Who's amoung us?

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

MELHORARAM MUITO, MAS AINDA HÁ VÍCIOS

(Itabira, São Gonçalo)


Acho especialmente ótimo quando temos a oportunidade de provar idoneidade. Não por vaidade, mas para que a população torne-se mais crítica e mais conhecedora das articulações, reforçando sobremaneira a democracia. E mais, são poucos, senão raros os homens (e mulheres) que podem expor suas trajetórias profissionais. Sinto-me privilegiado pela oportunidade de ter o serviço de recuperação da TV Cultura sido citado e questionado na Câmara na última reunião.
Outro ponto que temos que reconhecer e bater palmas foi a mudança de postura dos vereadores itabiranos neste mandato. Nunca os vi tão interessados, tão comprometidos em satisfazer os questionamentos dos eleitores e em prezar pela probidade administrativa. É sério! Tenho que dar as mãos à palmatória, porque já fiz inúmeras críticas por causa da subserviência, exatamente nos piores anos, da mais sombria história política da cidade, como bem lembrou um leitor deste blogue, num comentário recém publicado.
Só não bato palmas de pé, porque faltam ainda algumas atenções. A começar pela definição de distribuição de anúncios publicitários para órgãos que insistem em promover execrações morais, principalmente quando a empresa que agencia pertence a um dos principais articuladores de marketing da oposição e que tem sido privilegiada em manter a conta. Pega mal demais para a instituição “patrocinadora” e para a agência, caso queira permanecer com a conta, é claro.
Infelizmente, até hoje e em pleno 3º milênio, ainda é comum presenciarmos ofensas pessoais, trucagens e falsas verdades publicadas por aí. Até orientação sexual alheia já vi ser questionada, como se tal condição desmerecesse um profissional ou ser humano. E convenhamos, mesmo sendo eu bem resolvido como hetero, defendo que se fosse esta a condição, muitos políticos por aí não teriam sequer o direito de serem eleitos, inclusive nas cidades onde estes “jornais” difamatórios circulam. Absurda, indefensável e impensável baixaria.

Ao Marconi Drummond e ao presidente da Câmara, Rodrigo Diguerê, os parabéns deste blogue pela abertura e apresentação da terça-feira. É isso aí. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.