Who's amoung us?

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Imprensa Chapa Branquééééérriiima!!!

Fico "abestado" com essa Imprensa emprensada de Itabira. O maior acontecimento político de Itabira deste a reeleição do Grupão está sendo esse tiro no dois pés do Ronaldo. A cidade toda está comentando, em butecos, igrejas, esquinas e escritórios; por onde se vai, só se fala nisso. Ontem, uns poucos gatos pingados da imprensa apareceram na reunião do PV e confesso que tenho uma enorme curiosidade para ler o que vão publicar dentro de uns 15 dias ainda, já que a grande maioria dos jornais de Itabira tem sua periodicidade dependente das verbas para publicidade da prefeitura. Quer um exemplo de como é a nossa imprensa? O site DeFato on line, até agora, às 16:20 Hs, do dia 30 de outubro, publicou um blá-blá-blá sem fim como previsão do tempo em Itabira (alguem precisa disso debaixo dessa chuvarada toda?), concurso público de Congonhas (200 Km's de Itabira) e lógico, uma propagadinha da prefeitura sobre entrega de óculos... mas sobre a vinda do Deputado Federal Zé Fernandes para calar a boca de Ronaldo e dizer que ele mentiu descaradamente, não há uma notinha...!!! Mas não é só a DeFato, outros jornalecos por aí também. E viva a "Emprensa" Itabirana!!!

A BHtrans pode multar infrações de trânsito?

Segunda Turma discute possibilidade de particular exercer poder de polícia!

Está em discussão na Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) se a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) tem poder de multar os infratores do trânsito da capital mineira.
O julgamento está interrompido devido ao pedido de vista do ministro Herman Benjamin, ocorrido após o relator, ministro Mauro Campbell Marques, julgar pela incompetência da empresa aplicar multa.
A questão está sendo debatida em um recurso especial do Ministério Público de Minas Gerais contra conclusão da Justiça mineira no sentido de que a BHTrans pode aplicar multas aos infratores de trânsito. O MP acredita que a decisão viola o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).
O ministro Mauro Campbell Marques entende ter razão o MP.

O poder de polícia é o dever estatal de limitar o exercício da propriedade e da liberdade em favor do interesse público, conceitua. E suas atividades se dividem em quatro grupos: legislação, consentimento, fiscalização e sanção. “

No âmbito da limitação do exercício da propriedade e da liberdade no trânsito, esses grupos ficam bem definidos: o CTB estabelece normas genéricas e abstratas para a obtenção da Carteira nacional de habilitação (legislação); a emissão da carteira corporifica a vontade do Poder Público (consentimento); a Administração instala equipamentos eletrônicos para verificar se há respeito à velocidade estabelecida em lei (fiscalização); e também a Administração sanciona aquele que não guarda observação ao CTB (sanção)”, explica o relator.
Dessa forma, conclui, apenas os atos relativos ao consentimento e à fiscalização são delegáveis, mas não os referentes à legislação e à sanção, pois estes derivam do poder de coerção do Poder Público. “No que tange aos atos de sanção, o bom desenvolvimento por particulares estaria comprometido pela busca do lucro – aplicação de multas para aumentar a arrecadação”, finaliza. Ainda não há data para que a discussão seja retomada. Além do relator, ministro Mauro Campbell Marques, e do ministro Herman Benjamin, compõem a Segunda Turma a ministra Eliana Calmon e os ministros Castro Meira e Humberto Martins.

A BHtrans pode multar infrações de trânsito?

Segunda Turma do STJ discute possibilidade de particular exercer poder de polícia, A EMPRESA DE TRANSPORTE E TRANSITO DE BELO HORIZONTE- BHTrans.

Está em discussão na Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) se a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) tem poder de multar os infratores do trânsito da capital mineira. O julgamento está interrompido devido ao pedido de vista doministro Herman Benjamin, ocorrido após o relator, ministro Mauro Campbell Marques, julgar pela incompetência da empresa aplicar multa.
A questão está sendo debatida em um recurso especial do Ministério Público de Minas Gerais contra conclusão da Justiça mineira no sentido de que a BHTrans pode aplicar multas aos infratores de trânsito. O MP acredita que a decisão viola o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O ministro Mauro Campbell Marques entende ter razão o MP.
O poder de polícia é o dever estatal de limitar o exercício da propriedade e da liberdade em favor do interesse público, conceitua.
E suas atividades se dividem em quatro grupos: legislação, consentimento, fiscalização e sanção. “No âmbito da limitação do exercício da propriedade e da liberdade no trânsito, esses grupos ficam bem definidos: o CTB estabelece normas genéricas e abstratas para a obtenção da Carteira nacional de habilitação (legislação); a emissão da carteira corporifica a vontade do Poder Público (consentimento); a Administração instala equipamentos eletrônicos para verificar se há respeito à velocidade estabelecida em lei (fiscalização); e também a Administração sanciona aquele que não guarda observação ao CTB (sanção)”, explica o relator.
Dessa forma, conclui, apenas os atos relativos ao consentimento e à fiscalização são delegáveis, mas não os referentes à legislação e à sanção, pois estes derivam do poder de coerção do Poder Público. “No que tange aos atos de sanção, o bom desenvolvimento por particulares estaria comprometido pela busca do lucro – aplicação de multas para aumentar a arrecadação”, finaliza. Ainda não há data para que a discussão seja retomada. Além do relator, ministro Mauro Campbell Marques, e do ministro Herman Benjamin, compõem a Segunda Turma a ministra Eliana Calmon e os ministros Castro Meira e Humberto Martins.Segunda Turma discute possibilidade de particular exercer poder de polícia

Está em discussão na Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) se a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) tem poder de multar os infratores do trânsito da capital mineira. O julgamento está interrompido devido ao pedido de vista do ministro Herman Benjamin, ocorrido após o relator, ministro Mauro Campbell Marques, julgar pela incompetência da empresa aplicar multa.
A questão está sendo debatida em um recurso especial do Ministério Público de Minas Gerais contra conclusão da Justiça mineira no sentido de que a BHTrans pode aplicar multas aos infratores de trânsito. O MP acredita que a decisão viola o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O ministro Mauro Campbell Marques entende ter razão o MP. O poder de polícia é o dever estatal de limitar o exercício da propriedade e da liberdade em favor do interesse público, conceitua. E suas atividades se dividem em quatro grupos: legislação, consentimento, fiscalização e sanção. “No âmbito da limitação do exercício da propriedade e da liberdade no trânsito, esses grupos ficam bem definidos: o CTB estabelece normas genéricas e abstratas para a obtenção da Carteira nacional de habilitação (legislação); a emissão da carteira corporifica a vontade do Poder Público (consentimento); a Administração instala equipamentos eletrônicos para verificar se há respeito à velocidade estabelecida em lei (fiscalização); e também a Administração sanciona aquele que não guarda observação ao CTB (sanção)”, explica o relator.
Dessa forma, conclui, apenas os atos relativos ao consentimento e à fiscalização são delegáveis, mas não os referentes à legislação e à sanção, pois estes derivam do poder de coerção do Poder Público. “No que tange aos atos de sanção, o bom desenvolvimento por particulares estaria comprometido pela busca do lucro – aplicação de multas para aumentar a arrecadação”, finaliza. Ainda não há data para que a discussão seja retomada. Além do relator, ministro Mauro Campbell Marques, e do ministro Herman Benjamin, compõem a Segunda Turma a ministra Eliana Calmon e os ministros Castro Meira e Humberto Martins.

A Visita do Deputado Federal Zé Fernando-PV



Onze dias depois que o Deputado Estadual Ronaldo Magalhães, ex-PSDB, anunicou o golpe no PV itabirano, ao se filiar pelo PV de BH, para disputar o mesmo cargo pretendido pelo seu opositor Damon de Sena e ter disparado irritado que não tinha que dar satisfação ao "Zé Fernando", o Deputado Federal José Fernando Aparecido de Oliveira-PV esteve em Itabira, à pouco, para garantir que Damon será candidato ao cargo pretendido.

Com discurso bem mais ético e ponderado, José Fernando se esquivou de rebater as críticas disparadas pelo Ronaldo e fez questão de afirmar que Damon é o candidato dele e do PV de Itabira, até mesmo porque o Ronaldo transferiu seu título para Belo Horizonte, ou seja, pertence a outro colégio eleitoral, defendeu o deputado federal. Fato que nada impede dele (Ronaldo Magalhães) vir aqui e pedir os votos dos itabiranos.

O GOVERNADOR NÃO INTERFERIU NO GOLPE, segundo Zé Fernando
Ainda no seu discurso, José Fernando revelou que esteve, anteontem com o Secretário Estadual Danilo de Castro e com o Governandor Aécio Neves e que os dois alegaram que só ficaram sabendo da filiação do Ronaldo Magalhães ao PV pela imprensa, desmentindo a versão do deputado estadual que havia feito a antiética manobra a pedido do Governador.

VELAS PARA TODOS OS SANTOS
O Prefeito de João Monlevade, Gustavo Prandini-PV, também esteve em Itabira para dar apoio ao Damon e ressaltou a importância do médico itabirano disputar as eleições, por causa de seu passado e idealismo alinhado ao PV. Ao ser perguntado pelo Filhos-do-Cauê se ele trabalhará para o Damon, Prandini lamentou que já havia se comprometido com o Deputado Estadual Agostinho Patrus Filho, mas que ele sempre acolherá com cordialidade e respeito o Damon e todo e qualquer político regional que se alinhe com eles.

