Who's amoung us?

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

NOVELINHA ITABIRANA, À MEXICANA - 2° capítulo

O primeiro bloco, do segundo capítulo da novela itabirana, sobre a inauguração da Unifei, ocorrida na tarde do dia 31 de outubro, saiu como previsto.
 
Alunos da escola, cansados de tantas embromações, atrasos e improvisos, cumpriram com a manifestação silenciosa e pacífica, durante a cerimonial de inauguração. Ouviram-se apenas poucas vaias baixinhas e sem maiores contaminações. Os alunos, com narizes de palhaços, viraram-se de costas para o palanque oficial, enquanto erguiam cartazes com os dizeres "Meio passe já", "Alimentação decente a preço justo", "2,70? Nem se Cisne voasse", "Chega de promessas, queremos fatos", "É bom quando você fala e te dão as costas" dentre outras frases de defesas.
 
Os motivos centram-se na ausência do RU (restaurante universitário), comum nas escolas federais do país, que fornecem refeições a preços subsidiados, e em busca do meio passe para o caro transporte coletivo itabirano, operado há décadas pela Transportes Cisne. Estas reivindicações já foram reclamadas pelos alunos na câmara municipal, reitoria e com o prefeito, sem sucesso e sem retorno. Daí, a decisão deles pelo manifesto.

Curiosamente, nossa redação encontrou a seguinte frase, num longo texto de descrição arquitetônica do prédio, publicada de forma bajulativa, num conhecido portal da cidade "...Na elaboração do projeto, nada foi esquecido...". Será mesmo!?!
 



Fotografias registradas por alunos,
enviadas com exclusividade para o Filhos do Cauê.

A seguir, vamos acompanhar como serão noticiadas as manifestações e a inauguração, pela mídia itabirana. Será que acertaremos nas previsões restantes, de que a mídia associará as legítimas manifestações ao caso dos peladões do Amazonas? Não percam os próximos capítulos!

INAUGURAÇÃO DO PRIMEIRO PRÉDIO DA UNIFEI

Fotografia registrada por um aluno, num celular.
A prefeitura de Itabira inaugura o primeiro prédio do complexo universitário da Unifei-Itabira, no final da tarde de segunda-feira (31/10/2011), após longo atraso para início e entrega das obras, enquanto os alunos, sem outra alternativa, eram alojados em contêineres improvisados, instalados no que a prefeitura chama de "Itec-Parque Tecnológico de Itabira" (clique aqui para ver), desde o ano de 2008.

Orçado em R$ 15,6 milhões, o prédio conta 4 pavimentos, num total de 4.244 mil m², divididos em  60 salas de aula, sala de reunião, praça de alimentação, auditório, laboratórios, sanitários, escadas de acesso e um elevador.

A arquitetura, segundo a assessoria de comunicação da prefeitura, é voltada para o ecodesenvolvimento, que se pauta no menor consumo dos recursos naturais para a edificação e manutenção, dos pontos de vista de aproveitamento da ventilação e iluminação naturais e  de captação e reaproveitamento da água pluvial. 

Fotografia registrada por um aluno, num celular.
 
 

Viva Drummond!


Mais um aniversário do mais ilustre filho de Itabira. Com toda certeza, se ainda estivesse entre nós, também seria um "Filho do Cauê". Como Drummond, sabemos que sozinhos não somos capazes de dinamitar a ilha de Manhattan, e por isso esse blog está a serviço da comunicação independente e crítica, contra o coro dos contentes, aqui no Mato Dentro.

Elegia 1938

Trabalhas sem alegria para um mundo caduco,
onde as formas e as ações no encerram nenhum exemplo.
Praticas laboriosamente os gestos universais,
sentes calor e frio, falta de dinheiro, fome e desejo sexual.

Heróis enchem os parques da cidade em que te arrastas,
e preconizam a virtude, a renúncia, o sangue-frio, a concepção.
À noite, se neblina, abrem guarda-chuvas de bronze
ou se recolhem aos volumes de sinistras bibliotecas.

Amas a noite pelo poder de aniquilamento que encerra
e sabes que, dormindo, os problemas de dispensam de morrer.
Mas o terrível despertar prova a existência da Grande Máquina
e te repõe, pequenino, em face de indecifráveis palmeiras.

Caminhas entre mortos e com eles conversas
sobre coisas do tempo futuro e negócios do espírito.
A literatura estragou tuas melhores horas de amor.
Ao telefone perdeste muito, muitíssimo tempo de semear.

Coração orgulhoso, tens pressa de confessar tua derrota
e adiar para outro século a felicidade coletiva.
Aceitas a chuva, a guerra, o desemprego e a injusta distribuição
porque não podes, sozinho, dinamitar a ilha de Manhattan.

domingo, 30 de outubro de 2011

sábado, 29 de outubro de 2011

NOVELINHA ITABIRANA, À MEXICANA



CENA 1:

Prefeitura conclui construção do primeiro anexo do prédio da Unifei. Prefeito decide inaugurar o prédio na segunda-feira. Hesita, por faltar partes, mas decide pela inauguração.

CENA 2:

Cansados de tanto ser engalobados pelo governo municipal e pela câmara, alunos da Unifei preparam uma manifestação pacífica para o evento de inauguração, em reivindicação do RU - Restaurante Universitário - e do meio passe para o transporte coletivo. Era segredo de estado.

CENA 3:

Alguns alunos deixam escapar para a mídia o manifesto para o momento do evento.

CENA 4:

Na sexta-feira antecedente à inauguração, alguns alunos, moradores de uma república, aproveitam um apagão na rua e brincam de fazer uma aposta. Como perderam, cumprem e saem nus. Alguns passos depois, uma viatura os recolhe para a delegacia. São liberados em seguida.

CENA 5:

Assessorias de comunicação da prefeitura e da câmara encontram a deixa que faltava!

Para desabonar e ridicularizar os alunos, que fariam coro com os demais colegas na manifestação contra o governo, na inauguração da segunda-feira, impõe que a imprensa chapa-branca estampe manchetes, alegando que os universitários são todos baderneiros e irresponsáveis.

CENA 6:

A brincadeira dos rapazes chega à cidade e boa parte da população cai, mais uma vez, na lábia do governo. "-Ah, esses moleques, irresponsáveis! Bem que nem deveriam ter vindo morar aqui!".

