Who's amoung us?

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

OS SEM-PREFEITO

(São Gonçalo do Rio Abaixo)

É impressionante! Ontem à noite, sobrou-me uns minutos no final do dia para sentar no famoso banco da varanda do Luzimar (Buzica) Fonseca (PSDB), candidato à prefeito de São Gonçalo, que aguarda julgamento de cassação do candidato eleito, Antônio Carlos Noronha Bicalho (PTD), este outro, o pupilo do Nozinho, ex-prefeito da cidade. 

Por cerca de uns 40 minutos que lá estive, pelo menos umas 60 pessoas passaram por lá, pararam por alguns segundos e perguntavam:
-"E aí, Buzica? Os homi já foram chamados?"
-"E os processos? Estão rolando mesmo?"
A quem duvidar deste assédio, que fique por lá por alguns minutos e comprove por si mesmo o que o Buzica tem vivenciado.

São patentes o desejo de mudança e o sentimento que não há uma autoridade na cidade. Dúvida esta que só aumenta porque o candidato eleito não se desvencilhou da aba do Nozinho, porque ainda não criou identidade própria para seu novo governo e porque ficou na cidade o sentimento que ele entrou "pelas portas do fundo", pelo fato dele e o Nozinho responderem à vários processos por abusos de poderes econômicos e funcionais ("compra de votos") e pelo fato da população local entender que ele só foi eleito por causa dos milhares de "votos de fora", transferidos com critérios questionáveis. 

Outra observação (engraçada, por sinal) são os olheiros do governo no entorno, próximos do local ou por onde ele esteja. Ficam por ali perto espreitando desconfiados ou em panelinhas de burburinhos. Pacificamente por sinal. Os mais céticos, sempre chegam perto do grupinhos governistas, conversam um pouco e depois chegam  até o Buzica, sorrateiramente, com a pergunta:
-"Mas será que a Justiça vai acatar mesmo as provas?"
-"Será que tem processo mesmo? O pessoal da prefeitura sempre diz que não tem nada disso!". Ora, "Que eles estão dizendo que não é bem assim!".
Para tirar pelo menos estas dúvidas, posto a cópia de tela abaixo, do TRE-MG, acessível a qualquer cidadão:

Cópia de tela com a lista dos processos do Antônio Carlos Noronha Bicalho.
Se você mesmo quiser confirmar, clique neste link  e siga as instruções a seguir:
1) Com a página aberta do TSE, clique no menu da caixa com "TSE" e troque por "TRE-MG";
2) Troque a opção "Número do processo" por "Partes";
3) Digite "Antônio Carlos Noronha Bicalho", no campo "Nome:";
4) No final da página, marque a opção "Em qualquer parte do nome";
5) Clique em "Pesquisar", aguarde uns segundos e comprove a tela acima. Cada uma das citações do nome dele é um link de um dos processos. Basta clicar neles, que se abrem e dão acesso a todos os trâmites.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.