A TENTATIVA DE CORREÇÃO
Pelo que se pôde perceber é que a saída encontrada pelo PV estadual foi tentar validar as duas candidaturas, a do Ronaldo, por BH, e a do Damon, por Itabira. Se conseguirem, é claro! Parece ser nesse sentido as negociações estaduais para desfazer o estranho e mal explicado erro da executiva estadual.

PRIMEIRAS CONCLUSÕES
De qualquer forma, a possível aprovação da candidatura dos dois, na mesma chapa, pode contribuir para que um aumente a legenda a favor da eleição do outro, mas a maior tendência é de melar o interesse dos dois e ainda, de sobra, quer queiramos ou não, por combustível na discussão dos incrédulos, de que os dois vinham "namorando" a algum tempo, numa pecaminosa dobradinha.
Do pouco que conheço Damon, ao ter atendido na sua candidatura passada e pelos inflamados discursos dele ontem à noite, ele quer, na verdade, é o pescoço do Ronaldo.

MUDANDO DE ASSUNTO

Saindo do já chato assunto, Ronaldo Magalhães/PV/Damon, trago a discussão um tema que deve ser tratado com carinho por todos. É o caso das reformas do casario colonial de nosso Centro Histórico, tão agredido e descaracterizado, que quase não merece o título de Centro Histórico.
Dizem que a atual administração achou por bem decretar que as cores “oficiais” de Drummond são o azul e branco e que todas as casas deverão ser assim pintadas.
Pensamento tosco e tacanho que demonstra desconhecimento de causa, e falta de bom gosto. As casas já reformadas, pelo poder público ou pelos particulares, pintadas em cores diversas (desde que discretas), dão vida e colorido a cidade, como era antigamente. Estabelecer a ditadura das cores é coisa muito provinciana que merece ser rechaçada. Vejam o caso do Museu de Itabira, tão bonito pintado de marrom claro (ou bege, sei lá). Será agora pintado da cor “oficial” de Drummond. Drummond que tanto lutou contra a coisa “oficial”, formal, ditatorial, agora verá, de onde estiver, sua Itabira estabelecendo sua “cor oficial”.
Será que não tem ninguém de bom gosto no COMPHAI ou no Departamento de Turismo da PMI???

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Damon nega dobradinha e afirma que é ainda candidato a deputado pelo PV

Durante a reunião ocorrida a pouco com a imprensa, Damon de Sena ratifica sua candidatura a deputado estadual; anuncia a vinda do deputado federal José Fernando Aparecido de Oliveira-PV para amanhã, com novas revelações "que todos vocês vão gostar" e promete encaminhar um dossiê para a Executiva Nacional do PV, para tentar impugnar a vinda do Ronaldo Magalhães, no qual, garante ele, há uma série de irregularidades do ex-prefeito Ronaldo Magalhães.

A expectativa do PV itabirano é que a Executiva Nacional negue a candidatura do Ronaldo, articulada por baixo da mesa com os Deputados Antônio Roberto e o Tiago Ulisses, baseado no estatuto do partido que estabelece que pessoas envolvidas com corrupção não podem se candidatar pelo PV.

Foi definida, por aclamação geral dos presentes, uma manifestação no dia 07/11, às 10 horas da manhã, saindo da Praça Acrísio.




O pevista concluiu com a seguinte afirmação: "Damon passa fome, mas não se vende em hipótese nenhuma!".

REAÇÃO: DAMON CHAMA IMPRENSA PARA COLETIVA

Em coletiva agora a pouco, Damon de Sena-PV reuniu militantes, simpatizantes e direção do PV Itabirano, no auditório do Sindicato dos Rodoviários, para dar mais detalhes sobre o golpe proferido pelo Deputado Estadual Ronaldo Magalhães, ex-tucano, agora no PV.

Após criticar a atitude do seu concorrente, Damon reinterou sua posição como pré-candidato a deputado estadual pelo PV e afirmou que, se a executiva estadual não o aceitar como candidato por Itabira, não hesitará em sair do PV.

Se dias atrás, nós da imprensa, a sua própria militância e populares criticamos sua lentidão diante do duro golpe sofrido, chegando alguns a até a imaginar que ele faria parte de um possível acordo com o grupão, depois desse encontro, ficou mais claro e compreensível: Damon optou por uma reação mais fria, calculista e inteligente, como bom médico que é, só depois de analisar com calma, serenidade e sem fanatismo ou extremismo. Pelo que expôs, reações tempestivas só poderiam atrapalhar ainda mais a situação, porque ele e o PV itabirano muito teriam a perder, referindo-se ao legado alcançado nas eleições anteriores e sugerindo que seu opositor não tinha mais o que perder, como justificativa para o golpe, ou seja, como ato de desespero.

Nos bastidores, a turma do PV não parou de trabalhar e costurar apoios na região, no estado e no país. Tanto é que conseguiram, para amanhã, outra coletiva com o Deputado Federal José Fernando Aparecido de Oliveira, que promete avalizar a candidatura de Damon, ainda para deputado estadual, no próximo ano.

Reações como esta atestam o amadurecimento do político Damon e o projeta, sem qualquer sombra de dúvidas, como um dos mais influentes, idôneos e preparados candidatos para assumir cargos eletivos.

Ah! E o Ronaldo? Uai... é mesmo... acabamos nos esquecendo dele...

FURO: Deputado Federal José Fernando em Itabira amanhã

O Deputado Federal José Fernando Aparecido de Oliveira - PV estará em Itabira, amanhã, dia 30, para coletiva com a imprensa, na sede do PV, às 10 horas da manhã, para expor o posicionamento do PV Estadual sobre o golpe no PV Itabirano!

Ainda na pauta, segundo o Presidente do PV Itabira, Jadir Eustáquio do Espírito Santo, Jadirão, serão apresentados os posicionamentos da executiva nacional. Eiitttaaa!

Sobre comentários anônimos

Temos recebido alguns (poucos) comentários anônimos, nos quais são apresentadas denúncias de armações, contendo citações de nomes de políticos locais, recusados pela editoria do blog.

Somos democráticos, mas somos responsáveis. As regras do blog Filhos do Cauê são claras: aceitamos comentários de opiniões anônimas, desde que não exponham denúncias e as vinculem a nomes de pessoas. Caso o(s) interessado(s) queira(m) reinterar essas denúncias, pode(m) postá-la(s) novamente com a(s) devida(s) identificação(ões) de autoria, com nome completo, RG, CPF, endereço e telefone de contato, que serão publicadas após confirmação de origem.

Notem que, todas as críticas mais severas aqui postadas têm autorias identificadas e quaisquer um de nós estamos sujeitos a responder nos termos da leis.
VALEU TONNY!


Tenho informações que confirmam o que o Tonny postou abaixo.

Na reunião do PV de Itabira na noite desta quinta-feira a cobra vai fumar.

O médico Damon Lázaro de Sena vai deixar bem clara sua posição diante da entrada de Ronaldo Magalhães pelas portas dos fundos do partido e deve deixar o PV.

Eu faria mais ainda. Deixava o Jandirão lá na presidência para atazanar a vida do verde de ocasião e apoiava outro candidato itabirano para deputado estadual.

Ao que me parece, Ronaldo Magalhães deu um tiro no pé.

Que vontade me dá de transferir o título para Itabira e votar em Damon em 2012.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

VÃO FALAR SIM!!!

Amigo Márcio dos Passos Firmes, estive hoje com Jadirão, presidente do PV e com Betão, eterno diretor do PV. Com o presidente, discutimos o cerimonial, chamadas de som volante na rua etc. Com Betão, para fazê-lo ouvir dos meus reclames. Pelo que pude observar, amanhã será o "DIA D", pois o que ninguém espera é ficar no lero-lero. A imprensa inteira foi convocada e vai estar lá em peso para ouvir o que o PV tem a dizer oficialmente sobre o caso. Não quero adiantar nada, mas posso dizer que será imperdível. Quem viver, verá!

DAMON VAI FALAR (!?)

Leio o furo de reportagem do Fernando Martins aqui no Filhos do Cauê, dando conta de que Damon de Sena, enfim, vai falar amanhã, quinta-feira, sobre o golpe que Ronaldo Magalhães lhe desferiu ao entrar no PV pelas portas do fundo.
Pelo pouco que conheço do Damon, por sua história política e pela experiência que deve ter acumulado ao longo desse tempo, acredito que ele deve estar ouvindo muitas pessoas e se preparando para um pronunciamento firme e convincente.
Até porque se for reunião apenas "para discutir o assunto e tirar decisão", o assunto vai continuar no lero-lero e Ronaldo pode começar a soltar foguetes...

Deu no O Tempo

"O deputado federal baiano tornou-se alvo de uma ação, no TSE, por infidelidade partidária. Ele foi eleito pelo PDT em 2006, mas filiou-se ao PSC no mês passado. O PDT diz que o deputado fez isso "visando apenas seus interesses políticos eleitorais". Brito alega que se sentia perseguido em seu antigo partido." (Coluna A Parte - 27/10/2009)

Concordo com a coincidência com o caso daqui de "Itabira Sem Escrupúlos " na frase supra "visando apenas seus interesses políticos eleitorais", afinal como Ronaldo afirmou em entrevista na Itabira AM, ele teve de arrumar um partido que lhe garantisse a eleição com menos votos, ou seja, não interessa se grande parte de seus eleitores não o quer mais, e sim que ele tem de dar um jeito de ser eleito e o resto que... dane-se!!!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

FURO!!! Fim do silêncio de Damon

Recebi, há poucos minutos, uma mensagem SMS do Damon de Sena-PV, convocando sua coordenação, filiados e simpatizantes para uma reunião, no dia 29/10, no Sindicato dos Rodoviários, às 19:30 horas.