FIM DO CAPÍTULO

CENAS DOS PRÓXIMOS CAPÍTULOS:

(segunda-feira)
Alunos cumprem com o manifesto e imprensa chapa-branca associa a reivindicação pela ausência do RU e do meio passe, durante a inauguração, ao episódio do moleques nus.

(ao longo do mês)
Como recompensa, os chapa-brancas que detonaram os "moleques irresponsáveis", receberão fartos anúncios.



Nota do roteirista: O presente roteiro é uma obra de ficção, baseado em fatos reais, podendo conter trechos verídicos e inferências que podem se realizar, ou não.

Abaixo assinado para a reabertura da Casa do Brás.


Carta aberta ao prefeito municipal de Itabira, Dr. João Izael Querino Coelho, em anexo, enviando as assinaturas via Correios, já que as atendentes deles não tiveram capacidade para marcar a visita da Karina Penido Rosa para que fizesse a entrega pessoalmente.

Quem quiser conferir se o nosso prefeito municipal já recebeu a correspondência, o registro nos Correios é: RM722298903BR

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

NA DEFESA: VALE TUDO



 

Assim que li a matéria da Defato Online (clique aqui para ler), na qual o repórter Rodrigo Andrade defende que os peemedebistas estão com discursos afinados, no sentido de não terem definido se seguirão a base governista ou de oposição, fiquei incomodado. Será verdade que o PMDB ainda insistirá em seguir o desgastadíssimo governo!?! 
   
Na dúvida, perguntei a uma pessoa de minha confiança, ligada ao PMDB, que pediu para que não a identifiquemos e ela foi taxativa: "-Esse vereador tem que aprender a ficar com a boca fechada. Quem pode falar pelo partido é o Dilson Gomes, presidente do partido". E mais adiante na conversa, esse contato revelou que "os discursos, principalmente do deputado  federal Leonardo Quintão, foram de críticas à situação".

Perceber a conduta em cima do muro, do vereador peemedebista, Élson Sá, não é novidade para ninguém. Até mesmo porque, é do conhecimento geral que o "grupão" fora instituído por meio da negociação de vagas, as quais o PMDB detém algumas dezenas. É do conhecimento geral que o PMDB é parte integrante e beneficiada do antigo grupão.

De repente, o vereador e a direção do PMDB podem até estar certos do posicionamento dúbio, primeiro porque podem "elevar o passe", durante as negociações, que na política se traduz em quem nos dá mais cargos, para que fechem com eles. Segundo, porque, romper agora, certamente implicaria em outra caça, tal como as dos 26 tucanos, recentemente abatidos.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

CAÇA AOS TUCANOS



Com o rompimento do PSDB com o governo João Izael-PR, oficializado no início desta semana, pelo vice-prefeito Roberto Chaves-PSDB, o prefeito municipal pediu para que sejam tomadas medidas "drásticas" contra todos os tucanos, ocupantes de cargos na prefeitura de Itabira, num total de 26 cargos.
 
A ordem do prefeito, segundo o sítio de notícias do Átila Lemos, é exonerar "desde o faxineiro, até o alto escalão". Dois motoristas peessedebistas, Ricardo Ferreira e Helton Barbosa, que atendiam ao gabinete do vice-prefeito, foram dispensados no início da tarde de terça-feira, 25.
 
A expectativa dos governistas, estranhamente, é que o Roberto Chaves seja solidário com os colegas tucanos e que "entregue o cargo de vice-prefeito", que é um cargo eletivo. Seria uma renúncia, o que querem?
  
Mais uma vez, as evidências comprovam a linha de gestão adotada pelo governo municipal, pautada nos apadrinhamentos políticos dos quase 20 partidos que o elegeu, em detrimento das capacidades  técnicas e valores dos ocupantes temporários dos cargos. Os maus resultados deste governo, é claro, não poderiam ser diferentes do que projetaram.

Mais informações: Notícias Uai.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

MULHER DE MALANDRO


Cada vez mais estranho o comportamento do eleitor itabirano. Há tanta gente reclamando que, no lado do fulano, tem gente ruim. No lado do sicrano, tem esse e aquele. E no beltrano, onde concentra a maioria dos nomes ruins pendurados e colados, que nem sanguessuga, acaba prevalecendo sob a cegueira generalizada.
  
Comportamento semelhante, só se vê em gente de baixíssima autoestima. Daqueles que preferem apanhar, do que partir para uma nova estória, para a luta, pelo menos, para tentar um futuro melhor. Que me perdôem as mulheres, mas é o que se chama coloquialmente de mulheres de malandros. Há, de semelhante forma, um tanto de marmanjões mijando de medo. Desses tipos que, quanto mais apanha, parece que mais gostam.
 
Mesmo diante dos absurdos, eis que o povo elege o continuismo, "para completar o trabalho"... Pois é... E foi, exatamente, em 2008 a melhor chance, senão a única da história, perdida pela população, para que a cidade passasse a ter um novo perfil de políticos, praticamente sem vícios, sem velhas raposas, sem cacoetes da politicagem. Muito pouco, senão, quase nada de ruim, havia sobrado na chapa de oposição, com Damon e Alexandre nas cabeças. Já do lado de lá, concentrou tudo de ruim da política, no que chamamos de "grupão".
  
Estava fácil de se promover a primeira limpeza. Por receio do novo, da inexperiência, prevaleceram as raposas e o resultado aí está: quase uma década de letargia e de paradeiro para uma das mais ricas cidades do estado, enquanto uns dez espertos políticos enriqueceram como nunca se viu. Garantir que a chapa anterior era ideal? Não poderíamos garantir nada, porque o primeiro desafio é vencer uma eleição, o segundo, é administrar com eficiência. Portanto, entendo que era um primeiro passo, para mostrar para os ultrapassados políticos que o povo amadureceu, que quer mais do que apadrinhamentos, promessas vazias, tapinhas nos ombros e umas toscas vantagens.
 
Para a próxima oportunidade, segundo os movimentos, não haverá semelhante separação. Todos os lados serão contaminados, uns com mais, outros com menos. Acredito que a mistura é inevitável. Agora, não venham reclamar e dizer que o lado tal, tem o fulano ou cicrano... Agora, aguenta! E tem mais, se esforcem e tirem as mãos dos bolsos para defender o lado menos pior, porque a eliminação das maçãs podres restantes, caberá a cada um de nós.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

MEIA BOMBA

Ontem, pela manhã, o vice-prefeito Roberto Chaves-PSDB, anunciou, oficialmente, o rompimento político do partido dele com o governo João Izael-PR. 
 
