatos dele e do João Izael. Um fracasso eleitoral poderia se tornar a certidão de óbito político dele.

Assim sendo, vamos tentar fazer umas primeiras análises. Se na defesa do Ronaldo, ele viesse com o discurso de que saiu pelo bem de Itabira e para viabilizar a campanha do outro colega do PV, a do Damon, poderia configurar, nas cabeças dos eleitores, um tipo de acordo sujo, que queimaria os dois, num tipo de haraquiri político, matando os dois politicamente. Se assim fosse, abriria mais caminho para o Neidson, ou  para outro candidato para virem pelo grupão em busca da prefeitura, em 2012, bem como poderia abrir para novos nomes da oposição, uma vez que o Damon poderia morrer também. Mas, graças ao bom senso, não foi o caso. Ronaldo recuperou um pouco a sua desgastada imagem. Se assim continuar, pode ser recuperar a ponto de retornar ao cenário político em 2012.

Outra boa possibilidade de futuro neste jogo é se o Damon se eleger a deputado, eles ganham o discurso de que "Itabira não pode perder um deputado", tirando o Damon de cena, em 2012, que é  político atual com maior espólio eleitoral e mais duro adversário, tanto por não ceder aos desmandos e interesses do grupão, quanto pelo próprio espólio eleitoral. Essa seria uma boa jogada para o grupão, mais coerente e mais acertada, que obrigaria a oposição a construir outro candidato, partindo do zero, ou a ganhar a antipatia dos eleitores se insistirem na idéia de largar a assembléia (pela "perda de um deputado").
 
 

Luiz Zanom do Mosaico... Sumiu, desapareceu, escafedeu-se!!!!

Parodiando um grande sucesso da década de 80, a banda Blitz, retorno ao meu notbook para algumas palavras. O trabalho insiste em me fazer viajar por essas Minas Gerais e confesso que tenho viajado muito. Na longigua Nanuque, no computador do hotel, percebi que não havia mais escritos no Blog do Luiz Zanom, aquele que desfaz o coro dos contentes (Leia-se "Cambada do Grupão"). "Uai" pensei, "cadê o ômi"?? Depois de algumas tentativas através do celular, consegui falar com rapaz. Segundo ele, a ultima tiragem de seu jornal foi de 50.000. Isso mesmo, 50.000 exemplares que estão sendo distribuidos em toda Minas Gerais. Zanom tem rodado esse estado de meu Deus distribuindo sua ultima edição e "o bicho tá pegando" e pediu para dar um aviso aos navegantes, também parodiando Mauricio Tapájos e Paulo César, "Eu tô voltando".



DE PAU PRÁ CAVACO



Mas... mudando de assunto, o blá, blá, blá, que ronda as mesas de buteco, porta de igreja e quartos de bordel, é um possivel processo de cassação ao mandatário do executivo Itabirano e chefe-mor do Grupão. Dizem as boas línguas que depois das eleições será o afundamento do Grupão, através de um processo muito bem montado pelo Ministério Publico e que está prestes a explodir. Há quem diga que as pessoas que estão colaborando com a Justiça são aquelas que não mamaram e se mamaram ainda estão com fome, e eles tem muito a falar, tem muito a falar. Hoje acredito nessa possibilidade, uma vez que até orkut tem, reclamando desse desastre que é a direção do Grupão no executivo dessa combalida e roubada Itabira. Antes as pessoas ficavam caladas, com medo de perderem seus empregos, serem perseguidas, humilhadas pela tática nojenta deste grupo que adoece e apodrece Itabira.. Hoje, criaram coragem ao perceberem que Itabira merece muito mais que esses ratos que comem Itabira e vão sugar até a ultima gota do sangue de uma Itabira que foi comida de abutres durante 10 anos.

RONALDO SAIU

OS BENS DOS CANDIDATOS ITABIRANOS

Tem circulado na internet, uma lista com todas as fichas dos candidatos itabiranos para deputados estaduais e federais, disponíveis para livre acesso no sítio do TSE (clique aqui para consultar), no mínimo curiosa.

O mais abastado e, ao que me pareceu, mais verdadeira, é a declaração do Adício Soares, com um patrimônio de R$ 12.148.490,78, ou seja, compatível com o porte de dono de uma grande construtora. Ronaldo Magalhães apresenta-se com R$ 397.917,13; Alexandre Banana com R$ 110.540,82; Damon de Sena com R$ 247.074,25; Doutor Robson com R$ 459.373,33; Jânio Nunes com nenhum bem (zerado); Neidson Freitas com R$ 63.000,00; Bernardo Mucida com R$ 65.384,09 e Cleverson Lobo com R$ 18 mil contos.

Algumas discrepâncias ou dúvidas figuram nas declarações apresentadas e os leitores do Filhos-do-Cauê não têm perdoado e nos têm remetido essas dúvidas, que serão avaliadas mais detalhadamente, nos próximos dias. A que me pareceu mais estranha, entretanto, foi a do candidato a federal pelo grupão e presidente da Câmara de Vereadores, Neidson Freitas. Das eleições de 2008, quando se elegeu vereador, para cá, perdeu mais da metade de seus bens. Vide setas pretas na cópia de tela abaixo. E tem mais, ele alegou que o apartamento em construção, localizado na principal rua do bairro Santo Antônio (bairro nobre da cidade), está avaliado em só 10 mil contos (vide seta amarela). Daí, uma de nossas leitoras, em tom de deboche, garantiu que, de olhos fechados, mesmo se ele estiver só na fundação, cobre o valor dele.

ELEITORES QUEREM CANDIDATOS DE FORA

Atenção candidatos locais! Se a enquete do portal "Leste Mais" confirmar o comportamento dos eleitores itabiranos neste ano, podem colocar as barbas de molho.