Durante o encontro, o médico e político, tido como um dos mais cobiçados do momento para o cenário político itabirano, promete falar sobre o golpe proferido pelo Deputado Estadual Ronaldo Magalhães (ex-PSDB, agora PV), suas consequências para o PV e as ações que eles tomarão daqui por diante.

O que está em cena agora é o futuro político das duas únicas frentes políticas itabiranas sobreviventes. Se Damon se posicionar mal, sai do cenário político e abre a avenida para novos nomes. Caso se posicione bem, pode ser o fim do Deputado Estadual Ronaldo Magalhães, com sérias consequências para o grupão. Vai ser difícil dormir tranquilo até lá. Haja coração!

O luto do PV

Tenho escutado nas ruas e lido alguns e-mails, com muitas reclamações de populares e de militantes de oposição, quanto a "lentidão" do Damon nas respostas sobre o golpe proferido pelo Deputado Estadual Ronaldo Magalhães, agora no PV.

Boa parte dessas pessoas defendem que Damon deve se desfiliar do PV e que o diretório e seus filiados não larguem mão do partido, até mesmo para picuinhar (sic), repudiando a entrada do Ronaldo pelos fundos. Afinal, a sede está alugada por eles e ela conta com recursos pertencentes a esses militantes.

Uma das respostas do PV Itabirano foi a instalação de faixas pretas, em sinal de protesto, na sede do PV de Itabira.


Definida a data da Iª Conferência Regional de Comunicação

Acontece, no próximo dia 04 de novembro, quarta-feira, de 18:30 às 22:30, a Iª Conferência Regional de Comunicação, no Centro Cultural de São Gonçalo do Rio Abaixo, com presença dos 11 municípios associados à Amepi - Associação da Microregião dos Municípios do Médio Piracicaba.

A Conferência partiu de uma Portaria Federal e deverá acontecer nos principais municípios brasileiros, com participação da imprensa, agências de propaganda, produtoras e veículos de comunicação, que formatarão  relatórios para ser enviados para o Comitê Estadual e, por sua vez, para o Governo Federal. A Câmara Municipal de Itabira, a Prefeitura de João Monlevade e a Amepi são os apoiadores, numa promoção da Prefeitura de São Gonçalo.

Em pauta, os sistemas modernos de informação, democratização da comunicação, estudos de políticas públicas para minimização do poder quase monopolizado da informação no país.


A Câmara de Itabira prometeu arranjar um ônibus para transporte de ida e volta para São Gonçalo, com horário e local de saída a ser definido (não cumpriu, a Amepi que garantiu o ônibus), tal como estuda-se outro ônibus para sair de João Monlevade, junto a Prefeitura de João Monlevade ou Amepi. Assim que soubermos mais detalhes, publicaremos neste blog. Já temos confirmados alunos de comunicação e jornalismo da Funcec, órgãos de comunicação e de mídia.
 
As inscrições devem ser feitas até o dia 02/11, na Assessoria de Comunicação de São Gonçalo, pelo e-mail comunicacao@saogoncalo.mg.gov.br.

I Conferência Regional de Comunicação

.

I Conferência Regional de Comunicação

No dia 04 de novembro, de 18:30 às 22:30, acontece a I Conferência Regional de Comunicação, no Centro Cultural de São Gonçalo do Rio Abaixo, com a presença de toda a mídia dos municípios ligados à Amepi.

I Conferência Regional de Comunicação

No dia 04 de novembro, de 18:30 às 22:30, acontece a I Conferência Regional de Comunicação, no Centro Cultural de São Gonçalo do Rio Abaixo, com a presença de toda a mídia dos municípios ligados à Amepi.

I Conferência Regional de Comunicação

I Conferência Regional de Comunicação

I Conferência Regional de Comunicação

I Conferência Regional de Comunicação

I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira

Acontece, neste momento, a I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira, realizado pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade.
Cerimonial impecável e a presença de autoridades regionais e de centenas de agentes políticos prometem discutir políticas culturais, na sua diversidade, cidadania e desenvolvimento.

I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira

Acontece, neste momento, a I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira, realizado pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade.
Cerimonial impecável e a presença de autoridades regionais e de centenas de agentes políticos prometem discutir políticas culturais, na sua diversidade, cidadania e desenvolvimento.

I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira

Acontece, neste momento, a I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira, realizado pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade.
Cerimonial impecável e a presença de autoridades regionais e de centenas de agentes

I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira

Acontece, neste momento, a I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira, realizado pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade.
Cerimonial impecável e a presença de autoridades regionais e de centenas de agentes

I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira

Acontece, neste momento, a I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira, realizado pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade.
Cerimonial impecável e a presença de autoridades regionais e de centenas de agentes

I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira

I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira

I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira

I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira

I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira

I Conferência Intermunicipal de Cultura de Itabira

Deu no Notícias Uai

"ASSESSOR DE RONALDO VAI À CASA DO PRESIDENTE DO PV PEDINDO PARA DAMON NÃO SER CANDIDATO.

Assessor do deputado Ronaldo Magalhães foi à casa do presidente do Partido Verde (PV), pedindo para que seu maior rival político, Damon Lázaro de Sena, o Dr. Damon, não seja candidato à Deputado Estadual em 2010. Essas declarações são do presidente do PV municipal, Jadir do Espírito Santo, o "Jadirão", em entrevista ao NotíciasUai.

De acordo com "Jadirão", o assessor do Deputado Ronaldo Magalhães, o ex-vereador Ronildo Andrade, esteve em sua residência por duas vezes especulando se Damon seria candidato a uma vaga no legislativo estadual.

O presidente contou ainda que, o assessor do parlamentar disse a ele que seria muito bom se o Damon fosse candidato à prefeito e não saísse candidato a deputado. Segundo "Jadirão", o assessor de Ronaldo Magalhães propôs a ele um apoio para 2012, nas eleições municipais, se o médico abrisse mão de se candidatar a uma vaga no legislativo.

Na entrevista, o médico Damon Lázaro também estava presente para explicar o seu posicionamento sobre a filiação do Ronaldo no Partido Verde e aproveitou para sair em defesa do colega de partido, o deputado federal José Fernando (PV): "Ronaldo não foi político. Já entrou no partido atacando, em sua primeira coletiva, o deputado José Fernando. Ele, na verdade, não conhece e deve respeito ao deputado do PV. José Fernando conseguiu definir verba para o Hospital Carlos Chagas. Duzentos mil reais, sendo cem mil no ano passado, onde foram comprados aparelhos para o CTI, aparelhos monitores e respiradores. Este trabalho de José Fernando em Itabira, não foi divulgado pela imprensa local", explanou Dr. Damon.

Damon Lázaro disse que, a forma que Ronaldo se filiou ao Partido Verde, é uma insatisfação geral para o PV de Itabira.

O médico disse ainda que, essa atitude expressa uma má intenção do Ronaldo. Tentando explicar: "O deputado mudou seu domicílio eleitoral na última hora para impedir qualquer reação do diretório municipal, Ronaldo não é mais deputado por Itabira, transferiu seu título para Belo Horizonte e, com isso, ele passa ser cidadão belo-horizontino".

Dr. Damon disse que está tentando uma reunião com a executiva estadual do PV para decidir os rumos do partido em Itabira. Segundo o médico, o Partido Verde tem atualmente uma boa estrutura montada e é inadmissível aceitar um adversário no partido para atrapalhar todo o trabalho. Damon declarou ainda que classifica a atitude de Ronaldo como "maldosa".

De acordo com o diretório municipal do PV, o partido tem hoje cerca de 800 filiados. Segundo o presidente "Jadirão", dia 29 de outubro, haverá uma reunião com os filiados no auditório do Sindicato dos Rodoviários para dar uma satisfação aos correligionários.

O médico Damon Lázaro disse que só ficará no PV se o partido o aceitar como candidato a deputado estadual. Caso contrário, ele levará a sua carta de desfiliação no dia da reunião com a executiva, que ainda não está agendada.

O NotíciasUai procurou o ex-vereador Ronildo Andrade para explicar sobre sua ida até a casa do presidente do PV municipal, mas, ele não foi encontrado pela nossa reportagem."

Reprodução do Notícias Uai.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Enquetes do Filhos-do-Cauê

Faltam apenas 5 dias para fechar nossas enquetes!


Sua opinião é super importante para nós, para ajudar Itabira e para alertar os políticos locais sobre o que pensamos.


Participe!

As enquetes estão dispostas no final desta página.

Santo Aécio

No seu pronunciamento, durante a coletiva com a imprensa, o ex-tucano deputado estadual Ronaldo Magalhães, anunciou que migrou para o PV itabirano após um pedido do governador Aécio Neves.


Hoje, no Diário de Itabira, o tucano vice-prefeito de Itabira, Roberto Chaves, empenhou seu apoio à candidatura do Mauri Torres, também para deputado estadual, alegando que se deve a “um pedido do governador [Aécio Neves] que o PSDB de Itabira possa estender a mão a ele [Mauri Torres], em virtude de seu trabalho, principalmente, para a nossa região”.