Dizemos, oficialmente, porque, em fevereiro de 2010, o vice-prefeito já havia disparado os primeiros ataques, quando deu entrevista para o programa do Vagner Ferreira, na rádio Caraça-FM (comprada por integrantes do "grupão"), com as primeiras críticas contra o governo. Na ocasião, o Filhos do Cauê noticiou e comentou sobre possíveis rompimentos, na crônica "A vespa e a aranha" (clique aqui para ler, que vale a pena). 
  
Portanto, o que assistimos agora, nada mais é, do que a concretização da metáfora apresentada no referido artigo do link acima, na qual comparamos o governo João, com uma caranguejeira, que é comida viva, por dentro, pelas larvas da vespa do gênero Pepsis.
    
 
AS OUTRAS LARVAS
 
A primeira investida velada e mais concreta contra o governo veio do PP, na virada de 2010 para 2011, ao aliar-se com o ex(?)-opositor PT. Velada, porque não se viu, claramente, qual comportamento prevaleceria. Se o PP tenderia para centro ou para a oposição, ou se o PT se tornaria grupão. 
  
Certo é, que assistimos a um festival de falta de ideologia e de estranhos comportamentos éticos, ao acompanharmos militantes e componentes da direção do PT, não poupando críticas contra o governo nas redes sociais, enquanto  compunham e comiam o mesmo corpo do governo. Fatos esses, também, noticiados neste blogue, desde que se uniram. 
  
Já as lideranças do PP tiveram comportamento mais acometido e até mesmo subserviente, com relação ao governo. Ciscaram num lado e comiam no outro, onde apostavam para o futuro próximo. 
  
E o governo? Não entendemos nada. Não se incomodou e não se posicionou. Ao que parece, dava linha. Se o projeto PP/PT desse certo, como são maioria, teriam chances de retomar as rédeas e permanecerem no poder, deixando o PT de lado. Pelo menos, essa parece ser a única explicação, não!?!
 
E então, outros sinais sucedem com o aproximar das novas eleições. O PMDB filiou o Reginaldo Calixto, com bom cacife para vir a prefeito, e o combativo presidente do sindicato dos servidores, José da Penha, que deixou o PV, em situação mal explicada para a população.
 
Agora, a meia bomba saiu do PSDB, que, ao ser ser deixado mais de lado pelo governo, rompeu oficialmente, com entrega de cargos e veículos. Ouçam o depoimento do Roberto Chaves-PSDB, numa coletiva, para a Rádio Itabira-AM.
 

video

QUÊ EFEITOS TÊM AS SAÍDAS DO VICE E DO PSDB?
 
Que o PSDB tem bons nomes, tem. Geraldo Rubens, secretário de Planejamento, altamente técnico, e Alberico Mafra, que tem cacife para ser secretário e dirigia a Policlínica, são as mais significativas baixas.
  
O governo pode perder, também, boa parte dos acessos com Mauri Torres, atual conselheiro do Tribunal de Contas, e com o governo mineiro, do Antônio Anastasia, que são do PSDB. Outra perda será com relação ao tempo de mídia eletrônica, de rádio e TV, na propaganda eleitoral gratuita, que passa a ser assediado por dois grupos, do PSB e da dobradinha PP/PT.
  
Entretanto, todavia, contudo... não há como não questionarmos... qualquer rompimento, depois de tanto se fartarem das vísceras da tarântula, parece perverso, não? Mas é da natureza de cada um. Fazer o quê...

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

CONFISSÃO

O vice presidente do PT, José Francisco da Silva, confessou, numa postagem do grupo Opinião de Itabirano (Facebook), na noite de sexta-feira passada, que "alguém" (algum participante ou membro do grupo - PP/PT) pediu votos para um candidato do grupo deles, durante um evento do programa Agenda 2012, ocorrido numa escola estadual.

Sem que identificasse o autor e o pré-candidato envolvido, José Francisco admitiu os "erros", do membro presente e deles, por não terem corrigido a esperteza na ocasião, tendo pedido desculpas e prometido que não mais aconteceria a falha. Veja na cópia de tela abaixo.

Clique na imagem para ampliar.
Já no dia seguinte, no sábado pela manhã, as publicações acima haviam desaparecido do Facebook. Na ocasião, chegamos a pesquisar, várias vezes, pelas postagens originais, sem sucesso. Assim que questionamos, sem maiores explicações, retornaram ao ar, sob o olhar atento de vários membros do grupo, que estavam conectados (on line). Logo depois, sumiram de novo, tendo sido refeita, parcialmente, pelo José Francisco.

Portanto, ficam confirmadas as denúncias do Jornal Impacto (clique aqui para ler) , de propaganda eleitoral extemporânea, ocorrida em recente evento no distrito de Senhora do Carmo, tendo como público, alunos retirados de salas de aula de uma escola estadual, sob a autorização da diretora, que se alegou ter sido "enganada" com a manobra, bem como confirmada a hipótese que nosso blogue havia previsto, de que o projeto Agenda 2012 seria uma "arapuca eleitoral".


REAÇÕES ANTERIORES

Deste que noticiamos a matéria do Jornal Impacto neste blogue, uma série ataques de militantes do PP/PT e de empregados da agência de publicidade oficial, que atende a Câmara e a Prefeitura há anos, foram disparados contra este blogueiro, ao longo da semana passada, no fórum Opinião de Itabirano, do Facebook.
  
De iguais formas, algumas destas postagens mais apelativas foram retiradas do ar, instantes depois, bem como registramos mudança no perfil de um dos autores, que retirou o vínculo empregatício com a tal agência. Vários participantes que estavam conectados perceberam e questionaram os apagamentos.
  

OSSOS DO OFÍCIO

Embora possa parecer picuinha, as corretas identificações de autorias de comentários e de participações em blogues e fóruns das redes sociais são fundamentais do ponto de vista de checagem de idoneidade e imparcialidade da fonte, bem como, até mesmo para amparo de caráter legal. Trolagens, provocações, acusações, difamações e calúnias podem ser questionadas na Justiça, por quem se sentir ofendido. Daí, a importância da correta checagem, lembrando que o ambiente virtual responde por iguais regulamentações legais, que nos meios reais.
 