Pelo que registra até agora, 53% dos que opinaram na questão "Você votará em algum candidato de Itabira nas próximas eleições?", disseram não. É de preocupar. Será que essa é uma resposta contra a proposta da Acita no "Movimento Apartidário"? Ou será porque o que sobrou na política, até agora conhecidos pela massa, não agradou?

FESTIVAL DE INVERNO MAL AVALIADO

O 36º Festival de Inverno de Itabira já caminha para quase a metade dele e, pelo que registra a enquete do portal Defato OnLine, os leitores avaliam mal a programação deste ano. Mais de 68% dos leitores classificaram as atrações como "ruim". Um número expressivo, por certo (vide tela abaixo).

Outras questões que me deixaram com a pulga atrás da orelha foram o manifesto dos artistas locais contra a política cultural itabirana, ocorrido dias atrás, e dois comentários negativos vindos de colegas artistas.

Conforme postei aqui, na semana passada, a programação passa longe de ser "referência nacional", mas, no meu conceito, está interessante sim. Imagino que essa avaliação ruim pode ter ocorrido por dois motivos:

1. Reflexo da alta rejeição do governo João Izael;
2. Formato adotado pela editoria do portal, ao colocar 3 opções com tendência para Bom (Excelente, Ótimo e Bom), contra uma única opção abaixo de bom, "Ruim". Talvez, se tivesse colocado a opção "regular ou razoável", poderia reduzir o índice de ruim.



sábado, 17 de julho de 2010

DAMON ESTÁ EM CENA

Ao contrário do que reproduzimos, ontem, sobre a ameaça de cassação da candidatura a deputado estadual, do médico Damon de Sena-PV, li no Diário de Itabira, de hoje, que o mesmo entrou em contato com a redação do jornal e apresentou uma certidão de quitação com a Justiça Eleitoral, datada em 05 de julho.

Pelo que o Diário se defendeu, no sítio oficial do TRE mineiro, por algum erro de atualização, consta o nome do médico como "impugnado".

Na entrevista, Damon ainda se defende, dizendo que o pedido de impugnação existente é mais um ataque da turma do Ronaldo Magalhães, colega de partido, contra sua candidatura.


É LEGAL?

No início do mês, fui protocolar um VT comercial produzido por minha empresa na Globo Minas, no qual falava de uma obra em que a Vale e o governo estadual eram parceiros. A Globo, tal como aconteceu na TV Alterosa, não permitiu que fizesse qualquer alusão, nem ao governo estadual, nem à Vale, na qual a União é uma das acionistas. E a Globo foi além, inusitadamente, exigiu que eu colocasse a logo do cliente local durante todo o VT, para deixar claro para o TSE que, quem estava pagando pela veiculação era o cliente local.
O que está por trás dessa regra é o risco de pedido de impugnação de candidatos à sucessão estadual e federal.
Daí, veio a dúvida... Essa regra não valeria, também, para investimentos em cultura? No meu entendimento, a logo e citações da marca VALE não deveriam ser publicados nas peças do Festival de Inverno, como as inserções que tenho visto no material de divulgação e no sítio oficial, registrado abaixo por nossa equipe.


E surgiu outra dúvida... Se a Fundação e sua mantenedora, no caso a Prefeitura de Itabira, não cumpriram com as exigências da LC-131 (Lei da Transparência), pode a Vale repassar recursos de patrocínio para ela? Pelo que li nas leis LC-131, LC-101 e DL-2848, o não cumprimento da LC-131, numa das sanções previstas, obriga o não repasse de verbas federais, além de penas de reclusão etc. Como a Vale tem ações federais, não deveria, também, seguir a mesma regra?

Como não sou graduado em direito, estão aí algumas dúvidas para o Ministério Público nos responder ou algum advogado com conhecimento. Alguém se habilita a nos esclarecer?

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Consolidando as conquistas - II


Passados quase 3 meses do prazo legal para que a Prefeitura de Itabira cumpra a Lei Complementar N.131, que obriga as cidades com mais de 100 mil habitantes a publicarem todas as despesas, de forma pormenorizada, o irresponsável governo do João Izael, até o momento, não cumpriu fielmente com o que determina a Lei.
A partir de 28 de abril, deram uma de "João-sem-braço" e publicaram parcialmente as despesas e ainda sem consistência alguma. A qualquer filtro que se escolhia, sempre retornavam os mesmos registros falhos e redundantes. Na conta da agência que atende a Prefeitura há anos, não identificava os nomes das empresas que ela intermediou e pagou, por exemplo. Fato denunciado aqui neste blogue (clique aqui para ver).

Como pena, Itabira pode deixar de receber verbas públicas federais, inclusive, podendo por fim na vinda de mais dinheiro, inclusive para a construção do Campus da Unifei, segundo sanções previstas nesta lei. De pouco ou nada vai adiantar promoverem trenzinhos da alegria, em visitas a Parques Tecnológicos, com Cácio Guerra, presidentes da Acita e da CDL, se o campus de Itabira não ficar pronto por falta de recursos. Se o município se arrasta, por causa de má gestão pública, enquanto não cumprir com a LC 131, não conseguirá sequer ser ajudado pela União.

Hoje, resolvi dar mais uma olhada no sítio oficial da Prefeitura, quando percebi, mesmo após várias tentativas, que não cumpriram até hoje com ela, fato esse, também, denunciado no Jornal O Trem, nas últimas edições. Vide provas abaixo, em diferentes horários:




Pelo que podemos perceber, o atual governo não gosta mesmo de transparência e, como tenho dito, deve ter lá seus motivos, principalmente no que tange a esconder as fortunas pagas para a mídia suja, aquela que se propõe a tentar queimar quem vai contra os interesses ocultos ou escusos do seu grupo, devidamente orquestrados pelo assessor de comunicação, Fernando Silva. São páginas e mais páginas de anúncios pagos com dinheiro público, ao que parece, como "recompensa" pelos sujos serviços prestados, com o intuito de desviar o foco do que eles mais querem esconder, para intimidar e/ou para coagir.