Não me resta dúvida sobre a boa gestão do Aécio Neves, tanto é que seu nome é um dos mais disputados nas bocas dos políticos, que não se cansam em caminhar sob suas sombras. Entretanto, cabe, no mínimo, as perguntas:

Quem está mentindo? Afinal, como é que o governador pode apoiar os dois, simultaneamente, sem acender uma vela para o santo e outra para o diabo? Como ele (o governador) permite tal uso de seu nome, em tão confusas e más aplicações (golpes)? Será mesmo que ele (ainda o governador) tem feito mesmo tais pedidos? Será que tem tempo para tanta politicagem, sendo que seu foco, hoje, é a presidência do país?
Tem dó...

Prefeito sem moral

Em meados de setembro, o prefeito João Izael puxou as orelhas dos seus apoiadores do grupão, exigindo o “enquadramento” de todos no apoio à pré-candidatura do companheiro, Deputado Estadual Ronaldo Magalhães.

Hoje, no Diário de Itabira, o vice-prefeito Roberto Chaves, declara apoio ao Deputado Estadual Mauri Torres, de João Monlevade, rompendo com o compromisso de “enquadramento”. E não vem só dele esse posicionamento. Há vários outros vereadores, todos do grupão, propondo apoiar outros candidatos de fora e, até mesmo, outros pré-candidatos locais assediando o Damon de Sena-PV.

Resta saber se esses rompimentos são consequências do golpe do Ronaldo sobre o PV itabirano, ou se são desculpas para não se manterem alinhados com o enfraquecido grupão, já despontando, portanto, com sua prevista implosão.

PMDB Itabirano: Vence Chapa 1

Domingo foi dia decisivo para os correligionários do PMDB itabirano. Foi dia de eleição da nova diretoria. Prevaleceu a força que apóia o Governo Municipal, ou seja, venceu a Chapa 1, da turma ligada ao grupão, encabeçada pelo Dilson Gomes, com 151 votos a 119.

A LIVRE IMPRENSA ITABIRANA

Que coisa mais feia a imprensa itabirana. O jornal Diário de Itabira dedica na edição desta segunda-feira, 26/10, quase uma página a eleição da chapa única do PSDB itabirano. E nem uma linha para a disputada eleição do Diretório Municipal do PMDB. Por que será???
Novos ou velhos tempos de Ronaldo Magalhães na oposição ou de Damon “saiu” de Sena na situação???
Com a palavra, quem conhece a política e a imprensa de Itabira!!!

Deu no Leste Mais

ITABIRA TERÁ DE ENGOLIR RONALDO MAGALHÃES GOELA ABAIXO.

Os últimos acontecimentos que tiraram o atual deputado Ronaldo Magalhães (PSDB) do ostracismo político regional, projetando para um "staf" até então inimaginado pelos políticos itabiranos, deixou alguns incrédulos boquiabertos, pois gerou diversas formas de interrogações aos nossos incautos politiqueiros e aos "cientistas de plantão". Então, diante da manobra bem sucedida, agora como explicar o óbvio?

É sabido por todos que o deputado Ronaldo Magalhães no PSDB teria muitas dificuldades para se eleger, devido ao coeficiente eleitoral, além das disputas internas e a disputa no município com o seu rival Damon Sena. Daí a saída estratégica, buscando no próprio Partido Verde a 'solução de todos os seus problemas', pois desta forma ao se transferir para lá, ele tira Damon do cenário político. Resta saber se por trás da manobra não há uma outra intenção do próprio partido em sintonia com o Damon.

Várias siglas dos chamados partidos colocados à disposição ou a procura de uma projeção foram cogitadas. Nos últimos dias, os comentários davam conta que o Deputado havia migrado para o PPS, promovendo uma onda de interrogações, pois ninguém associava o nome dele a um partido supostamente de esquerda em Itabira.

Por isso, foi surpresa generalizada ao fato de que o deputado Ronaldo Magalhães havia sido inscrito na última hora do prazo de filiação, no Partido Verde. E o que é pior para o brio itabirano. Foi inscrito de cima para baixo, apadrinhado por outro deputado, neste caso Federal: trata-se do televisivo ANTÔNIO ROBERTO SOARES (Antônio Roberto) - um CONSULTOR EMPRESARIAL EM COMPORTAMENTO HUMANO, que pulou da telinha do SBT para a Câmara dos Deputados, tornando-se o deputado mais votado em Minas.

É dele a articulação que puxou o tapete do deputado Federal Zé Fernando, majoritário na região. Dizem as más línguas que Zé Fernando tornou-se desafeto do Antônio Roberto que, habilmente, fez a 'costura' com o governador Aécio Neves e numa cajada só, eliminaram os empecilhos que vinham tirando o sono do Bloco de Direita em Itabira.

Com a manobra, Ronaldo Magalhães deixa transparecer que o candidato Damon de Sena poderá ficar com o seu futuro político comprometido, caso não acate (?) as orientações partidárias. Em recente encontro de fim de semana, em meio às conversas políticas, há quem aposte que se fizer uma pesquisa hoje, o Damon poderá atingir indicadores que podem sinalizar uma performance de seu adversário, demonstrando que ele gosa de um prestígio comparado tão somente ao petista Jackson Alberto de Pinho Tavares de outros tempos, quando atingiu 85% da preferência dos votos do eleitorado itabirano... Isto sim... dá pra tirar o sono de qualquer um político que não está fazendo planos de se afastar do poder nos próximos anos.
A entrada de Ronaldo Magalhães no PV promove as seguintes indagações:

Se o candidato Damon afirma que não tinha conhecimento desta manobra, como justificar a inauguração do Comitê, quando naquela oportunidade o Ronaldo foi convidado para fazer parte da Mesa, em detrimento de outras lideranças mais significativas para a esquerda Itabirana naquele momento?

O presidente do PV em Itabira, Jadir Eustáquio do Espírito Santo, "Jadirão", disse que desconhecia o cerimonial. Será? Depois do Damon, a pessoa mais importante do partido ao que se sabe, é ele. Difícil, pois, acreditar nessa história, quando se tem um político com a expressão que o Damon adquiriu na cidade.

Há quem aposte que a manobra do deputado federal, Antônio Roberto, traz outros ingredientes. Além do Ronaldo Magalhães, que, com a migração de partido, volta ao cenário oxigenado e traz para a campanha do Aécio, o apoio da senadora e pré-candidata do PV à Presidência da República, Marina Silva (AC), que poderá vir a fortalecer a candidatura do atual governador, ao compor a vice em sua chapa.

No passado, Damon recusou transferir-se tanto para o PPS quanto para o PCdoB. Acabou indo para o PV, impondo condições, que acabou afastando nomes expressivos do partido. Qualquer "balão de ensaio" no sentido de se filiar em um desses dois partidos a essa altura do campeonato, poderá trazer enormes desconfianças à suas executivas, pois já andam dizendo por aí, que outro aspecto desta manobra agora do Ronaldo, foi esvaziar também a "esquerda itabirana" que, sem sombra de dúvidas, ficou mais fragilizada, sem uma liderança confiável depois dos últimos fatos ocorridos.

Com o desarranjo, é melhor a Esquerda ir se acostumando às cenas tão comuns nesses casos. Esbravejar, dizer que vai chutar o balde ou o pau da barraca, buscar apoio nas instâncias maiores para reverter o quadro, tudo isto é comum. Resta saber se tudo isto já não tinha sido orquestrado de forma bem pensante e com conivência dos setores mais avançados do Partido Verde.

É bom não esquecer, que o PV comanda a prefeitura de João Monlevade, apesar de sofrer com processo de cassação, disputa com grandes chances de eleição em Ipatinga. É sabido também que no campo da esquerda, a ala executiva não menospreza o desejo de Ronaldo Magalhães retornar à prefeitura de Itabira.

Como política é a arte de engolir sapo, tudo é possível. Fica, contudo, como sugestão, o menu: Itabira terá de engolir Ronaldo Magalhães goela abaixo. Por isso, é bom a "esquerda" colocar a 'barba de molho' para não ter novas surpresas.

sábado, 24 de outubro de 2009

Com a palavra, Alexandre Banana


Recebi um e-mail do Alexandre Banana-PT, pedindo que publicasse a nota abaixo. Como estamos à disposição de qualquer opinião e de qualquer fonte, para o bom exercício da democracia, aí segue:

"Segundo deputado (ex-tucano - verde neófito), em fala veiculada na Rádio Itabira - AM, podemos deduzir que seu ato foi louvado em tripla traição:


1ª) PSDB estadual mineiro traiu PSDB municipal itabirano;
2ª) PV estadual mineiro traiu PV municipal itabirano;
3ª) O próprio deputado traiu os itabiranos e o governo municipal transferindo seu domícilio eleitoral para BH.

E o melhor: com o aval do governador tucano que diz ter vontade de ser Presidente.
Ou será algo diferente?

