Who's amoung us?

sábado, 20 de novembro de 2010

ABAIXO-ASSINADO CONTRA AUMENTO DA ÁGUA

Pessoal,

Está no ar um abaixo-assinado contra o abusivo aumento na conta de água do Saae/Itabira, de nada menos que 33,15%, que passa a vigorar a partir de dezembro deste ano, acertado entre o Saae/Itabira e a Arsae, após uma tramitação sem transparência e com fortíssimos indícios de má gestão da autarquia, nos últimos anos.

Esse aumento é um presentão de natal para os apadrinhados do governo João Izael, que superlotam todas as repartições, para se manterem nos cargos, tendo alguns que, segundo informações, sequer comparessem ao expediente, bem como há denúncias anônimas de que tem havido desvio de material do almoxarifado. Um absurdo que tem que ser colocado abaixo já!

A iniciativa chegou até mim, por meio do Edilson Lopes, presidente do PCdoB e merece nossa atenção e aplausos.

Vamos lá, manifestem, assinem no site Petição Pública (clique aqui) e, o principal, reenviem esse manifesto para todos seus contatos. Não sejam bobos!

Um comentário:

  1. Dizem que queremos quebrar o SAAE:

    http://www.defatoonline.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=14155

    Somos ou não palhaços????

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.