É mais um esquema do submundo insano e antiético para fazer crescer a política do ódio, um tipo de imundice subterrânea, de gente covarde, que atua como nesse banheiro abaixo. A cada defecada imunda, um spray de perfume fétido de uma propaganda enganosa, ou risca-se o fogo da queimação alheia. 

João Izael, Neidson, demais patrocinadores e articuladores do mal têm que compreender que essa "fórmula mágica", antes "eficiente", não funciona mais, porque erraram a mão, ao mexerem com muita gente boa, fazendo muitas vítimas levianamente. 91% dos nossos leitores afirmam que, a principal função da assessoria de comunicação da prefeitura, é queimar quem vai contra seus interesses. 94% sabe que a Câmara comete semelhantes atitudes.

Estou estudando um jeito de colocar aqui neste blogue, uma lista contendo os nomes dos anunciantes e dos responsáveis por anúncios sujos, para propormos um boicote coletivo contra a difamação. Assim que eu tiver tempo e achar uma solução, postarei aqui.

Grande abraço a todos e bom final de semana!


CANDIDATURAS DE DAMON E RONALDO ESTÃO AMEAÇADAS

O Diário de Itabira dessa semana matou a pau, em termos de isenção jornalística. A manchete de hoje traz, em letras garrafais, a palavra "AMEAÇADOS", referindo-se à matéria que expõe Damon de Sena e Ronaldo Magalhães, ambos do PV, com suas respectivas candidaturas ameaçadas à deputados estaduais.

Da parte do Ronaldo Magalhães, o pedido de impugnação partiu do Ministério Público Eleitoral, baseado em três problemas, difíceis de resolver: 1) quitação eleitoral (segundo o Diário, talvez motivado por débitos pendentes de alguma multa); 2) filiação partidária, quando o mesmo deu o golpe no PV itabirano, após sair do PSDB e 3) domicílio eleitoral, provavelmente porque o candidato tenha transferido seu título fora do prazo.

Já o Damon, mais uma vez foi vítima de outro ataque da situação, desta vez, proferido pelo PTB - Partido Trabalhista Brasileiro -, que pertence à base do grupão e do ex-deputado Ronaldo Magalhães. Pelo que se pode ver, não querem que Damon pegue o osso por nada!


Caso os dois sejam cassados, Alexandre Banana-PT e doutor Robson Esteves-PRTB correrão mais à vontade e disputarão, quase que sozinhos, pelos milhares de votos da oposição.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

ADEUS PASSIVIDADE


O trem tá ficando feio. Os itabiranos, antes pacatos cidadãos, resolveram partir para cima e começam a se manifestar. Não me recordo de movimentos como os que têm ocorrido, de 10 anos para cá. Os últimos que me recordei, ocorreram durante o governo do Jackson. A diferença dos de outrora para os atuais é que os que têm ocorrido recentemente, tem partido da sociedade (inclusive adolescentes e jovens), enquanto que os antigos eram incentivados pela antiga ala de oposição.

O mais recente movimento, muito bem registrado pelo repórter do Diário de Itabira de ontem,  pelo jornalista Ari de Souza, expõe o susto que os vereadores tiveram com o "bem humorado" protesto de quatro adolescentes (vide foto acima). No manifesto, eles se cobriram de lençóis, como fantasmas, pedindo o imediato cumprimento das políticas do ECA-Estatuto da Criança e o Adolescente. Acompanhados do psicólogo Rangel Sá Oliveira, o grito foi bem dado, em alto e bom som.

A comunidade do Orkut  "Itabira CQC Urgente" já contabiliza, hoje, 380 membros, em pouco mais de uma quinzena de vida. Pelo que se pode perceber, vem chumbo grosso por aí...


terça-feira, 13 de julho de 2010

EM CARTAZ: 36º FESTIVAL DE INVERNO DE ITABIRA

Recebi, no final de semana passado, a programação do 36º Festival de Inverno de Itabira. Como tenho andado mais fora da cidade, só hoje tive tempo de dar uma olhadela para, então, poder propor uma primeira análise. 
Dentre as atrações (clique aqui), a 36ª edição do Festival de Inverno, pelo que pude ler, conseguiu reunir pelo menos um clássico dos festivais, como a Companhia de Dança 1º Ato, e algumas atrações interessantes, como o shows com Dominguinhos, Moraes Moreira, Wilson Sideral e outras mais requintadas, como a Cia. Filarmônica de SP, tocando Beatles e um concerto com duo de violões e cravo. 
Na área de artes cênicas, algumas peças de teatro infantis, comédias e para adultos, que podem agradar bem ao público. Alguns artistas itabiranos compõem a programação, como o consagrado Tumbaitá; os Drummonzinhos; Coral da FCCDA; Ana Cristina; Luiz Bira; Prakatum; Tony Primo (quase esquecido da mídia); Gilson Panta; Marco Antônio e Natércia; Rosa Márcia e a Companhia Itabirana de Teatro.
Há ainda cinema, intervenções culturais na cidade e oficinas, que parecem ter contemplado mais a formação e melhoria da arte local.
Por contar só com cerca de 800 mil reais, a programação, a meu ver, foi até bem planejada e distribuída. Um show de ponta pode custar uns R$ 150 mil reais de cachê artístico, fora os custos de traslado, hospedagens, alimentações, sonorização e palco.
Contudo, o Festival, embora passe longe da pretensão de "ser referência nacional", como o prefeito gostava de prometer durante sua campanha de sucessão, ou ainda fique aquém de alguns antigos festivais, conta com uma interessante programação e merece ser acompanhado de perto.
As dicas que deixo para a superintendência são: ao invés de produzirem um vídeo do festival abordando a importância dos servidores na execução dele, que mude o foco da edição deste ano para mostrar o que o público sentiu, afinal, é para eles que tudo se destina. Outra dica é, da próxima vez, colocar no sítio da internet trechos dos espetáculos, para atrair mais o público. Por exemplo, soube hoje, que o Bebossa é um quarteto musical, cujos músicos não usam instrumentos musicais. Todos os sons tiram do próprio corpo. E deve ter sido muito legal.

