Who's amoung us?

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

SEMPRE, O TREM - III

Dando sequência, eis mais uns recortes da página 3, d'O Trem. Hoje, publico trechos de uma coluna do Eric San-Mártin Rosenthal.
   
Aos afoitos, que mandaram comentários anônimos, inconformados com as minhas ovações, minha defesa: tenho publicado aqui, com os devidos créditos e permissões, partes das melhores notícias alardeadas pelos melhores órgãos de mídia da cidade. 
   
Com relação ao Trem, cabe lembrar que o referido jornal não tem contado com anúncios oficiais, da prefeitura e câmara. Fato que lhe concede maior independência. Entretanto, para sobreviver, todo órgão de mídia depende de recursos financeiros. E o Trem não foge à regra. Portanto, depende muito da venda de seus exemplares e das assinaturas. Daí, na parte que nos cabe, não publicaremos as colunas na íntegra e pedimos o apoio dos leitores para um jabazinho: Assinem O Trem (clique aqui e peça sua assinatura), por favor, para que possamos contar sempre com um bom canal de informações isentas. Valeu!?!
   
Vamos ao desabafo do Eric:

"Preciso dizer umas
coisitas, antes que
este 2011 termine

Vamos ser francos: mesmo sendo cabulosamente
chapa-branca, obrigada a defender
o indefensável governo João Izael, a TV
Cultura itabirana poderia ser bem melhor. A
prefeitura não deixa a turma fazer cobertura
política decente, mas isso não impede que
se faça um bonito trabalho em outras áreas,
inclusive, claro, na que dá nome à emissora.
  
Não dá para negar: como é feio o logotipo
da Unifei. Perde para a maioria dos escudos
dos times amadores de Itabira. Parece
até que foi feito pelos publicitários que prestam
serviço ao governo João Izael. Ruim que dói.
  
Falemos a verdade, pelo menos perto do
Natal: ridículos esses políticos obsoletos,
que ocupam cargos de decisão há 20, 30 anos,
declarando à imprensa chapa-branca: “Precisamos
pensar no futuro de Itabira”. Credo!
  
..."

Um comentário:

  1. Falar mal do jornal O Treem só pode ser inveja. Aqui tem muita gente que gostaria de fazer um jornal como O trem mas não tem coragem. Conheço o Marcos, o Robinson, o Lúcio Sampaio e sei do amor deles por Itabira e da capacidade deles para a escrita. O jornal O Trem ficou muito conceituado no Brasil e isso tem despertado muita inveja, mas essa inveja é só de gente que mexe com imprensa, porque os leitores adoram o jornal. Quanto às críticas é coisa de gente que não tem nem coragem de assumir o nome. Coisa de invejoso.

    Fernando que tal fazer uma matéria sobre os indices da Fundação João Pinheiro sobre Itabira e desmascarar aionda mais essa mentira de bem viver?

    Em Itabira eu só confio no Trem e no Filhos do Cauê. Em mais ninguém.

    Araxide.

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.