Who's amoung us?

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

GOVERNO JOÃO IZAEL PERDE MAIS UMA

Recebemos um e-mail do sindicato dos servidores (Sindsepmi), com a decisão final do Juiz do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, para que a prefeitura cumpra com a liminar e devolva os valores descontados dos vencimentos dos servidores grevistas, dando prazo de 10 dias para a quitação. 

São patentes (e patéticas) as más reações do prefeito João Izael diante das críticas e reclamações dos que se opõem aos interesses deles, que costumam agir como se o público fosse privado, ou seja, deles próprios e não do povo. Acabou se tornando um lider teimoso, perseguidor, nada transparente e decadente. É uma pena.


Um comentário:

  1. Esta provado que quem ri por último ri melhor. Onde já se viu cortar dias do servidor que manisfesta sua insatisfação para com administração pública. Ainda mais quando é o servidor efetivo que esta a frente das maiores demandas da prefeitura. Principalmente dos atendimentos à população que também se encontra insatisfeita porque o Dr. não fez nada pra se tornar as refência em saúde, educação e segurança pública. Aliás segurança é zerooooooooooooooo, nessa cidade. Só quem quer dar uma de espertalhão como o sr. Oldeni José dos Santos, antes secretário de governo pode pensar uma coisa dessas. Ele até disse os grevistas que se não tivessem satisfeitos era pra pedir conta, já que não comungavam com o patrão. Quem fala que prefeito é patrão é sonso.Ou então um idiota que pensa que não sabe que quem passa em concurso é porque ficou horas a fio estudando e deu o melhor de si para conseguir HONESTAMENTE um trabalho e que MERECE RESPEITO POR PARTE DESSES COMISSIONADOS E CONTRATADOS E PRINCIPALMENTE DO SR PREFEITO. Ninguém tá de brincadeira no serviço público. Quem sabe agora dona Elaine Campos limpe a sujeira que ele fez. Digo sujeira pra não falar outra coisa. Pena que não posso me identificar por medo de represálias da DITADURA MILITAR DO GRUPÃO, mas já valeu meu desabafo.

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.