Em tempo: Embora meu nome figure como  membro efetivo do Conselho de Cultura da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, desde que o Conselho, unânemente, vetou o pedido do programa Zé Geraldo na TV e o mesmo foi mantido pelo gabinete do Prefeito, não mais participei de nenhuma reunião. Assim sendo, os méritos e críticas à programação, no meu entender, não me cabem e sinto-me isento para opinar. Razão pela qual, fiquei à vontade para tecer a crítica acima.

MUDANÇAS DE COMPORTAMENTO

A corrida eleitoral deste ano, pelo que percebi, vai passar longe do comportamento das anteriores.

Dentro a ala enfraquecida do grupão, não se entendem bem; o vice -prefeito desligou-se; a ordem de "enquadramento" feita pelo Prefeito, meses atrás, não tem sido atendida pelos seus integrantes; perderam a Câmara Municipal; não conseguiram sequer fechar os nomes e, o pior, estão começando a cacifar o Prefeito João Izael como o novo "Uruca" político.

Dentro da ala opositora, também, não conseguiram fechar um projeto único, de consistência de oposição. Alexandre Banana-PT e Damon de Sena-PV, que se uniram nas últimas eleições, disputarão pelo mesmo cargo, dividindo as atenções e os votos de oposição, para Deputado Estadual.
E há ainda candidatos tentando correr por fora, como atual opositor e, ao mesmo tempo, como ex-integrante do grupão, Doutor Robson Esteves-PRTB, também, para Estadual.

O mais curioso, entretanto, tem sido o comportamento de alguns integrantes de primeiro e segundo escalões da Prefeitura, que têm avalizado e, pasmem, até pedido votos para Bernardo Mucida-PT, candidato a Deputado Federal. É bem provável que o Neidson Freitas-PP, após saber disso, se descabele ainda mais, porque seriam dele esse legado oficial. Bernardo transita bem na elite e junto aos formadores de opiniões, enquanto o Neidson transita melhor na camada popular e periférica.

No quesito poder de investimento, entretanto, é que prevejo que não ocorrerão derivações semelhantes. As campanhas de oposição tenderão ser limitadíssimas e as de situação, para garantirem as respectivas sobrevivências políticas, não poderão e não deverão poupar recursos.

Agora, voltando ao assunto principal, quais serão os motivos desse novo comportamento? No meu reles entendimento, tanto a situação, quanto a oposição, estão fragmentados e divididos, bem como pode-se perceber que seus candidatos não representam bem, à rigor, as características originais de suas bases. E mais, da parte do grupão, há gente boa e bem intencionada a fim de ver Itabira em outros rumos, bem melhores do que no atual cenário. É um sentimento estranho e atípico, que aponta para uma única possibilidade: os itabiranos estão órfãos de lideranças.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

PROTESTO DO CENTRO

Atendendo ao pedido da Jucileny Duarte, aí está o protesto dos moradores do centro. Segundo ela, "Este é um ato de protesto contra um buraco que está aberto há meses na rua Dona Eleonora, no Centro, sem resolução, o que ocorre em vários locais em Itabira".

Isso aí, Jucileny, continue conosco na defesa de Itabira!

sábado, 10 de julho de 2010

FESTA JUNINA NA CRECHE BOM PASTOR - HOJE À NOITE!!!

A Creche Bom Pastor promove, HOJE A PARTIR DAS 6 DA NOITE, uma Festa Junina, com apresentação dos músicos Sérgio & Delson, Alex Oliveira, quadrilha e comidas típicas.

O evento acontece na Rua João Camilo de Oliveira Torres, 718, em frente 
ao Centro Comercial do Bairro Praia. Segundo Edilson Lopes, presidente da entidade, o evento tem o objetivo de agradecer e valorizar o apoio dos colaboradores, em prol das crianças assisitidas.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

RECADO DO PV

Publicamos na íntegra:

"O Partido Verde (PV) de Itabira, recebe, neste sábado, 10/07, o candidato a Governador de Minas, José Fernando Aparecido e seu candidato a vice, Leonardo Mattos. Na oportunidade, José Fernando fará uma palestra sobre a situação minerária de Minas Gerais. Também estarão presentes o presidente estadual do PV, Ronaldo Vasconcelos; os coordenadores das bacias e sub-bacias hidrográficas de MG senhor Otávio Freitas, que é presidente do PV de Nova Lima e  secretário de assuntos estratégicos do PV estadual e Flávio Andrade, vereador em Ouro Preto e secretário de comunicação do PV estadual. O evento contará com a presença do vice-presidente do PV Itabira e candidato a deputado estadual, Dr. Damon. Os visitantes serão recebidos no Areão, próximo à Funcesi, as 10:00hs, com concentração marcada para as 08:00hs, de onde seguirão em carreata para o Memorial Carlos Drummond de Andrade. Em seguida, a carreata segue para o clube da Ativa, na Avenida Ipiranga, Bairro Amazonas, onde, às 11:43hs, haverá palestra proferida por Zé Fernando".

QUE VERGONHA...

Li, envergonhado e estarrecido, o texto do Márcio Passos, no blogue Rapadura, o texto "O VALE TUDO DA POLÍTICA" (clique aqui).