Alexandre de Faria Martins da Costa - ALEXANDRE BANANA
Cirurgião Dentista e Político em Itabira"

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

POLÍTICAS DO ATRASO

O episódio da cassação em primeira instância do prefeito Gustavo Prandini provocou uma série de exemplos de políticas do atraso.
Do lado da oposição provocações rasteiras de gente acostumada à política pequena e ao puxa-saquismo que, supostamente, compensa a ausência de méritos mais saudáveis. Do lado da situação, uma burra caça às bruxas, também praticada por gente que mais atrapalha do que ajuda na difícil tarefa de governar bem.
São figurinhas carimbadas e de fácil identificação, que vivem de jogadas, de defesa dos interesses pessoais e, muitas vezes, escusos, bem distantes da preocupação com o bem estar coletivo e a permanente defesa do desenvolvimento econômico e social do município.
Dos dois lados está sobrando gente que se aproveita dos momentos de turbulência para botar mais fogo na fogueira, numa tentativa chula e irresponsável de achar brecha para agradar seu rei e ficar bem na foto. São os urubus da carniça política.
Essas pessoas - e, lamentavelmente não são poucas – estão aí a toda hora batendo nos ombros do prefeito ou das lideranças que lhe fazem oposição, acirrando as diferenças e agravando o clima político local com o único intuito de abrir espaço e se arrumar. Na maioria das vezes não acrescentam nada, mas provocam uma confusão sem fim. E costumam enganar por certo tempo até que as próprias ações os condenam.
Neste recente episódio político que tanto repercutiu na cidade, teve gente sem ter o que fazer (gente à toa mesmo) que elaborou até lista de quem sorriu ou ficou triste com a cassação ou sua consequente liminar. É como se o sorriso ou a expressão de tristeza fosse certidão de compromisso político ou falta dele. É o radicalismo da ignorância levado ao extremo. É coisa de gente sem serviço.
Só para citar como exemplo, o jovem, sério e capacitado profissional Silvan Domingues, procurador jurídico da Câmara Municipal, foi acusado publicamente como se fosse um traíra, apenas pelo motivo de ter ido ao aniversário de um vereador de oposição, apesar de ter sido indicado ao cargo pelo prefeito. É a política do atraso, das carpideiras, de gente que não enxerga um palmo à frente do próprio nariz.
É gente assim que derruba qualquer governo. Gente que prega o confronto permanente, a perseguição fascista, a caça permanente às bruxas mesmo que elas não mais existam, a fofoca e a desinformação como provas de uma lealdade falsa e oportunista.
Não se pode medir o caráter das pessoas ou mesurar seu valor pelo sorriso ou falta dele, pelos adversários com os quais conversa e se relaciona, pelos convidados que recebe em casa ou, simplesmente, pela cor dos olhos. As pessoas são o que são pelos atos que praticam, por sua história de vida, pelo perfil ético e de respeito às pessoas e às diferenças.
Tem gente de todos os lados, principalmente nestes dias conturbados, oferecendo nomes ao sacrifício como se estivesse aí a saída para qualquer crise. Grande engano. A saída está exatamente do outro lado, no exercício da humildade, do entendimento, da compreensão e da melhoria da comunicação na busca de melhor resultado político. É conversar mais, buscar para mais próximo aqueles que se parecem distantes, debater com lideranças comunitárias as ações e propostas e pensar na cidade.
Quem realmente é do bem e deseja sempre o melhor para toda a cidade, age como mediador e moderador nos momentos de conflito. Jamais como estimulador do confronto, até porque a campanha eleitoral já terminou há mais de um ano.
O município não pode pagar mais caro do que já está pagando por problemas judiciais cuja decisão não cabe mais ao cidadão comum. Mas podemos, todos, colaborar e facilitar para que o prefeito e sua equipe se dediquem ao acerto de ações que beneficiem toda a população. Independente do tempo que vai durar o mandato de Gustavo Prandini, o que ele precisa é de paz e incentivo para trabalhar muito. Fora isso, o resto é política do atraso.

VOCÊ É ÉTICO?

Este é um teste para sua auto-avaliação.
Responda a pergunta final com sinceridade e então poderá auto-avaliar sua moral.
Trata-se de uma situação imaginaria. Você deve decidir sobre uma atitude a ser tomada baseada em duas alternativas possíveis.
Caso:
Você está em São Paulo, em meio aos terríveis momentos de enchentes que normalmente ocorrem na cidade em épocas de chuvas mais intensas.
Você é um repórter fotográfico que trabalha para a Reuters e está desesperado em meio ao caos (pessoas pedindo socorro, carros sendo arrastados pela correnteza) e tirando as fotos mais impactantes.
A água cobre a principal via de trânsito e envolve pessoas e veículos. De repente, em meio ao caos, você vê num jipe o Lula, o José Dirceu e o Sarney. Eles lutam, desesperadamente, para não serem arrastados pela correnteza, que segue direta para um enorme buraco que a tudo engole, entre lama, lixos, pedras. E eles estão sendo arrastados inexoravelmente. Você tem a oportunidade única de resgatá-los.
Mas tem também a oportunidade única de tirar uma fotografia jornalística, seguramente ganhadora do Prêmio Pulitzer, que te faria famoso no mundo inteiro, ao mostrar o flagrante inédito DA MORTE de tão famosos políticos.
Não dá para titubear e nem fazer as duas coisas: salvar e fotografar.
Pergunta:
Baseado em seus princípios éticos e morais, na fraternidade e solidariedade humanas, que devem ser o forte das pessoas generosas, responda sinceramente:
- VOCÊ FARIA A FOTO EM PRETO E BRANCO OU COLORIDA?

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Abalos sísmicos sem controle

A jogada do Deputado Estadual Ronaldo Magalhães sobre o PV itabirano tem provocado inúmeros abalos na política itabirana, de forma descontrolada e ostensiva, tanto na oposição, quanto no seio do Grupão.

Tenho escutado muitos aliados, ex-militantes e vereadores da base do grupão ameaçando pular fora, negando apoio a Ronaldo, outros já cobiçando apoio do Damon para virem de deputado agora, com a promessa de contarem com o apoio deles depois, em 2012, quando Damon vier para prefeito. Propostas para Damon, não têm faltado, o que denota que quem saiu lucrando, até agora, foi a oposição.

Entretanto, vale lembrar sempre aos navegantes, o Grupão já esteve morto, a ponto de sepulcro. Deu a volta por cima e está aí, até hoje. Êta Fênix danada!

Eleição no PMDB

Está em cena a eleição da nova diretoria itabirana do maior partido do Brasil, o PMDB, que será no próximo domingo, de 8 às 13 horas, na sede do partido, situado no início da Rua Alfredo Sampaio, sentido Chacrinha, no bairro Pará.

Duas chapas estão no jogo, a Chapa 1, atual diretora do partido e ligada à situação, que conta com Dilson Gomes, César Lopes, Wender Avelar (Belacor) e tantos outros. Na Chapa 2, a turma do Douglas Bicalho (Manguinha), Ronaldo Sá, José Diniz, Geraldo Maciel e outros companheiros que correm atrás para pegar o partido.

Como o PMDB faz parte do Grupão, o pano de fundo são os respingos que podem ocorrer com o resultado dessa eleição, ou seja, de quem será dono dele; além, é claro, da dúvida se o Grupão vai continuar coeso e fechado com eles.
PODE CONFIAR?

Pessoa muito próxima a Damon Lázaro de Sena me disse ontem que ele e o Jandirão têm a palavra do presidente do PV em Minas, Antônio Roberto, de que está garantida a vaga para sua candidatura a deputado estadual no ano que vem.
Só uma pergunda: dá para acreditar na palavra de um presidente de partido que aceitou a filiação do adversário Ronaldo Magalhães sem nem mesmo um telefonema de satisfação ao Damon?
Tanto quanto na Justiça, a política também não socorre quem dorme.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

AINDA O PV ITABIRANO

Com tanta modernidade e tecnologia, o Mundo ficou pequeno e mais rápido. Por isso, somos obrigados a tomar decisões rápidas e certeiras, sob pena de sermos tachados de lentos ou complascentes.
Temo que os verdadeiros membros do PV itabirano, se não derem uma resposta rápida - no caso da filiação de Ronaldo Magalhães ao partido, passem a serem vistos como "companheiros" de Ronaldo e como novos integrantes do que antes eles chamavam de grupão.
E será uma boa oportunidade de mostrarem que o Partido não é uma sigla de aluguel e sim um grupo organizado e ideologicamente definidos.

Defesa do PV - II

Ainda na conversa com Jadir Eustáquio do Espírito Santo (Jadirão), nos foi adiantado que ele, como presidente do PV itabirano, e Damon ficarão no PV até o que todas as suas tentativas de reverter o golpe do deputado estadual Ronaldo Magalhães tornem-se fracassadas.

Para isso, eles estão correndo atrás de outras lideranças do PV (regionais, estaduais e federais) e prometem fazer muito barulho ainda.

Caso consigam reverter e recuperar a candidatura do Damon, o Ronaldo Magalhães cairá do bonde andando a todo gás. Caso contrário, a situação do Ronaldo, ainda sim, fica fragilizada se a população itabirana não aceitar o golpe e repudiá-lo nas urnas. Ronaldo ferra ele, o grupão e bate o bolo do Damon para crescer mais em 2012. Se os eleitores entenderem que o golpe foi necessário para continuar com Ronaldo, como Deputado Estadual, Damon pode perder sua vez e abrir caminhos para outros novos nomes.

E aí, só o tempo dirá...

Defesa do PV - I

O presidente do PV itabirano, Jadir Eustáquio do Espírito Santo (Jadirão), após ler o blog, ligou indignado com as críticas aqui postadas, que questionam a falta de articulação deles com os representantes estaduais. Relatou uma série de encontros que ele, militantes locais e Damon participaram, inclusive com o Deputado Federal Antônio Roberto-PV, citado na mídia como um dos responsáveis por acolher o golpe do ex-tucano Deputado Estadual Ronaldo Magalhães, ou seja, traidores do PV itabirano.