De nossa parte, podem ter certeza, não recuaremos à nenhuma pressão ou intimidação. Não por revanche, mas para que possamos colaborar com a correta disseminação da informação, de forma mais fiel possível. Manisfestaremos e tornaremos público tudo que entendermos como notícia, para que todos leitores avaliem e façam o próprio juízo, na expectativa de que, num futuro próximo, os comportamentos corretos sejam valorizados e os maus comportamentos políticos sejam banidos da cidade. É isso aí.

PARA PREFEITO EM 2012, FULANO DE TAL - 6


e para passar a régua dO Trem...
 
"João Izael
   
Prefeito desde 2005, eleito após mandato como vice. Trabalha com orçamento de cerca de R$ 2 bilhões,  mas Itabira está aos pandarecos – até leitos para salvar vidas nos hospitais faltam. Fracassou para Itabira e, consequentemente, para ele mesmo. 
   
Uma prova: está no Poder Executivo desde 2001, torra dezenas de milhões de reais em comunicação autobajulativa, mas permanece político apenas local. Ora, um político  com uma década no comando de uma cidade forte cultural e economicamente como Itabira, por pior que seja, tem obrigação de virar líder  estadual e ainda dar umas beliscadas na esfera federal, mas João Izael nem líder regional é. 
  
Brutalmente  desgastado e inelegível para 2012, somente ainda é considerado porque comanda a poderosa máquina  administrativa. 
 
Quem tiver o apoio dele, terá os benefícios desta, mas herdará toneladas de desgaste. 
  
 
Outros

Há outros cogitados, como o delegado Robson Matos, o vice-prefeito Roberto Chaves, o empresário localmente rico Adício Soares, o médico evangélico Marco Antônio Gomes e o sindicalista Paulo Soares. 
 
Esses, no entanto, para merecer análise dO TREM, precisam se robustecer como partícipe da pugna  eleitoral. Ou seja: têm de sair da moita".
 
por Marcos Caldeira - O Trem. 

domingo, 23 de outubro de 2011

PARA PREFEITO EM 2012, FULANO DE TAL - 5


Estes próximos, de tão juntos, publicaremos em série.
 
"Neidson de Freitas
 
Não perde para vereador, mas, para prefeito, é muito difícil, pois carrega uma má fama que parece não sair nem com soda cáustica.
 
É o preferido para muitos oposicionistas, por ser, segundo estes, mais fácil para derrubar.


Alexandre Banana
  
Fase um: exerceu dois bons mandatos de vereador e conquistou respeito como político digno de confiança. Fase dois: tentou ser deputado estadual em 2010, foi mal votado e este ano aliou-se com políticos que apóiam o grupo que espanca Itabira desde 2001 e aos quais se opunha tenazmente há 10 anos.
 
Com essa estranha aliança, assumiu a diretoria da Câmara de Vereadores. Está torrando credibilidade no comando de um legislativo submisso, incompetente e sem transparência. Está sujando a biografia no  comando de uma casa onde se faz política lesiva a Itabira.
  
Banana que escorregou na própria casca".
  
por Marcos Caldeira - O Trem.

sábado, 22 de outubro de 2011

PARA PREFEITO EM 2012, FULANO DE TAL - 4



continuando...
 
"Reginaldo Calixto
  
Vice perfeito. Faz bom trabalho como provedor do Hospital Nossa Senhora das Dores, tem apoio de parte importante da igreja católica e disse aO TREM: “Participarei ativamente na eleição. Não sei como, mas  vou com força”. 
  
É papagaio esperando bons ventos para decolar. Uma dobradinha Damon de  Sena/Reginaldo Calixto, com bom trabalho de comunicação, dá a ambos o direito de já pensar em alfaiate para cortar o terno da posse.
  
Reginaldo Calixto está ciente do desgaste da situação, e gente a ele ligada garante que o provedor não se alia a membros do grupo que arregaça Itabira desde 2001".
 
por Marcos Caldeira - O Trem.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

PARA PREFEITO EM 2012, FULANO DE TAL - 3



E mais uma análise d'O trem.
   
"Bernardo Mucida
 
É cedo para se candidatar a prefeito ou a vice. Se tiver juízo, sairá para vereador e só não se elegerá se errar muito. Firmou o nome na eleição de 2010, quando se candidatou a deputado federal e, com campanha modestíssima, teve 7.556 votos em Itabira, suficientes para projetá-lo localmente. 
 
Opõe-se ao brutalmente  desgastado governo João Izael e nunca ocupou cargo eletivo. Portanto, boa novidade na política itabirana,  tão carente de depuração. Outro trunfo é a estampa de galã, o que também soma ponto, principalmente com as barangas, e as há com fartura".
 
por Marcos Caldeira - O Trem. 

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

A FUNCESI E OS MAUS TRATOS À COMUNIDADE

Outro dia recebi um convite via mensagem eletrônica (vulgo e-mail) da FUNCESI para o vestibular 2012 e hoje, peguei o carro, fui lá para me informar melhor presencialmente a respeito das disciplinas e custo de inscrição para comunicar a meu filho, perdi a viagem.

Ao chegar lá não entendi nada, durante o dia em que quase todas as vagas do estacionametnos estão vazias, os visitantes e pretendentes a aluno não podem adentrar lá com o seu automóvel e têm de deixar o veículo no pequeno estacionamento para visitantes; por incrível que pareça são somente quatro vagas e naquele momento todas estavam ocupadas.

Perguntei ao porteiro e ele me disse que deveria deixar o automóvel fora dos portões da faculdade pública itabirana e ir a pé até à secretaria, perguntei se deixava o carro fechando as quatros vagas ou na rodovia, fiquei sem resposta.

Sei que o porteiro segue normas impostas pela direção (?) da faculdade, mas cheguei a triste conclusão que a pessoa que ditou esta norma para o estacionamento dos visitantes é meramente um "retardado mental", que está preocupado somente com o próprio umbigo e o salário no final do mês e não preza por novos alunos naquela escola, nem como possível contribuinte ao seu salário.