Nele, o jornalista denuncia a chegada da corrupção e de mau caráter da comunicação a Monlevade: "E como mau caratismo atrai mau caratismo, o que há de pior na política e na comunicação itabirana e que começou a chegar por aqui em carrões, chega agora também em caminhões de lixo da municipalidade, despejando em nosso mercado o que há de mais vergonhoso por lá".

É claro que temos pessoas de valor em Itabira, tal como há pessoas ruins em Monlevade e em qualquer outro lugar do planeta. Mas que a "exportação de lixo", lamentavelmente, é verdadeira, é. Para os que sabem ler nas entrelinhas, saberão quem ele acusa, ou os que se sentirem ofendidos, que vistam a carapuça.

BOA COMIDA E POR PREÇO JUSTO


Em minhas andanças, Minas afora, vivia me perguntando o porquê que Itabira contava com tão poucos restaurantes bons e confortáveis. Em Monlevade, a cidade conta com o Bufalo Bill e o Sucupira (um pouco pior do que no início, mas ainda bom). Era muito comum vermos itabiranos saírem à noite na cidade, principalmente nos finais de semana, por mero turismo gastronômico.

Em Itabira, bem maior, contávamos com poucas e limitadas opções. Hoje, com garantia de bom paladar, temos o Grill Gourmet, o discreto Trattoria de Prima,  Vide Gula e, agora, a Cantina da Lili, instalada em novo e confortável espaço, no bairro Areão (vide foto acima), ao lado onde funcionou a tímida instalação anterior (corrigindo: dentre outros). Isso sem falar das opções mais populares.

Agora, não temos o que reclamar. Parabéns à turma da Lili!

quinta-feira, 8 de julho de 2010

DILEMAS E PROBLEMAS

URUCA: boas lembranças da infância

Andei conversando com alguns amigos, nesses dias atrás, lembrando-me de um gracioso personagem, mas pouco bem-vindo da família 'Os Flintstones': o URUCA. Achei engraçado que poucos se lembraram dele. O engraçado personagem é este aí, ao lado, amigo do Bam-bam e da Pedrita (filhos do Fred e Vilma e Barney e Betty). Sempre que Uruca surgia, tudo passava dar errado, acidentes aconteciam, os dinossauros de estimação corriam e tudo virava um caos danado.

Quanto ao criativo nome dele, não sei quem veio antes, se o nome do personagem, ou o termo 'numa uruca danada', como momentos de azar sem fim.


URUCANDO O JOÃO

A minha lembrança do Uruca se deu após eu ler a manchete do Diário de Itabira, de terça-feira passada: "Presidente da Câmara sanciona projeto rejeitado por João Izael". Na matéria, Neidson Freitas expõe mais o prefeito: "É com muita tristeza que vejo o veto do prefeito para um simples projeto, para dar condição do povo humilde de usar a farmácia...". Outro fato estranho é por quê ele se posicionou longe do prefeito João Izael, no extremo oposto do vasto palco de inauguração da estrada MG129, em São Gonçalo. Não me lembro de ter visto ele sequer cumprimentar o João. Em tempo, recordo, é comum, na base deles, políticos queimados não aparecerem durante campanhas eleitorais, o que não quero dizer que seja esta a iniciativa.


ANTES DE SER URUCA, TÔ COM JOÃO

Neidson Freitas, desde que se elegeu vereador, anda afinado com João Izael, é parceiro do governo, é presidente da câmara apoiado pela base governamental, amigo (ou parceiro?) do Gui e Chiquinho, parece ter vários cargos indicados na prefeitura, mantém contrato com a mesma agência de propaganda da prefeitura (Promocional) e é membro da base do grupão. Só que há novos fatos que podem esclarecer essa nova postura. Dentre elas, as seguintes:
1) Estamos em época de eleições e Neidson precisa se projetar para deputado federal, sob pena de morrer politicamente, caso tenha uma votação medíocre;
2) O Governo João Izael vive numa uruca danada, no qual, quase nada tem dado certo e está com altíssima rejeição;
3) O G6 (novo grupo de vereadores contrários ao governo) cresceu e ganhou o clamor popular.


URUCAR OU NÃO URUCAR? EIS A QUESTÃO

Daí, imagino, o dilema vivido pelo Neidson e demais aspirantes da base do decadente grupão. Ser ou não ser grupão? Como se desfazerem da imagem de grupão? Aí que está a questão central para os marqueteiros desenrolarem!

O que parece não terem previsto, neste salve-se quem puder, foi: E o pobre do João Izael? Vai ser queimado vivo? Eu, na minha modesta opinião, não acho justo. Afinal, quem comeu a carne, que roa os ossos. Se o posicionamento dos apoiadores, na atual campanha for esse, o João sai mais queimado ainda, a prefeitura termina na UTI e quem ajudar a queimá-lo receberá o rótulo de covarde.

Os esforços, ainda na minha opinião, deveriam ser de solidariedade e de pegarem nos chifres para melhorarem a imagem do todo, mesmo que pareça impossível no momento. Ou será que estou errado?


quarta-feira, 7 de julho de 2010

CASA DO SANTEIRO ALFREDO DUVAL

A  situação  da  Casa  do Santeiro Alfredo Duval é preocupante. 
Fiz  esta  fotografia ontem, dia 07 de julho. 

"Este São Benedito do velho santeiro Alfredo Duval"
(Confidências de um Itabirano - CDA)

terça-feira, 6 de julho de 2010

PROPAGANDA ELEITORAL NA INTERNET

Os candidatos aos cargos eletivos na eleição de outubro deste ano já podem fazer propaganda e apresentar suas propostas de trabalho. Além dos meios midiáticos já usados em outras empreitadas, a novidade deste ano é a formalização do uso da internet para as campanhas. As determinações e organização do que poderá ou não ser usado pela rede mundial de computadores, está disposto na Resolução 23.191 do TSE. 