Como bom São Tomé, pedi a ele algumas comprovações. Fui até a sede do PV, registrei alguns dados e peguei essas fotos, feitas por Aloísio Dias, sendo que as duas primeiras foram tiradas no "Encontro das regionais do Vale do Rio Doce, Mucuri, São Mateus e Espera Feliz", realizado em 29/08/2009, no Ipaminas Esporte Clube, Ipatinga-MG.


Damon, Jadirão e Deputado Federal Antônio Roberto-PV.



Damon, assessores de Gustavo Prandini, Deputado Federal Antônio Roberto-PV (centro, de terno) e Damon (direita).


 Jadirão, Deputado Federal José Fernando A. Oliveira-PV e o Prefeito de João Monlevade Gustavo Prandini.

Fique bravo não, Jadirão. Aí está a sua defesa! Esse espaço é democrático e estamos abertos a toda e qualquer crítica responsável.

Votem nas enquetes abaixo!!!

Como este Blog não propõe expor informações de um só lado, ponha suas mãos à obra, manifeste, comente, discorde, critique ou bajule! Mas faça parte, interaja conosco!

Que tal começar votando nas enquetes abaixo?

Presidente do PV itabirano e Damon convocam reunião no dia 29

Em conversa com o presidente do PV itabirano, Jadir Eustáquio do Espírito Santo, o Jadirão, foi-nos adiantada, que está prevista para quinta-feira, dia 29/11, às 19:30 horas, uma reunião com filiados e simpatizantes do PV.

Na pauta, os esclarecimentos oficiais da executiva local, sobre o golpe proferido pelo Deputado Ronaldo Magalhães (ex-PSDB, agora do PV), no PV itabirano. Ainda no encontro, serão apresentadas as ações, os encaminhamentos e os destinos do PV local e do Damon.

O local do encontro está ainda por ser definido, mas deve ser em frente à sede do PV, na Avenida Daniel Grisolia, ou no auditório do Sindicato dos Rodoviários.

Vem chumbo grosso por aí...

terça-feira, 20 de outubro de 2009


RONALDO NEVES?

A maior mentira política do ano dá conta de que Ronaldo Magalhães deixou o PSDB em direção ao PV a pedido do governador Aécio Neves.
Nem a velhinha de Taubaté acredita nisso.
O governador mais popular do Brasil e que disputa com o paulista José Serra a indicação para ser candidato a presidente do Brasil está preocupado com um deputado-suplente com poucas chances de reeleição?
Quem conta esta história ou acredita nela, acredita também em Saci Pererê, Mula Sem Cabeça e Papai Noel descendo com o saco cheio de dinheiro as chaminés dos bonitos prédios da avenida Mauro Ribeiro.
O pior político é quele que subestima a inteligência do eleitor.
Se Aécio Neves interferiu nisso, podem estar certos que foi para atender ao deputado Mauri Torres que, enfim, se viu livre do deputado nas fileiras tucanas. E que alívio...
Quem deve estar morrendo (de novo) de tanto rir, esteja onde estiver, é o falecido ex-prefeito Li Guerra.

Por onde entrou Ronaldo Magalhães?

Durante a coletiva com a imprensa, ontem à tarde, o Deputado Ronaldo Magalhães-PV se defendeu irritado, alegando que não entrou pela porta do fundo do PV e que não tem que dar satisfação ao Deputado Federal José Fernando Aparecido de Oliveira. Ainda na defesa, disse que teve como intermediários o Governador Aécio Neves, secretário Danilo de Castro e deputado Antônio Roberto-PV. (fonte: Defato Online)

Na minha modesta opinião, o Deputado Ronaldo e seus articuladores que me perdoem, mas a sua iniciativa é, sem qualquer sombra de dúvida, um duro golpe, na boca do estômago do PV Itabirano. Como é que consegue defender que entrou pela porta da frente, sem que o presidente do PV local e a maior liderança do partido não foram sequer contactados com antecedência? Ao articular por trás, ele e os políticos estaduais atropelaram, com rolo compressor, a expressiva votação do Damon, nas últimas eleições, pelo PV Itabirano e todo o trabalho feito pelo PV local em suas bases. Ou seja, atropelaram a opinião de milhares de eleitores de uma cidade.

Considero também ridículo, para qualquer político, combater e criticar colegas de sua classe, principalmente quando são correligionários, da mesma bandeira partidária. Posturas desse tipo demonstram falta de comprometimento com as ideologias partidárias, despreparo e é feio demais, porque só promove a descrença da população na política e neles próprios.

Se continuar com esse discurso, o Governador Aécio Neves, ele e seus articuladores vão mesmo cacifar o Damon como vítima e cairão em completo descrédito na região. Para quem duvidar, que continue e verá as consequências...

Damon deve sair do PV

Em conversa com militantes e assessores do PV, agora cedo, fui informado que o Damon deve desfiliar-se mesmo do PV, reforçando a tese de que Damon nada teve a ver com a articulação do golpe do PV Estadual.

O Presidente do PV Itabirano está hospitalizado, após ter sido submetido a uma endoscopia, e deve se pronunciar em breve. Segundo uma secretária do PV local, tornou-se insustentável a filiação do Damon no PV. Há ainda orientações para o envio de um dossiê contra o Deputado Ronaldo Magalhães para Marina Silva, contendo os processos que ele responde na Justiça, para que o PV nacional tenha conhecimento do grande erro que o PV Estadual cometeu.

À medida que a poeira abaixa, vamos descobrindo quem sai sujo e quem sairá limpo nessa estória.

O DAMON QUE CONHEÇO

Conheci Damon Lázaro de Sena no final de julho do ano passado, quando ele já era candidato a prefeito de Itabira e a campanha estava nas ruas.
Nos dois meses seguintes tive umas duas dezenas de encontros com ele e, desde o último dia de setembro do ano passado, que não o vejo.
O Damon que conheci naquele pequeno espaço de tempo é bem diferente do imaginário que fiz ao longo do tempo que vinha ouvindo falar sobre ele.
Damon não tem nada de bobo ou de inocência política. É uma pessoa experiente, séria, decidida, com boa capacidade de liderança e um admirável senso de comando e controle da situação.
Um dos pontos que mais o difereciam dos outros políticos é que ele, passada a campanha eleitoral, volta-se por completo para a sua profissão de médico e fica à espera da campanha seguinte.
Talvez esteja aí a fragilidade que lhe impôs a maior derrota política de sua vida, tornando-o vítima de um golpe de seu maior adversário e da falta de vergonha na cara (ou outro$ intere$$e$ maiore$) da direção estadual do seu partido.
Não acredito que Damon tenha negociado qualquer acordo com Ronaldo Magalhães. Mesmo que os fatos ainda venham a me desmentir, acredito que Damon é vítima.

FOTOGRAFIA NA PAREDE

Acho a maior bobagem dar importância à fotografia de Ronaldo Magalhães na inauguração da sede do PV em Itabira.
Acho absolutamente normal Ronaldo ter ido e Damon recebê-lo bem como a civilidade recomenda.
Adversários não precisam ser inimigos.
Eu, por exemplo, cumprimento o deputado Ronaldo toda vez que o vejo.
Mas acho que ele é um péssimo exemplo de político e não voto nele nem amarrado. Deus me livre...

Acorda PV!!!

Sempre percebí que estavámos calados demais, quietos demais, mansos demais. Cansei de ouvir que Damon era candidato sempre seis mêses antes das eleições. Por diversas vezes disse aqui mesmo nesse Blog: Acorda PV!!! Hoje percebemos que o Grupão não para, e segundos depois da eleição terminada já estavam pensando em como continuar no berço do poder. Temos de dar a mão a palmatória e reconhecer que o Grupão não dorme no ponto, por isso, não perde o trem da alegria nunca. Vamos ver o final dessa história já anunciada antes pela lerdeza da oposição que insiste em aparecer sempre alguns mêses antes da eleições.

Damon e Ronaldo, juntos na foto.

Essa tão badalada foto de Damon e Ronaldo no "palanque" foi à época da inauguração sede do PV em Itabira. Lembro-me bem, pois o cerimonial ficou sob minha responsabilidade e na hora de definir quem iria compôr a "virtual" mesa dos trabalhos e falatórios apareceu "uns". dizendo que o "Ronaldo taí". Assim como Neidson, Ronaldo subiu ao palco como "autoridade", afinal o homem é deputado e seria de péssima educação nossa não convidá-lo e deixá-lo como simples expectador. O oportunismo dele foi espetacular, uma fotinha com Damon foi tudo que precisava para sua cartada final. Dê um dedo às cobras e elas te engolem. Hoje penso que seria melhor deixar ele lá embaixo mesmo....

Vote na enquete abaixo

A voz do povo é a voz de Deus. Então, mãos à obra. Participe da nossa enquete, no rodapé desse blogão, sobre a ida do Ronaldo Magalhães para o PV.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Outras possibilidades

O Márcio Passos está bem certo em acreditar que abre-se uma avenida para outros nomes. O delegado Robson Matos, por exemplo, se tomar para si o discurso de oposição e partir para a luta, depois de se frustrar seguidas vezes com as rédeas do grupão, ao qual pertencia, pode se beneficiar bem e, quem sabe, lá na frente, contar com o apoio do Damon, agora traído e sem rumo próprio.