Esta faculdade é mantida e foi criada com dinheiro público, até antes do PROUNI só dava bolsas de estudos a quem o prefeito municipal indicasse e simplesmente a comunidade, por mais uma vez, continua sendo mau tratada por uma entidade pública municipal.

Para quem quiser melhores informações daquela escola é melhor ir ao sítio eletrônicowww.funcesi.br e pesquisar sobre o curso pretendido, já informando que a inscrição ao vestibular 2012 custa R$50,00.

Creio ser este um mau crônico em Itabira, o dos mentecaptos de plantão!

CAMARA DE ITABIRA PAGA POR SERVIÇO QUE É GRATUITO NA INTERNET.‏

Apesar do Presidente da Câmara Subserviente Municipal de Itabira ter cancelado o contrato, conforme matéria de ontem do Diário de Itabira, não posso deixar de publicar um texto que era para ser postado no blog há tempos atrás. Mas pelo excesso de viagens, não pude fazê-lo. Portanto, segue uma análise de mais uma imbecilidade da Câmara de Itabira e seus asseclas. Recebí esse e-mail de uma fonte e pasmem. Meu amigo Fernando, profundo conhecedor de informática, às suas considerações...

Prezado Tonny se puder preservar meu nome agradeço, mas gostaria q vc tomasse conhecimento dos seguintes fatos,,,,,,
Hoje tive a oportunidade de ler na Pagina 03 da edição 5323 do Jornal Diario de Itabira a seguinte Manchete : Câmara ja transmite, ao vivo, reuniões do Plenário, achei a materia muito pertinente e como operador da area de informatica resolvi acessar e descobri algo interessante sobre o assunto que passo a lhe relatar.

De inicio a manchete poderia ser a seguinte : Câmara de Itabira paga mais de 1.600 reais por serviço que é gratuito na internet
Câmara de Itabira paga mais de 1.600,00 reais por mês, por um serviço que é gratuito na internet, isso mesmo, é um serviço de transmissão de vídeo das reuniões dos excelentíssimos vereadores.

Acredite, a Câmara Municipal de Itabira realizou entre os dias 12 e 17 de setembro uma licitação, para a realização das transmissões de vídeo das reuniões dos vereadores através da internet.

Dentre as empresas participantes da licitação, apenas uma é de Itabira, porém perdeu para uma empresa de Ipatinga no Vale do Aço. A vencedora teve um contrato no valor de R$ 1.625,00 (Um mil seiscentos e vinte e cinco reais), não teria nada de irregular se o serviço não fosse um sistema gratuito de internet como exemplo: Youtube, Facebook, MSN, Ustream e Livestream dentro outros gratuitos de internet.

As transmissões que deveriam esta sendo realizadas através de um sistema comercial de verdade, ocorrem por um site chamado “Livestream” que oferece o serviço de transmissão de vídeo gratuito, acesse o endereço para conhecer o serviço gratuito “www.livestream.com”, na câmara alguém esta usando o serviço como paliativo, para manipular, passando-se a imagem de que é um serviço profissional de transmissão de vídeos.

O que para os leigos é chamado de “Espelho de Pagina” é na verdade no linguajar de um Web designer o famoso “Iframe”, que faz carregar dentro do site outra página de outro site, qualquer profissional da área de “web designer” conhece o recurso não é novidade.

A página oficial da Câmara Municipal de Itabira, no endereço:
www.itabira.cam.mg.gov.br/mat_vis.aspx?cd=6122, esta o link que transmite o vídeo, e é fácil de ver que foi copiado do “Livestream”, basta abrir o código html da página para ver que o que pode ser chamado de uma fraude, também pode acessar o link direto, a página criada gratuitamente pela empresa contratada pela Câmara é “http://www.livestream.com/cmitabira”.

A conclusão é lógica e que a Câmara Municipal de Itabira, paga R$ 1.625,00 “Um mil seiscentos e vinte e cinco reais” por um serviço que é gratuito na internet.

Vamos deixar uma pergunta no ar, se o dinheiro não esta sendo gasto com o serviço de vídeo, por ser um serviço gratuito, para onde está indo os mais de 1.600 reais todo mês?

É preciso ser investigado , isso não pode continuar ocorrendo.

Convidamos você a seguir passo a passo da criação do serviço que é gratuito e bem simples e conhecer como foi feito:

1 – Acesse o site do “livestream” www.livestream.com.

2 – Faça o cadastro no site.

3 – Crie sua página de transmissão.

4 – Ligue a câmera e transmita imagens para todo mundo.

Ressaltar que o serviço no site “livestream”, também pode ser pago, o valor de U$ 350,00 (Trezentos e cinquenta dólares) ao cambio de hoje R$ 1,75 daria R$ 612,50, caso fosse pago a empresa vencedora da licitação ainda teria um lucro de R$ 1.012,50, alguém se habilita a ganhar esta grana extra sem trabalhar?

Obs; No dia 11 de outubro de 2011, por cerca de 30minutos durante a reunião da Câmara para ser mais preciso as 15h38 (ver foto), o sistema não transmitiu imagem para o publico externo [internautas], de acordo com informações obtidas na Câmara o sistema de conexão de banda larga não estaria suportando os inúmeros computadores dos gabinetes e demais salas, acarretando os piques na transmissão das imagens.

No dia 18 de outubro novamente a transmissao nao aconteceu, apesar de no site da Câmara o serviço esta sendo oferecido aos cidadãos.

P.S. Recebí alguns links que posteriormente postarei aqui...




PARA PREFEITO EM 2012, FULANO DE TAL - 2

  

Continuemos com as análises d'O trem.
  
 "Ronaldo Magalhães
 
Um dos líderes do grupo que espanca Itabira desde 2001. Na gestão dele como prefeito(2001-04), empresários locais entraram pobres na prefeitura, como secretários, e saíram milionários. No ninho dele foi chocado o atual prefeito reeleito de Itabira, João Izael, que faz um governo monumental em incompetência. 

A gestão João Izael está beneficiando Ronaldo Magalhães, fazendo com que muitos tenham saudade da administração anterior, numa disputa para saber quem é menos prejudicial. Itabira quer mudança. Não será novidade se a situação apresentar Ronaldo Magalhães, que é continuísmo dos mais continuados, como candidato da mudança, para ludibriar a massa enganadiça".
 
por Marcos Caldeira - O Trem. 