TOMA LÁ DA CÁ!

Da mesma forma que a internet oferecerá aos candidatos uma oportunidade excelente de fazer um, digamos, corpo a corpo eletrônico com seus possíveis eleitores, teremos também um instrumento significante para conhecer a história e o caráter daqueles que vierem pedir nosso voto, pois não podemos negar que uma boa pesquisa no google faz milagres!

A SORTE FOI LANÇADA!

Itabira precisará mesmo de uma boa dose de sorte caso queira ter um representante no Congresso Nacional e na Assembléia Legislativa de Minas. A cidade conta com pouco mais de cem mil habitantes para atender uma generosa fila de candidatos prontos à lutar pela a maior fatia deste bolo. Segundo matéria publicada, hoje (6), na Defatoonline, Itabira terá os seguintes candidatos na disputa:

DEPUTADOS ESTADUAIS
  • Jânio Nunes Martins (PSOL)
  • Alexandre de Faria Martins da Cosa (PT)
  • Damon Lázaro de Sena (PV)
  • Ronaldo Lage Magalhães (PV)
  • Élson Ferreira Sá (PMDB)
  • Robson Matos Esteves (PRTB)
DEPUTADOS FEDERAIS
  • Neidson Dias Freitas (PP)
  • Adício Dias Soares (PTN)
  • Cleverson Lobo Buim (PSOL)
  • Bernardo Mucida (PT)
Mal terminou a Copa do mundo, com a apática participação de nossa Seleção, e já estamos na largada para a corrida eleitoral. Então, segurem-se em suas poltronas e amarrem bem seus cintos, pois a partir de hoje começam as campanhas eleitorais para escolha de Presidente, Governadores, Senadores e Deputados.

Desejo sorte aos candidatos e, caso tenhamos  um destes  como nosso representante,  que  trabalhe sobre o signo do compromisso verdadeiro por Itabira.
NAUFRÁGIO

Perda de controle total. O Mauro Moura, no artigo abaixo, expôs a perda do controle do Governo João Izael sobre a Câmara Municipal. O G6, grupo formado por 6 vereadores, que passaram a atuar e deixaram de avalizar tudo que o Governo manda, gostou do retorno da nova postura e já começa a colher os primeiros frutos. Eles não querem tomar mais bênçãos e se posicionam firmes, em respeito aos seus eleitores.

Para os governantes, prevalece o sentimento da barca furada e da reputação naufragando. A nau do executivo não aguenta mais de tantos remendos. Nem os pseudojornais, nem a propaganda oficial consegue garantir mais a proa dessa navegação no rumo planejado. Ela mergulha pesada para o fundo, sem controle algum.


MAIS UM TORPEDO

Não bastasse a perda da Câmara, agora mais um torpedo sagaz, contra a má informação e enganação. A nova vedete vem, também, da tecnologia como meio de difusão de massa, via internet. Primeiro, vieram os blogues e Twitters, agora, é a vez do velho conhecido nosso, o Orkut, como mais uma arma de defesa dos itabiranos. Está no ar a comunidade "CQC Itabira Urgente" (clique aqui para conhecer). 

Pelo que deu para entender, há hoje uma comunidade com nada menos do que 347 usuários do Orkut, ávidos por assistirem uma reportagem do CQC aqui em Itabira.  Só para terem uma idéia dessa explosão, no dia 28/6,  segundo um seguidor do nosso blogue verificou, eram apenas 63 usuários. No dia seguinte, quase que triplicou, batendo a marca dos 173 participantes. (E não olhem para mim, porque não foi idéia minha!)

O sucesso repentino desse tipo de canal de massa, sobretudo em cima do nosso blogue, é o fato de contar só com notas rápidas e comentários diretos, sem maiores explicações ou defesas, escritos por qualquer membro do Orkut, que é, de longe, mais numeroso do que qualquer blogue.

E então? Como será que o Fernando Silva vai reagir desta vez? Será que vai mandar bater nos 347 membros dessa comunidade? Quem é essa galera toda? De onde são e quem são? Quantos serão amanhã?

Alô CQC, os itabiranos estão louquinhos por vê-los aqui!
Em tempo: Para quem não sabe, CQC é um programa da Band, liderado pelo Marcelo Tas, exibido nas segundas-feiras, às 22:15 horas, que achincalham com as vidas dos maus políticos e demais celebridades. E se vierem aqui, pelo visto, terão pautas para, pelo menos, uns 10 ou mais programas...

Governo João Izael continua em derrocada

Após reunião na Câmara Municipal de Itabira nesta Terça-feira, cada dia mais se confirma este fato.

Já no início desta semana os seis vereadores que se mantêm contrários ao prefeito itabirano derrubaram o veto a respeito da publicação na internet da lista de remédios que as farmácias públicas dispoem em seus estoques.

Em segunda votação e após tentativa de protelar o fato da parte do representante do governo na Câmara, com o vereador Geraldo Turrinha, o grupo de seis vereadores descontentes continuaram firmes e mantiveram a mesma votação da semana passada: 6 x 4.

Com isto a LDO - Lei de Diretrizes Orçamentárias, teve o limite de remanejamento de 35% por parte do prefeito municipal sem consulta aos vereadores para o antigo patamar de 10%, engessando ainda mais fluidez e liberdade com que contava o administrador municipal.

Esta era uma solicitação antiga de alguns cidadãos itabiranos e este patamar foi elevado no passado para os 35% quando ainda imperava altas inflações no Brasil e com a estabilidade financeira isto se tornou desnecessário pois as previswões de gtastos com o orçamento ficaram mais fáceis de serem calculadas.