Outro nome que surge com mais força é o do Bernardo Mucida-PT, para Deputado Federal, numa possível dobradinha com o Doutor Robson, para Estadual. Se efetivar isso, Doutor Robson herda um nome novinho em folha e o Bernardo pode herdar o espólio dos 20 mil e tantos votos que o Robson teve anos atrás, além de poder ter a chance de se preparar melhor para tentar a Prefeitura, com ou sem Damon. Seria um tipo de amadurecimento político e um candidato com perfil do Gustavo Prandini-PV, que conquistou a Prefeitura de Monlevade.

Com um golpe tão baixo, acho que nem o próprio Grupão pode inferir, com total precisão, os desdobramentos e as consequências. Como tenho dito, as presentes postagens são apenas especulações. Só o tempo nos dirá, com certeza, o destino desses protagonistas políticos.

Quem sobreviverá?

Após me reunir hoje com articuladores políticos, interessados no sucesso da oposição e com um influente político da situação, chegamos a quase um consenso: se Damon sair de vítima nesse golpe, o Ronaldo pode se preparar para se aposentar, politicamente falando. Principalmente se o Damon conceder entrevista coletiva amanhã e conseguir convencer a todos de que é, realmente, vítima de um duro e sacana golpe.

O problema, entretanto, será o Damon provar que não articulou nada com Ronaldo e que foi realmente traído. A seu favor (do Damon), está o depoimento do Ronaldo, hoje, durante a coletiva, que optou por bater forte no Deputado José Fernando, companheiro do Damon, deixando mais clara a situação. Contra, pesará a maldita foto deles no palanque de inauguração da sede do PV. Andei perguntando e percebi que alguns populares têm dito que nem o Damon resistiu à força do dinheiro do grupão. Se essa versão prevalecer, perdem os 2 lados. Se provar que Damon é vítima, perde o Ronaldo e o grupão.

Já se dá como praticamente certo, o cancelamento da candidatura do Damon, em detrimento do, agora, correligionário Ronaldo Magalhães.

Damon corre atrás

Damon Sena me ligou hoje à tarde, atônito com o golpe do deputado Ronaldo Magalhães. Estava a caminho de Belo Horizonte, para obter mais esclarecimentos (se é que há o que se esclarecer), após cumprir seu plantão como médico. Na conversa, prometeu dar mais detalhes sobre quem são os (ir)responsáveis pelo golpe, do PV estadual.

O Deputado José Fernando Aparecido de Oliveira, pelo que disse, apóia Damon. Com relação ao Deputado Antônio Roberto, abriu-se grande dúvida. Especula-se que a articulação partiu da inteligência política do Governo Estadual, quando ofereceram 3 partidos para o Ronaldo melhorar suas chances de se eleger. E, então, é claro, ele optou pelo golpe mais profundo, no PV.

Vamos aguardar os desdobramentos.



O GOLPE DO RONALDÃO

Com o PT em fase de hibernação, Itabira tinha dois partidos políticos: o Partido Verde (PV) e o Partidão do Ronaldão e do João (PRJ).
Agora só tem o PRJ, que até ontem congregava 19 partidos e, agora, são 20.
Se Itabira pagava caro por isso, a conta agora pode ficar bem maior.

AVALIAÇÕES DO FERNANDO

Li as avaliações do Fernando Martins sobre a bomba itabirana desta segunda-feira e concordo com praticamente tudo o que ele escreveu.
Apesar de Ronaldo Magalhães achar que deu um grande golpe político pra cima de Itabira, ele pode na verdade estar assinando sua sentença de morte na política.
Ele está, literalmente, nas mãos de Damon de Sena. Resta saber se o verde histórico vai ter capacidade para dar o troco no verde de ocasião.

ENORME AVENIDA SE ABRE

Os novos políticos, no entanto, devem ficar atentos.
Se lá na frente se confirmar a hipótese de que tudo não passou de grande acordo, uma avenida maior do que a Mauro Ribeiro se abre para um novo nome surgir como oposição a tudo que anda acontecendo aí e que não agrada tanto ao eleitor.
É esperar para ver.

Ronaldo no PV: Um contra ataque

Se o Damon não for, ele mesmo, atrás de sua base estadual e, ao menos, tentar reverter a jogada do Grupão, corre grande risco de perder o trem da história itabirana, caso deixem soltos os articulistas em eterno plantão.

É o tipo de missão que não dá para delegar ninguém. Tem que sair da moita, ir para o contra ataque, rápido e rasteiro. É dele a vultosa votação e não dos seus agentes!
É o que tenho dito há tempos... estava achando a oposição muito calma, modorrenta e tranquila demais. Faltam-lhes muita, mas muita articulação nos âmbitos regional, estadual e nacional. Correr depois do leite derramado, é correr atrás de prejuízo. Melhor é correr antes, na frente do lucro.

A possibilidade da Câmara Municipal inteira e todos os partidos engessados num só grupo político é péssima para Itabira, afinal, "toda unamidade é burra"!

A não ser que tem alguém fingindo de bobo nesta estória. E como eleitor não é trouxa, o campo ficará ainda mais fértil para novos nomes, principalmente se advindos de uma ruptura barulhenta, de uma cisão profunda e verdadeira.

Ronaldo no PV: Mais análises

Agora, numa hipótese mais inteligente, caso Ronaldo Magalhães, após entrar no PV e ter tido a chance de se lançar a Deputado concorrente do Damon, se abster da recandidatura e abrir mão para a eleição do Damon para Estadual, depois de mobilizar as entidades itabiranas, tal como fizeram na eleição do Deputado Li, Damon terá sérios problemas para vir para Prefeito, em 2012, porque Ronaldo e o Grupão ganharão o discurso de o terem apoiado antes. E ainda, se Damon insistir para vir para Prefeito, sendo eleito Deputado, o Grupão pode rotulá-lo de traidor de Itabira.

Ainda como embasamento para justificar sua “maturidade política e amor a Itabira, acima de interesses partidários”, o Ronaldo Magalhães tem, sob suas mãos, um bom trunfo: uma foto sua no palanque de inauguração da sede do PV de Itabira, ao lado de Damon. Trunfo difícil para a coordenação do PV justificar e para provar que focinho de porco não é tomada.

Aí, sim, seria uma jogada de mestre! Damon vira deputado estadual, Ronaldo corre mais solto para a Prefeitura e os aspirantes do grupão terão que enfiar os rabos entre as pernas e se contentarem de ficar onde estão.

Ronaldo no PV: Matar ou Morrer

A iniciativa de filiação ao PV, feita pelo Deputado Ronaldo Magalhães, soa a tacada de desespero, do tipo, Matar ou Morrer, motivada por problemas diversos quanto a viabilidade de sua recandidatura, sendo os mais graves a falta de apoio de prefeitos da região, somados a parcos resultados para Itabira e região, como parlamentar.


Daí, a possibilidade de vir como candidato pelo PV, poderia, numa só tacada, matar a oposição em Itabira, trazendo-a para o grupão, e dar um brilho extra ao seu nome, aderindo ao partido que mais tem crescido no país. Além do mais, se o Damon aceita a composição, Damon pode esquecer sua carreira política e focar, exclusivamente na medicina, porque os seus eleitores jamais o perdoariam. E, é claro, respinga feio no PV estadual, que imagino não ter avaliado bem tamanha loucura.

Entretanto, há de se considerar outros pontos: se a turma do PV de Itabira não aceitar a aproximação forçada, Ronaldo corre sérios riscos, dentre eles o de dar, de mão beijada para Damon, o rótulo de “ter abandonado definitivamente Itabira” ao se filiar via BH, de forma forçada, pelos fundos e num último suspiro de desespero. Se acontecer isso, Ronaldo aposenta sua carreira política de forma muito mais negativa, por ter ignorado a inteligência dos eleitores, bem como o grupão ficará ainda bem mais mal-visto.

BOMBA! Ronaldo Magalhães no PV.

Segundo o Diário de Itabira de hoje, o Deputado Estadual Ronaldo Magalhães (ex-PSDB) convocou, para hoje à tarde, uma coletiva com a imprensa para divulgar sua nova filiação.

Em conversa, por celular, com Jadirão (presidente do PV de Itabira), nos foi confirmada a filiação do deputado no PV, entretanto, depois que ele transferiu seu domicílio eleitoral para Belo Horizonte. Indignado, o Jadirão tem corrido atrás para tentar brecar a iniciativa do deputado, junto suas bases, com apoios (ainda segundo o Jadirão) dos Deputados José Fernando Aparecido de Oliveira, Antônio Roberto e até com a Marina Silva.

Nota: Tentamos falar com Damon, mas até a redação desta nota, não fomos atendidos.

BOMBA! Ronaldo Magalhães no PV.

Segundo o Diário de Itabira de hoje, o Deputado Estadual Ronaldo Magalhães (ex-PSDB) convocou, para hoje à tarde, uma coletiva com a imprensa para divulgar sua nova filiação. Em conversa, por celular, com Jadirão (PV), foi nos confirmada a filiação dele no PV, entretanto, via Belo Horizonte. Indignado, o Jadirão tem corrido atrás para tentar brecar a iniciativa do Deputado Estadual, junto suas bases, com apoios, segundo o Jadirão, dos Deputados José Fernando Aparecido de Oliveira, Antônio Roberto e até com a Marina Silva.