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

DENÚNCIA: PROPAGANDA ELEITORAL EXTEMPORÂNEA DO PP/PT



O último Jornal Impacto publicou uma grave denúncia contra o conluio PP/PT, por ter “enganado” a diretora Mariluce Condessa Ribeiro, da Escola Estadual Antônio Martins Pereira, localizada no distrito de Senhora do Carmo, para que liberassem os alunos da sala de aula, do horário noturno, para “assistirem a uma palestra e discutirem os problemas daquele distrito”, ocorrida no último 15 de setembro, no salão paroquial da Igreja Matriz.
  
Só que, lá chegando, os alunos foram surpreendidos com “discursos políticos de vereadores, de pré candidatos locais e do ex-vereador Neidson Freitas-PP”. E o pior, “informações dão conta, que até mesmo uma pessoa 'de fora', provavelmente de Itabira, foi contratada para tecer muitos elogios e 'encher a bola' de um possível pré candidato local, colocando o mesmo como o redentor de todos os problemas daquele abandonado distrito”.
  
Indignados com a mudança do propósito inicial, que fora garantido por um pré-candidato a vereador do distrito, que o evento nada tinha a ver com política (partidária), os professores tentaram localizar, em vão, a diretora no momento do evento, para que retornassem com os alunos para as salas de aula, a tempo. 
  
Mais um papelão da arapuca eleitoral “Agenda 2012”! Para o PP, nem tanto assustamos, porque muito pouco poderíamos esperar de um grupo político que se omitiu na troca de vantagens, que se fartou de benesses do grupão, que usou de recursos públicos para autopromoção, que tem o costume de contratar gente para serviços de ovação etc. Já para o PT itabirano...

Para ler a matéria na íntegra, clique no link abaixo.

PARA PREFEITO EM 2012, FULANO DE TAL

O Trem deste mês trouxe uma análise muito interessante sobre os pré-candidatos a prefeito de Itabira. Um retrato bem fiel do atual cenário, que serve de dicas para que os postulantes se preparem melhor e para que os eleitores continuem estimulados na discussão sobre o futuro administrador da bilionária Itabira, que não tem tempo para errar mais.
  
Gentilmente, Marcos Caldeira, dono d'O Trem, nos cedeu os textos, que publicaremos, por partes, ao longo da semana. Curtam, analisem e critiquem!
 
"A eleição que dará a Itabira um tão necessário prefeito novo já é o assunto dominante na cidade, e é ótimo que o seja, pois o alheamento político, definitivamente, não convém. O TREM faz algumas considerações sobre os principais nomes até agora aventados.
  
Damon de Sena
 
É o mais forte. Traz bom capital político, acumulado em três eleições perdidas, mas nas quais se firmou como o principal opositor ao brutalmente desgastado grupo político que esfola Itabira desde 2001, liderado
pelo ex-prefeito Ronaldo Magalhães e pelo atual prefeito, João Izael. Sem desgaste, está com o nome fresquinho na cabeça do eleitorado.
  
Para garantir a cadeira de prefeito, precisa de coligações inteligentes, que lhe tragam um bom vice. Dois perigos, que podem derrubá-lo: errar demasiadamente em comunicação ou se aliar com gente queimada, que a população não mais suporta. Damon de Sena diz que jamais se juntará com líderes do grupo que arregaça Itabira desde 2001 e que devassou a vida pessoal dele nas eleições de 2004 e 2008, com baixarias homéricas".
por Marcos Caldeira - O Trem.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

E TOME MAIS IMPOSTOS!!!


FOTOS NAS GUIAS DE IMPOSTOS


Está em circulação na internet uma sacada muito interessante. Assim como é obrigatória a publicação de fotos de pessoas doentes, enfermidades e males causados pelo consumo de cigarros, deveriam ser, igualmente, obrigatórias fotos de pessoas gordas nos pacotes de batatas e nos pets de refrigerantes; animais torturados nos potes de cosméticos e, é claro, dos políticos corruptos nas guias de recolhimentos de impostos.

Para ser mais ameno e pegar menos pesado, proponho que seja mantida a ideia de publicar fotos de todos os "sortudos" políticos que se enriqueceram recentemente na cidade, de uns 10 anos para cá, em todas as guias de IPTU, IPVA, taxas de expedientes, ISS, de incêndio e, não, dos corruptos, porque estes tais, se comprovados seus desvios, deveriam estar na cadeia. 
 
Ah, sim! Por que eu entendi que publicar fotos de todos esses "sortudos" políticos é mais ameno? Elementar, oras! Não se trata de uma denúncia e, sim, só lembrete que aquele dinheiro pago tem ajudado, pelo menos, a uma meia dúzia de uns dez a levantarem verdadeiras fortunas, meus caros! Agora, se o privilegiado for tímido e avesso à exposições sociais, podemos colocar fotos dos consolidados negócios deles. Que tal? Quem ou quais empresas felizardas você escolheria para ilustrar seu talão de IPTU?

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

ACORDO EM CHEQUE PÓS-DATADO NÃO VINCULA TERCEIROS


O terceiro de boa-fé que recebe e apresenta cheque pós-datado (usualmente chamado de cheque pré-datado) não está sujeito a indenizar seu emitente por eventuais danos morais decorrentes da apresentação antes da data combinada. Segundo recente decisão do STJ, a regra que determina a indenização por dano moral na apresentação antecipada do cheque pós-datado se aplica somente aos pactuantes (emitente e recebedor do cheque), não sendo aplicável aos terceiros de boa-fé. (Fonte STJ).

SOU GRUPÃO E PRONTO!




Uma coisa não podemos negar: dentre os nomes que passaram a compor e a apoiar o governo João Izael, Élio Quadrado é um dos que mais merece respeito, dos pontos de vista de fidelidade, caráter e companheirismo. Ao longo de sua carreira política, se ele está de um lado, o defende e não se vê ele ciscando fora, mesmo que tais defesas custem-lhe caro para sua imagem.
 
O motivo de ovacioná-lo, embora eu não avalize ideologicamente a linha de gestão adotada por ambos, do Élio e do governo Izael acerca da gestão pautada nos apadrinhamentos e no inchaço da máquina, faz-se por causa de sua recente cartada. Élio Quadrado entregou seu cargo de diretor do Saae e desfiliou-se do PMDB.