No passado mês de Maio a atual administração municipal já sofrera um baque com a necessidade da eleição anual do presidente da Câmara de Vereadores, também votada naquela casa e se realmente o prefeito quiser interferir terá de negociar este cago ano após ano.

domingo, 4 de julho de 2010

A NOVELA DA OBRA DA UNIFEI

Mesmo o reitor da Unifei, Renato Aquino, tendo se permitido aparecer na campanha de sucessão do prefeito João Izael, nas eleições de 2008, praticamente avalizando a permanência do prefeito no cargo, ao que parece, a contrapartida não tem sido atendida.

Na sua primeira gestão, foram votados mais de 20 milhões de reais para a obra e nada foi feito. Na ocasião, o vereador Alexandre Banana (PT) havia questionado sobre onde foi parar o dinheiro aprovado pela Câmara e o Prefeito não deu qualquer satisfação para a sociedade. E mesmo assim, a direção da Unifei ainda parecia simpática à reeleição.

Então, João foi reconduzido ao cargo, passaram-se um ano e meio e as obras encontram-se atrasadas por quase 5 meses, segundo o Jornal Correio de Notícias (n. 43). Da parte da Vale e do Governo Federal (reitoria da Unifei), os pactos estão sendo respeitados e cumpridos, pelo que se pode ver. Já da parte da Prefeitura, a qual seria a maior beneficiada politicamente, deslizes e pouca atenção. O reitor já se reuniu com o Prefeito por duas vezes para resolver e advertiu que se a obra for entregue só em dezembro (fora do último prazo pactuado), ocorrerão transtornos imensos, ainda segundo informações do Correio de Notícias. 

Atualmente, o antigo prédio do Sesi, onde funciona provisoriamente a Unifei, já conta com instalações provisórias sem conforto para os alunos e, para agravar, o número de alunos deve dobrar.

Eu, particularmente, fico sem entender como é que João Izael, que fora tão bem recebido e abençoado pelo grande número e pela qualidade de seus seguidores da sociedade itabirana, tenha se permitido cair na tentação de colocar nos seus primeiros escalões gente pouco comprometida e incapaz (salvo alguns nomes aqui já revelados, mas com pouca penetração). E, enquanto isso,  a Câmara fica muda, o Presidente dela, Neidson Freitas, se ocupa mais com a vaidade e em ficar tomando café com convidados e Itabira padece...

EM ALTA

Como estou com um tio internado no Hospital Nossa Senhora das Dores, de uns 15 dias para cá, tenho ido ao hospital para visitá-lo e, na oportunidade, tenho reparado o atendimento e o funcionamento da entidade.

Mesmo com uma dívida herdada milionária, os serviços hospitalares e de "hotelaria" estão sendo muito bem executados, por um corpo de enfermagem super atencioso, ouvidoria ativa, médicos dedicados e bem humorados e até mesmo com um serviço de nutrição de excelente qualidade e muito aprecidado pelos acompanhantes dos usuários. Meu tio mesmo, nem fala mais em querer voltar para casa. Cheguei a brincar lá ontem, sugerindo que o pessoal piore um pouco o atendimento, senão ninguém vai querer sair de lá. Por brincadeira mesmo, é claro!

Recentemente, o Hospital ainda inaugurou duas alas novinhas, com direito a televisores inclusive para os pacientes do SUS. Parabéns à turma do Reginaldo Calixto!

Para a Vale e a Prefeitura, uma dica: Dêem para esta nova mesa diretora a mesma atenção e recursos que deram para meu pai, Fernando Leal, quando foi provedor da Irmandade, porque essa turma está afim de mostrar serviço e Itabira merece.


sexta-feira, 2 de julho de 2010

PARA SEMELHANTES ESTRATÉGIAS, DESTINOS IGUAIS

Como transito com certa frequência por João Monlevade, atendendo serviços para clientes da cidade, tenho notado situações na comunicação local, muito semelhantes das que ocorrem aqui em Itabira.

Vejam só, o ex-prefeito Carlos Moreira conseguiu um espaço na Rádio Cultura-AM (segundo informações, pertencente ao deputado estadual Mauri Torres-PSDB), para ficar pegando no pé do prefeito Gustavo Prandini (PV). Como resposta, a Rádio Alternativa-FM (me parece que do deputado federal José Santana-PR), respondeu com  outro programa de igual nível, "defendendo" o Prandini de forma forçada, antiética e infantil. É o jogo de quem se suja mais. O Prandini, que tinha tudo para se projetar na política regional e que tinha a obrigação de ser limpo, tal como pede sua sigla partidária (Partido Verde), se atolou na lama. Coincidentemente, há gente do grupão infiltrada com ele. Como resultado disso tudo, está com aceitação abaixo da crítica. É uma pena. Como já disse aqui, depositei nele as melhores expectativas.

Da esquerda para a direita, Deputado Estadual Mauri Torres (PSDB),  Prefeito João Izael (PR) e Deputado Federal José Santana.

Na minha modesta opinião e pelo que ouço falar desses deputados, duvido que estejam satisfeitos com essa lambança toda, ou que venham levar alguma vantagem nisso.


EM BAIXA

Essa mania de alguns acharem que contratar ou permitir que pessoas da pseudoimprensa, ou que políticos façam uso de recursos de comunicação bancados por eles próprios ou com recursos públicos (que é bem pior), para achincalhar com as reputações de pessoas que contrariam seus interesses, concorrentes e profissionais da imprensa, além de deplorável, tem começado a criar asco nos eleitores. Como resposta, os eleitores, hoje mais estudados e mais politicamente ativos e conhecedores, têm os colocado com a aceitação em franca queda.

