Who's amoung us?

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

CABIDÕES DE EMPREGO ? - II

(São Gonçalo do Rio Abaixo)


É verdade que as instituições sociais de São Gonçalo contam com servidores dedicados, têm história, prestam bons serviços para a comunidade etc. e tal.

Só que, essa moda que parecem ter se submetido, de se sujeitarem às possíveis condições do governo de servirem em rasteiros esquemas de cabidões de empregos, pode acabar resultando em dores de cabeça sem precedentes, que podem colocar muita gente boa até na cadeia. Em Três Corações, na terça-feira passada, a Polícia Federal desmanchou três esquemas de corrupção nas obras de reforma da Casa Pelé, na promoção do "Três Corações Rodeio Show", na compra de medicamentos e fraudes em licitações para compra de merenda escolar (clique aqui para confirmar). 

Se o sentimento de impunidade enraizou na cidade, vale lembrar que em muitas outras cidades maiores, por muito menos, escândalos assim resultaram em intervenções da Polícia Federal. Mais dia, menos dia, a casa cai. Na dúvida sob essa suspeita deste blogueiro, fica a dica:

Será que na câmara tem, ao menos, um só vereador sério capaz de investigar a fundo e certificar se as informações procedem ou não? Por mais que possa doer, uma atitude assim poderia evitar muitos outros constrangimentos e dar muito mais segurança para o governo e as direções das entidades em seus atos, para que não saiam um dia e tenham que ficar respondendo a infindáveis processos na Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.