Nota: Tentamos falar com Damon, mas até a redação desta nota, não fomos atendidos.

sábado, 10 de outubro de 2009

Meu presente a Itabira

Evandro Cangussú Melo, esse seria o meu presente para Itabira, Juiz Eleitoral da Comarca de João Monlevade, que cassou o prefeito daquela cidade. Não questiono se ele tem razão ou não e muito menos dou importância que partido o cassado pertence (PV, meu partido). Elogio o "peito e coragem" do Juiz e do Ministério Público. Esse seria o meu presente prá Itabira!!!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Que presente você daria a Itabira, nos seus 161 anos?



Itabira completa 161 anos de emancipação política. Ou seriam 300 e alguma coisa, segundo defendeu a turma do Jornal O Cometa, anos atrás?
Bem, discrição é bom e essa madura senhora não precisa ter sua idade tão facilmente revelada. Deixa pra lá... Vamos ao que interessa: Em dias de aniversários, ainda que não se revelem as idades, são dignos de dar algum presente. E então, que presente você daria para Itabira? Poste aqui um comentário com o seu presente e, se entender necessário, justifique. Vamos lá! Mãos à obra!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Jornalismo Itabirano

Fernando sempre sábio em suas palavras, Itabira tem um sem fim de jornais que vivem às custas de anuncios da prefeitura. Ninguem debate ou combate os atos mais insanos deste orgão.

Excesso de Excesso...

Estive na prefeitura, para buscar uma guia para obter uma CND de minha empresa, por falar nisso, em cidades inteligentes, você tira esa guia gratuitamente, pelo site da prefeitura (Ipatinga, por exemplo). Aqui, nos cafundó do Mato Dentro paga-se R$19,90, isso mesmo praticamente R$20,00 por uma CND. Nos âmbitos Federais e Estaduais também são gratuitos, mas fazer o que... Voltando ao assunto, ao entrar na prefeitura, havia dois vigilantes da Itaurb e duas contratadas pela Adservis no hall de entrada. Quatro funcionários. Perguntados sobre quais seriam suas funções, os quatro, com a cara mais quadrada do mundo, me disseram... Porteiros!!! Detalhe, só havia duas cadeiras para assentarem no balcão... duvidam?? Vão lá para ver... Haja vaga...

Novas adesões

Ontem fui parado no centro da cidade por um ex-vereador da turma do grupão. Me disse que queria um espaço nas próximas eleições conosco e que não há condições mais de continuar no lado de lá. Disse a ele que providenciasse sua transfêrencia para o nosso lado; me respondeu dizendo que não poderia fazer isso agora pois perderia algumas "bocas" que conseguiu na prefeitura como empregos na Adservis e outras benesses. É duro de aguentar!!!!

Marina Silva

Marina silva com certeza tem abalado o planalto com sua pré-pré candidatura à chefe do Executivo Federal. Esteve em Ipatinga e fez sucesso sendo aclamada por milhares de populares. O Ferramenta também foi aclamado pelo povo e reconhecido pela Marina que ele é forte por lá. É hora do PV de Itabira se "mexer" e providenciar a vinda dela aqui. Estive com o Presidente do PV Itabira, Jadir e me disse que já está "olhando" isso. A construção do tal condominio em desfavor do meio ambiente será a pauta da vinda da ambientalista mais famosa do Brasil. Que ela venha depressa pois é necessário movimentar o PV, partido que está em alta ultimamente...

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Só Neidson mesmo...

RETIFICANDO: Neidson Freitas, presidente da Câmara de Vereadores de Itabira, garantiu para Luiz Antônio Zanon que iria apoiar o evento com um ônibus e no cachê dos palestrantes. Não cumpriu com nenhuma dessas promessas, lamentavelmente.

Enquanto o governo do João disse para o Luiz Antônio Zanon, membro delegado local da Confecom (Conferência Nacional de Comunicação), que a Prefeitura não se interessa em participar dela, o presidente da câmara de vereadores, Neidson Freitas, abriu as portas e prometeu todo o apoio necessário. E tem cumprido bem essas promessas.

A Confecom é uma convocação do Presidente Lula, prevista para 1, 2 e 3 de dezembro, com etapas municipais e estaduais. Em pauta, durante as reuniões ocorridas na nossa câmara municipal, os presentes têm apresentado propostas de abertura editorial em órgãos de mídia eletrônica públicos; iniciativas e ações para minimizar monopólios de comunicação de massa e a melhor distribuição de verbas públicas para as mídias. Os resultados aprovados em todos os municípios brasileiros serão encaminhados para as respectivas Conferências Estaduais e, por fim, servirão de base e orientação de ações para o Ministério das Comunicações, do Governo Federal.

É de se estranhar a ausência do governo e problema é dele por deixar correr à revelia. Tal como é louvável o apoio e a compreensão do Neidson. Com ou sem apoio, a Confecom local irá até o fim e cumprirá seu papel.

Na próxima terça-feira, novo encontro e mais discussões. E vamos lá!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Banda estreita

Segundo pesquisa da Universidade de Oxford, publicada na semana passada, as conexões de banda larga no Brasil são lentas. Enquanto a média dos 66 países analisados encontra-se na casa dos 4,75 Mbps, no Brasil, as conexões residenciais oscilam entre 512 Kbps a 2 Mbps, colocando-o na 45a posição no ranking.

Em Itabira, lamentavelmente, situamos na média baixa, com preços praticados nas velocidades mais altas por operadoras das capitais. Vide tabela abaixo.


Algumas iniciativas estão em andamento. A Valenet vem instalando fibra óptica para aumentar a velocidade e as larguras de banda. A Vivo tem interesse de melhorar pela implantação do 3G, mas esbarra na legislação ambiental e na câmara de vereadores, que precisa, urgentemente, alterar as legislação local, para o bem do desenvolvimento da tecnologia.

Outra do Neidson

Pelo visto, ou o presidente da câmara de vereadores, Neidson Freitas (PP), deve mesmo estudar mais a história de Itabira ou deixar de ser demagogo. Em seu pronunciamento, na solenidade de abertura da Semana da Comunidade, em comemoração dos 161 anos de emancipação de Itabira, ele tentou vender a idéia de que "Itabira será lembrada antes e pós Unifei", segundo publicação no Diário de Itabira, edição 4577. Antes disso, o filme que fez para a câmara, propondo resgatar a história itabirana, foi bastante criticado e um fiasco, historicamente falando, por causa de sua superficialidade.

Agora, vem com essa, se esquecendo de inúmeras ações ocorridas no passado, tais como a implantação da Vale no município, que mudou toda a economia e a geografia da região e do país e tantas outras ações mais.

Tudo bem que a Unifei, que é Federal e que tem a chancela do Presidente Lula (aquele mesmo do PT, em quem tanto a situação gosta de bater) é uma grande conquista para a cidade. Parabéns aos reais responsáveis e que seja super bem-vinda. Mas sugerir que é um marco divisor da história local? Menos, Neidson, bem menos...

Mais um no páreo

Na edição de sexta-feira passada, o Diário de Itabira anunciou a filiação de Adício Soares (da Vale Verde) no PTN, classificando-o como o primeiro a surgir em Itabira como pré-candidato a Deputado Federal.
Adício já foi candidato a prefeito de Itabira, em 2000, pelo PPS e a deputado federal, em 2006, pelo PMDB, tendo alcançado 14212 votos.
Além de ser um ótimo administrador de empresas e possuir uma boa visão política, segundo Raimundo Afonso, seu correligionário, eu ainda ressalto sua honradez e positividade: Adício é homem de palavra, do tempo do fio do bigode, e muito direto. Não faz uso dos "tapinhas nos ombros" só para agradar e embromar.

sábado, 3 de outubro de 2009

Vamos para a segunda etapa

Em tão pouco tempo de blog, nosso sítio vai crescendo, mesmo tendo a gente optado por tocá-lo na surdina, durante a fase de testes.

Seja bem vindo, Tonny! Afinal, já era tempo de começar a blogar conosco, porque você é um dos responsáveis pela criação dele.

Caro Márcio, parabéns pelos 25 anos do A Notícia. Quando pensei em convidar você para participar de um Blog bairrista, foi por causa da sua isenção e prestígio, além de seu título de cidadão honorário. Itabira precisa sempre de jornalistas como você. Aliás, é uma pena... de uns 20 ou mais órgãos de imprensa daqui, não conseguimos encher uma só mão com órgãos de valor  e credibilidade. A absoluta maioria é chapa-branca. Uma pena.

Aos leitores, entraremos neste mês na fase de divulgação. Quem puder dar uma força, vamos lá. Itabira merece!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

25 anos do jornal A Notícia

video

Ôpa, ôpa, ôpa!!!

Oi Geeente!!!! Já dizia um locutor famoso de rádio, mas confesso que "saco"pouco de blogger, apesar de navegar nessa "tardeinterné" desde seu crescimento nos idos de 90. Estou em São Gonçalo do Rio Abaixo, na biblioteca com meu notbook, me deliciando com os textos do nosso blog. Digo nosso pois essa idéia nasceu aqui, nesta mesa onde estou sentado, digitando essas palavras. Eu estava aqui quando me aparece a sempre agradável figura do Fernando... (Fernandinho, porque não?) rápidas palavras sobre PV, Damon, Banana, Campanha, governo atual e nasce em nos dois a criação do Blog; hoje vejo que o nosso filho já tá engatinhando. Confesso que por causa das viagens, demorei a "bloggar", mas confesso também que "bloggarei" sempre...
Abraços a todos, e vamos divulgar!!! AVANTE, Juntos Seremos Fortes!!!