Élio foi para o Democratas do Cácio Guerra e alega sentir-se bem acolhido por lá. São duas motivações defendidas pelo político: a primeira por não aceitar a conduta dúbia do partido, que parte dele segue (e mama) no governo, outra parte acompanha o Damon, outro segmento tem ligações com o PP/PT por meio da Trícia Negrão (esposa do Alexandre Banana-PT e ao mesmo tempo vice presidente do PMDB) e outra investe no novo nome, o Reginaldo Calixto. Para confundir mais, eis que filia no PMDB o sindicalista da prefeitura, José da Penha, ex-PV. Outro motivo alegado é que ele teria só até o dia 18 próximo para se desligar de funções executivas públicas, para que possa ser candidato. Realmente, democracia é fundamental, mas tamanhas dispersões pegam muito mal.

É por isso que repudiei e ainda tenho muita resistência com esta sigla. Reginaldo Calixto, embora seja um bom nome e tem boas habilidades de gestão, pode enfrentar muitas, mas muitas dificuldades por lá. Não vejo chances de crescimento num grupo, no qual cada um puxa para um lado. E mais, pega muito mal para todos, porque os eleitores ficam, com razão, desconfiados. Quê estratêgias têm? Garantir as permanências das bocas, junto a quem assumir o poder? Esquisitíssimo, não?

É isso aí, Élio! Parabéns pela fidelidade e que sua conduta sirva de exemplo para que o PMDB encontre, urgente, sua identidade.
  
Fonte: Defato Online.
  
   
APROVEITANDO O ENSEJO...

Tal conduta do Élio me fez refletir para o meu quintal. Caramba, até hoje, estou filiado ao Dem, partido que considero com estranhas e/ou más condutas na administração municipal. Como sempre defendo, eu sou contra o "grupão".

Filiei-me ao Dem, por volta do ano 2002, quando o Heitor Bragança tentou tomar o partido para lançar-se candidato a prefeito. Com o propósito de evitar a manobra, que poderia fazer o Heitor ser prefeito da cidade e pelo fato de considerar que ele fosse um mal nome, concordei-me em filiar, desde que não participasse de mais nada na legenda. Até hoje, por relapso e por causa da burocracia, lá estou. Burocracia, sim.
 
Estive há uns meses atrás no cartório eleitoral e, lá, exigiram que eu tivesse um tipo de aval, ou "de acordo"  do presidente do partido. Uma condição absurda, a meu ver. Senti como se minha própria vontade e ideologias pessoais fossem de menor relevância do que a de outros, ao ponto de ter que me submeter à endossos de terceiros. Haja saco!

Ô Cácio, providencie aí, por favor, a minha desfiliação!

É isso aí e até amanhã.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

NOVAS ESTRADAS DA REGIÃO


Na segunda-feira passada, fomos atender a um cliente em Ipoema e deparamos com a retormada das obras de asfaltamento para o distrito itabirano, quando acabei registrando umas fotos para outro antigo cliente, a construtora Vale Verde, que é responsável pela obra.
  
Antes, cabe-me ressalvar que o prefeito Nozinho, de São Gonçalo do Rio Abaixo, por razões éticas, é avesso à comparações e já me pediu para evitá-las. Tal como a iniciativa partiu de minha inteira responsabilidade, não tendo sido sugerida ou pedida por nenhum outro possível interessado, tal como a construtora.

Entrada de Ipoema (esq.) e entrada de São Gonçalo (dir.)

 
ESTRADA DE IPOEMA

O asfaltamento para Ipoema, via a comunidade do Bamba, foi iniciado às vésperas da campanha de sucessão do João Izael, em 2008. Portanto, está "em obras" há 4 anos, entre paralisações e retomadas. 
 
Ao todo, são 17,3 quilômetros de extensão, sendo 10,2 km. de responsabilidade do município de Itabira e o restante sob responsabilidade de Bom Jesus do Amparo e de São Gonçalo, que assumiu, recentemente, que irá concluir o asfaltamento dos 7,1 km. por sua conta. O trecho itabirano (10,2km.) custou R$ 13.804.722,52, segundo informou o secretário de obras, João Mário de Brito, para a Defato Online (clique aqui para confirmar).

A topografia da estrada ajuda e muito. Ao longo de toda sua extensão, não vimos nenhum corte de barranco elevado e nem obra de arte (viadutos, pontes, trevos etc.) recentemente construída. 
Comparativos de topografia. Para a estrada de Ipoema, não passou de 1 banco (cortes nos barrancos)
e na de São Gonçalo, vários trechos com 2 bancos.

Com a conclusão da pavimentação desta última etapa, sob responsabilidade de Itabira, prevista para até a semana que vem, ficará ainda por terminar a sinalização. Como as obras demoraram muito, foram registrados trechos com remendos e deslizamentos de encostas, que deverão ser corrigidos, até a inauguração. Em março de 2010, já havíamos registrado, também, uns trechos quase prontos para aplicação asfáltica, acometidos com erosão, que já foram corrigidos (clique aqui para ler).
 
Em tempo, recordamos que o asfalto para Senhora do Carmo, outro distrito itabirano, levou cerca de 9 anos para ser aplicado e, até hoje, não foi totalmente concluído, por faltar ainda a sinalização. E o pior, o tempo médio de vida de pavimentos asfálticos é de cerca de 8 anos! Portanto, quando for inaugurado, estará no final de sua vida útil.
 
 
ESTRADA PARA SÃO GONÇALO
 
Já a estrada para São Gonçalo foi totalmente entregue em  primeiro de junho de 2010, após cerca de 2 anos de obras para os 15,8 km., ao custo final de R$ 15.951.536,40, contando com recursos da Prefeitura de São Gonçalo (66,25%), da Vale (11,29%) e do Governo Estadual (22,46%), segundo o sítio oficial do município (clique aqui para ler). 
Trecho quase pronto de Ipoema (esq.), iniciado há 4 anos atrás
e trecho de São Gonçalo, executada em apenas 2 anos.
Tal como a estrada de Ipoema tem trecho pertencente à São Gonçalo, na estrada de São Gonçalo há um  trecho cortando o município de Itabira. Só que, o município de São Gonçalo arcou com todo o percurso itabirano na MG-129 (São Gonçalo para Itabira) e Itabira só arcou com a parte da estrada de Ipoema pertencente ao município, ficando, portanto, mais um ônus para São Gonçalo, devidamente acordados entre os prefeitos.

