Who's amoung us?

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

PARA PREFEITO EM 2012, FULANO DE TAL - 3



E mais uma análise d'O trem.
   
"Bernardo Mucida
 
É cedo para se candidatar a prefeito ou a vice. Se tiver juízo, sairá para vereador e só não se elegerá se errar muito. Firmou o nome na eleição de 2010, quando se candidatou a deputado federal e, com campanha modestíssima, teve 7.556 votos em Itabira, suficientes para projetá-lo localmente. 
 
Opõe-se ao brutalmente  desgastado governo João Izael e nunca ocupou cargo eletivo. Portanto, boa novidade na política itabirana,  tão carente de depuração. Outro trunfo é a estampa de galã, o que também soma ponto, principalmente com as barangas, e as há com fartura".
 
por Marcos Caldeira - O Trem. 

2 comentários:

  1. Pensei que Marcos Caldeira fosse fazer uma análise abrangente dos possíveis candidatos a prefeito. Seus conceitos sobre a conjuntura política local não acrescentam nada, se o objetivo era mesmo o de orientar o eleitor para votar com consciência nas próximas eleições. Quanto ao desgastado Ronaldo Magalhães, Caldeira poderia ser mais pragmático, até porque participou de seu governo lotado na secretaria de Comunicação junto com Fernando Silva, o homem bomba que sabe de tudo e sobre tudo que se passa na cidade do bem viver.

    ResponderExcluir
  2. Sensacional as análises do Marcos Caldeira, jornalista que muito respeito, de coragem e que está pondo Itabira no mapa brasileiro e mundial com o jornal O Trem respeitadíssimo. Só espero que o Trem, em 2012, fale menos de literatura e mais sobre a política itabirana, porque o jornal pode e deve contribuir muito para alertar o leitor.

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.