Em Itabira, desde o governo do Ronaldo Magalhães, praticam-se essas artimanhas. João Izael, por exemplo, chegou a fazer uma coletiva com os donos da imprensa itabirana, no dia 06 de maio passado, segundo o blogue Luiz do Mosaico, quase que implorando para falarem bem dele. Ele, seu pupilo (presidente da câmara de vereadores Neidson Freitas) e o Ronaldo Magalhães, têm vivido debaixo tempestades que não terminam.
Nossas enquetes para avaliarem as assessorias de comunicação deles continuam ativas, esperando sua opinião. Os que votaram até agora, na maioria, rechaçam essas más condutas. O povo está mais esperto. Graças a Deus.

A lama está no balde e o ventilador no teto. E então? Quem se habilita a colocá-la nas pás e ligar o ventilador desta vez?

Bom final de semana para todos!

NOVIDADE!

Bernardo Mucida mandou-me um e-mail comunicando que seu nome passou na convenção para Deputado Federal pelo PT. É mais um nome de um jovem, com determinação e com tamanha responsabilidade pela frente. Alexandre Banana, também, passou e virá para Deputado Estadual pelo mesmo partido.
Para estadual, Damon e Ronaldo Magalhães (ambos do PV), na semana passada, já tinham sido também confirmados.


E MEUS TEMORES...
Tentei entender o porquê do Banana vir para Estadual, sabendo que o Damon, também, viria para o mesmo cargo, sendo que eram parceiros e militaram na mesma frente para mudar esse cenário assombroso que se consolidou em Itabira. Não resisti e perguntei a um integrante de peso do PT o porquê disso. Na resposta, ele se defendeu em dizer que o Damon foi convidado algumas vezes para ajustarem isso; ele não compareceu às reuniões do PT e não justificou. Daí, entenderam que o PT itabirano não poderia ficar de fora do cenário e assim, acabou prevalecendo aquela sequela da inauguração da sede do PV, com Ronaldo e Neidson no palanque e Alexandre no chão.

O que antevejo, para os dois, se não estiver errado, é o seguinte: 
1) HARAQUIRI: Para o(s) que se sair(em) mal nas urnas, morte politica. Bom para o grupão.
2) Se a oposição ao grupão havia colhido bons frutos com a coesão nas últimas eleições, com os desvios dos focos e divisão, vai ficar difícil defender os dois depois, principalmente se os resultados forem aquém do que já alcançaram (que é bem provável).
3) O espaço político para novas frentes e novos nomes vai aumentar significamente.
4) Se Damon vence para Estadual, a situação ganha o discurso de que "Itabira não pode perder um deputado" (e a Acita, parere, ainda não sacou isso no "Movimento Apartidário").


COITADOS DOS ELEITORES
Pelo que se desenhava, veio a confirmação: a ruptura política pegou em cheio os dois lados políticos até então remanescentes. Nem o grupão, nem a oposição conseguiram alinhavar, até agora, um projeto político consistente e único, dentro de suas respectivas facções, é claro. 

Roberto Chaves rachou com o grupão, o grupo do Ronaldo puxa de um lado, o G6 para outro e por aí vai. Estamos no tempo do cada um por si, o que é bom para Itabira, por enquanto, porque não havia  porquê de termos apenas duas frentes, com representatividades fracas ou duvidosas. Tentativas, por certo, vem ocorrendo. A Acita, com a participação resistente (ao que parece) de entidades parceiras, apresentou o antigo modelo de validação de candidaturas locais: o "Movimento Apartidário". Só que se esqueceu de convencer bem a sociedade da sua isenção partidária.

O que restam são dúvidas e mais dúvidas para os pobres eleitores. 


NOVO DESENHO 
A vantagem é que, graças às essas manobras, começa a desenhar um novo cenário muitíssimo favorável para uma boa novidade, para um novo grupo e um novo nome. 

Outro ponto a favor desse cenário novo é que a mídia do mal perdeu terreno e força pela saturação de seus excessos. Caiu no descrédito total, com centenas de processos e sentenças judiciais. A discussão, de agora em diante, terá que ser em alto e bom nível de educação. Valerá o comprometimento com as idéias, não com os factóides plantados.

Pelo visto, com raríssimas excessões, 2010 tende a ser o ano dos bois de piranha para quem tinha algum capital político e tende ainda ser uma janela de projeção para os ilustres desconhecidos. Para quem se preservou, (ou que tiver mais sorte) os caminhos estarão mais abertos em 2012.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Parque Natural Municipal Ribeirão São José, Help!!!!














Na Semana passada resolvi dar um giro de bike e o destino escolhido foi o Parque Natural Municipal Ribeirão São José ou Usina Hidroelétrica São José. Depois de 25 km e algumas horas passando por estrada de terra cheguei ao destino.
Bom, no meio do caminho observamos algumas placas indicativas inclusive com tradução em inglês, quase chegando avistamos uma bela cachoeira, mas a expectativa criada não correspondeu ao que vimos.

Foi desolador encontrar um patrimônio belíssimo, marco histórico de nossa cidade parcialmente abandonado parecendo até um cenário para filme de terror. Só não estava pior porque há um funcionário de uma empresa terceirizada que reside na escola desativada anexa a Usina e presta serviços para a prefeitura com o intuito de manter o local limpo varrendo e capinando o entorno da usina.

Após tirar algumas fotos, partimos, pois não havia mais nada para contemplar naquele “Parque Natural”.
Chegando em casa, além do cansaço de quase 50 km, a frustração era predominante. Ver todo aquele valioso bem público se deteriorar e pior, ele se encontra do jeitinho que estava quando o visitei em 2003. Exausto me fiz a seguinte pergunta: - Por que o Parque Natural Municipal Ribeirão São José está abandonado?

Então a frustração virou inquietação e incômodo. E comecei a pesquisar sobre o local, me lembrei que havia um projeto muito interessante, uma parceria entre o Vale (na época Companhia Vale do Rio Doce) e o Município.

Estabeleci alguns contatos, algumas pesquisas na internet e encontrei o tal projeto. No próximo post...