A topografia de São Gonçalo é um pouco mais acidentada e demandou uma obra de arte de bom vulto, que é a ponte sobre o rio Una, com 32 metros de extensão.
Estrada de Ipoema sem obras de arte (esq.) e estrada para São Gonçalo
com ponte de 32 metros sobre o rio Una.
Bem, diante de tantos dados, fechamos este registro com uma tabela comparativa, que elucida ainda mais as diferenças e semelhanças entre estas duas estradas da região. Com relação aos custos, esclarecemos que não levantamos aqui os tipos de solos, que poderiam influenciar nos custos finais, tal como o longo prazo de execução, da  estrada para Ipoema, que força as construtoras à uma série de retrabalhos (correções de trechos prontos erodidos por falta de conclusão).


 Itabira a Ipoema São Gonçalo a Itabira
km total 17,3 15,8
km executado 10,2 15,8
Custo até o momento (Milhões de reais) 13,8 15,9
Preço/km (Milhões de reais) 1,353 1,009
Prazo execução (aprox.) 4 anos 2 anos
Situação Em obras Pronta

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Ocupando a Blogosfera

Aos amigos do Filhos do Cauê trago a novidade. Criei hoje o blog do Diretório Acadêmico da FACHI/FUNCESI, que é a entidade que representa os estudantes do curso de Direito da faculdade itabirana. Recentemente, no dia 31 de agosto em uma eleição histórica, com ampla participação dos alunos da instituição foi eleita uma nova diretoria.

A ideia desse blog é não ficar restrito aos temas internos da FUNCESI, e também abordar os grandes debates políticos e jurídicos do país, e por que não de Itabira e região? O blog do DA FACHI, é desde já um aliado do Filhos do Cauê contra o coro dos contentes, na luta pela democratização dos meios de comunicação, usando da rede para isso.

BANDAS LIMITADAS 2


E EM ITABIRA, QUAL É A LARGUEZA DA SUA BANDA?
  
Nossa cidade conta, hoje, com três provedores de internet: a Valenet, a Oi e a Itanet. Todas operam com serviços razoáveis em termos de disponibilidade de serviço, perdendo no páreo a Oi, que não atende à demanda por falta de novos pontos de rede fixa e por contar com cabeamento de rede ultrapassado, em alguns bairros da cidade. A Valenet é a empresa com maior disponibilidade de suporte, embora o atendimento seja ainda rudimentar e burocrático.
  
Com relação aos preços, estamos na lanterna. Por aqui, praticam-se preços bem altos. Enquanto, nos grandes centros, como em Brasília, as operadoras cobram R$ 65 por mês, para 15 Mbps, segundo informou um participante do fórum "Opinião de Itabirano", Matosinhos de Andrade, por aqui, a Valenet cobra  79 paus para 1 Mbps. Se o contrato for antigo e o cliente não quiser renovar por mais de um ano, o tráfego cai para 0,5 Mbps, pelos mesmos 79 contos. A Itanet cobra R$ 59,90, para o esquelético plano de 0,3 Mbps.

As operadoras de telefonia Vivo, Claro e Tim oferecem o 3G na cidade, cujos preços partem de R$ 29,90, para pouco mais de 1Mbps, com tráfego "ilimitado" de dados. Só que, mais espertas do que os reles consumidores, as operadoras vendem mais planos do que conseguem manter. Daí, é muito comum o modem se conectar, mas trafegar dados como uma carroça, tal como funcionava a jurássica rede discada, ou a pouco mais de 0,1 kbps.

 
INTERNET GRÁTIS. ITABIRA 100% CONECTADA

Hummm... acho que não precisa mais falar disso... Afinal, foi só mais uma promessazinha de campanha de sucessão. Como já conseguiram o que queriam, então, deixe o povo pra lá. 
 
 Em 2012, esta promessa retornará e atrairá mais otários eleitores. Com certeza!

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Uma reflexão

Tentei postar no dia 10 passado, mas não consegui por causa da minha carroça internética. Enfim, segue o que andei refletindo em umas parcas palavras.

Gostaria de fazer uma pequena reflexão acerca de Itabira, nestes seus 163 anos e que me faz um pouco triste com a nossa realidade.

As desigualdades socioeconômicas em Itabira são gritantes. Este quadro remonta o atraso relativo à economia do município que continua presente há várias gestões municipais, mesmo num período de pujança por que passa o país, ou mesmo nossa cidade, com o aumento de arrecadação.

Nos governos Lula foram desenvolvidas políticas de enfrentamento à miséria e Itabira vai de encontro com essa política nacional e não ao encontro como deveria ser. Nossos governantes não aproveitaram a onda de oportunidades que os programas do governo federal disponibilizou. Ao contrário, aumentou a situação de desigualdade sócio-econômica praticando uma política de profundo atraso nas relações democráticas e no tratamento das demandas populares. Agora, faltando pouco para findar mais uma gestão, aguardem uma avalanche de obras politiqueiras e eleitorais.

Pela forma de governar dos atuais dirigentes públicos, Itabira se manteve ao longo do último período numa situação de dependência ainda mais forte do sistema econômico adotado pela nossa cidade, enfraquecendo os instrumentos de incentivo a outras formas econômicas. Comprometeu o erário público com compromisso empregatício sem critério ou seriedade que pudesse tornar a máquina pública eficiente. Ao contrário, a prefeitura tornou-se cabide de emprego e um órgão ineficiente.

O que proponho é estabelecer intenso debate no município e alternativas para viabilizar economicamente nossa Itabira (tal qual o fizemos em abril do ano passado com o seminário “Discutindo Itabira”), inserindo-a no projeto de desenvolvimento nacional. O debate eleitoral nos permitirá também compreender as reais alternativas que podem ser construídas e em torno de quem pode se efetivar um projeto de desenvolvimento de superação das desigualdades existentes que incluam planejamento, fortalecimento dos mecanismos de diversificação econômica, linhas e mecanismos de financiamento e dinamização do mercado itabirano. Prestemos bem a atenção.

Itabira precisa de um novo momento histórico. E esse momento histórico poderá se concretizar em 2012 com a vitória do povo itabirano consciente.