Who's amoung us?

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

CAMARA DE ITABIRA PAGA POR SERVIÇO QUE É GRATUITO NA INTERNET.‏

Apesar do Presidente da Câmara Subserviente Municipal de Itabira ter cancelado o contrato, conforme matéria de ontem do Diário de Itabira, não posso deixar de publicar um texto que era para ser postado no blog há tempos atrás. Mas pelo excesso de viagens, não pude fazê-lo. Portanto, segue uma análise de mais uma imbecilidade da Câmara de Itabira e seus asseclas. Recebí esse e-mail de uma fonte e pasmem. Meu amigo Fernando, profundo conhecedor de informática, às suas considerações...

Prezado Tonny se puder preservar meu nome agradeço, mas gostaria q vc tomasse conhecimento dos seguintes fatos,,,,,,
Hoje tive a oportunidade de ler na Pagina 03 da edição 5323 do Jornal Diario de Itabira a seguinte Manchete : Câmara ja transmite, ao vivo, reuniões do Plenário, achei a materia muito pertinente e como operador da area de informatica resolvi acessar e descobri algo interessante sobre o assunto que passo a lhe relatar.

De inicio a manchete poderia ser a seguinte : Câmara de Itabira paga mais de 1.600 reais por serviço que é gratuito na internet
Câmara de Itabira paga mais de 1.600,00 reais por mês, por um serviço que é gratuito na internet, isso mesmo, é um serviço de transmissão de vídeo das reuniões dos excelentíssimos vereadores.

Acredite, a Câmara Municipal de Itabira realizou entre os dias 12 e 17 de setembro uma licitação, para a realização das transmissões de vídeo das reuniões dos vereadores através da internet.

Dentre as empresas participantes da licitação, apenas uma é de Itabira, porém perdeu para uma empresa de Ipatinga no Vale do Aço. A vencedora teve um contrato no valor de R$ 1.625,00 (Um mil seiscentos e vinte e cinco reais), não teria nada de irregular se o serviço não fosse um sistema gratuito de internet como exemplo: Youtube, Facebook, MSN, Ustream e Livestream dentro outros gratuitos de internet.

As transmissões que deveriam esta sendo realizadas através de um sistema comercial de verdade, ocorrem por um site chamado “Livestream” que oferece o serviço de transmissão de vídeo gratuito, acesse o endereço para conhecer o serviço gratuito “www.livestream.com”, na câmara alguém esta usando o serviço como paliativo, para manipular, passando-se a imagem de que é um serviço profissional de transmissão de vídeos.

O que para os leigos é chamado de “Espelho de Pagina” é na verdade no linguajar de um Web designer o famoso “Iframe”, que faz carregar dentro do site outra página de outro site, qualquer profissional da área de “web designer” conhece o recurso não é novidade.

A página oficial da Câmara Municipal de Itabira, no endereço:
www.itabira.cam.mg.gov.br/mat_vis.aspx?cd=6122, esta o link que transmite o vídeo, e é fácil de ver que foi copiado do “Livestream”, basta abrir o código html da página para ver que o que pode ser chamado de uma fraude, também pode acessar o link direto, a página criada gratuitamente pela empresa contratada pela Câmara é “http://www.livestream.com/cmitabira”.

A conclusão é lógica e que a Câmara Municipal de Itabira, paga R$ 1.625,00 “Um mil seiscentos e vinte e cinco reais” por um serviço que é gratuito na internet.

Vamos deixar uma pergunta no ar, se o dinheiro não esta sendo gasto com o serviço de vídeo, por ser um serviço gratuito, para onde está indo os mais de 1.600 reais todo mês?

É preciso ser investigado , isso não pode continuar ocorrendo.

Convidamos você a seguir passo a passo da criação do serviço que é gratuito e bem simples e conhecer como foi feito:

1 – Acesse o site do “livestream” www.livestream.com.

2 – Faça o cadastro no site.

3 – Crie sua página de transmissão.

4 – Ligue a câmera e transmita imagens para todo mundo.

Ressaltar que o serviço no site “livestream”, também pode ser pago, o valor de U$ 350,00 (Trezentos e cinquenta dólares) ao cambio de hoje R$ 1,75 daria R$ 612,50, caso fosse pago a empresa vencedora da licitação ainda teria um lucro de R$ 1.012,50, alguém se habilita a ganhar esta grana extra sem trabalhar?

Obs; No dia 11 de outubro de 2011, por cerca de 30minutos durante a reunião da Câmara para ser mais preciso as 15h38 (ver foto), o sistema não transmitiu imagem para o publico externo [internautas], de acordo com informações obtidas na Câmara o sistema de conexão de banda larga não estaria suportando os inúmeros computadores dos gabinetes e demais salas, acarretando os piques na transmissão das imagens.

No dia 18 de outubro novamente a transmissao nao aconteceu, apesar de no site da Câmara o serviço esta sendo oferecido aos cidadãos.

P.S. Recebí alguns links que posteriormente postarei aqui...




Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.