Who's amoung us?

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

RETRATOS DA AGONIA – IV

Segundo o portal Defato Online, por unanimidade, os vereadores itabiranos aprovaram o pedido do prefeito para venda de cinco lotes no Centro (leia-se alameda do Parque do Intelecto, aquela da devastação do Parque do Pico do Amor, que os vereadores não enxergaram, bem atrás de suas cadeiras) e mais oito no Fênix.


Ainda com os cofres vazios, na sexta-feira passada, João Izael recorre a empréstimo com o BNDS, de 3 milhões de reais, para a compra de equipamentos e máquinas a serem usados em pavimentação asfáltica.


Essas duas últimas ações, denotam dois propósitos: uma resposta do governo à candidatura do Adício da Vale Verde, que se saiu melhor do que os candidatos do governo, e a tentativa de equilibrar o esvaziado caixa da prefeitura.

2 comentários:

  1. Ué, engraçado, pensei que a PMI, mantinha contratação para a pavimentação asfáltica uma vez que não tem mão de obra para realização deste serviço. Isso é pano pra manga.rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. 1) O prefeito está "raspando o tacho" do dinheiro público.
    2) O próximo prefeito cai ter tanta coisa pra consertar que não vai governar
    3) Fênix e Centro carecem de unidades básicas de saúde, já que os PSFs são improvisados em casas alugadas. Por que não construir PSF´s e equipamentos públicos nesses espaços?

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.