Who's amoung us?

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

MUTIRÃO CONTRA A DENGUE - Cadê você!? - III

(Geral)


E aí, gente boa!? Tá bem ainda? Sem dengue em casa!?! Liga não, daqui uns dias começará a ver as primeiras vítimas nos noticiários. E ponha as mãos para o céu, se não for você ou alguém de sua família. 


Alto lá, marmanjo! Num é mau agouro, não. É fato que pode, mesmo, acontecer bem aí, na sua casa! Tomara que não, mas...

Voltemos às análises para ver se não estou certo...


3. QUAL É, ENTÃO, O MELHOR MOMENTO PARA O COMBATE?


FASE ADULTA: Esses insetos são terríveis porque são bastante resistentes à combates químicos, conseguem voar longe, se adaptaram à águas mais sujas (até isso eles conseguiram!), quase não geram ruído no voo, possuem alto desempenho reprodutivo e são bastante pequenos. Portanto, na fase adulta, é muito mais difícil eliminá-lo.

OVOS: Segundo o instituto Oswaldo Cruz, os ovos do mosquito conseguem sobreviver por até 450 dias em dessecação, ou seja, sem água. "Em condições favoráveis de umidade e temperatura, o desenvolvimento do embrião do mosquito é concluído em 48 horas. A resistência à dessecação permite também que os ovos sejam transportados a grandes distâncias, em recipientes secos. Esse aspecto importante do ciclo de vida do mosquito demonstra a necessidade do combate continuado aos criadouros, em todas as estações do ano. (IOC/Fiocruz)"

FASE LARVAL: Esta é a melhor fase de combate para interromper com o ciclo de vida deles. As larvas são fáceis de serem vistas nos recipientes com água e não sobrevivem sem ela!


4. QUEM SÃO OS MELHORES AGENTES DE COMBATE E A QUEM COMPETEM AS RESPONSABILIDADES?

Do ponto de vista das políticas de saúde pública, sem dúvida, os governos. Só que o problema e os desafios para eliminar a dengue são muito mais de convencimento de mudança comportamental, cujas ações devem ser metodicamente realizadas por toda a população.

De nada adianta um governo fazer campanha, ter a sorte de uma família limpar seu quintal e calhas, se o vizinho não colaborar, ou se a prefeitura assumir a limpeza de todos os espaços privados uma vez por ano e se cada indivíduo continuar jogando lixo nos quintais. Percebem!? O combate só será eficaz se atingir toda a extensão urbana, com a participação ativa de todos, de forma continuada e altamente disciplinada!


OPORTUNIDADE DE PROMOÇÃO DAS INSTITUIÇÕES! Outro ponto crucial: é fácil convencer um adulto a agir e aderir de corpo e alma numa campanha de combate? Todos sabemos que, na prática, não é. Já alunos, crianças e jovens, principalmente se forem motivados para tal, podem fazer enorme diferença. Daí, a importância do Rotary, Lions, Maçonaria, Cruz Vermelha, Ongs, Ocips e outros em encabeçarem uma mega campanha contando com o contingente infanto juvenil.

Bem, por hoje é só. Amanhã tem mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.