Who's amoung us?

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

SEMPRE, O TREM - V

Pois é... eu, aqui, na bajulação d'O Trem e o editor do Jornal da União Brasileira dos Escritores, de São Paulo, dedica duas páginas inteiras sobre a locomotiva itabirana.
  
A chamada de capa diz tudo: "O Trem de Itabira carrega cultura e ilustres passageiros".  "Jornal editado na terra de Drummond conquista leitores em todo o Brasil”. 
   
A pauta foi proposta pelo tarimbado jornalista e escritor Audálio Dantas, que trabalhou em algumas das mais importantes redações jornalísticas do país, como O Cruzeiro, Realidade e Manchete. A reportagem põe O Trem ao lado das famosas revistas francesas de debate, conta o caso do não de uma gráfica da igreja católica em Itabira, que se recusou a imprimir o jornal, e menciona a vitória de circular, há quase sete anos sem dinheiro público, mantido por anunciantes e assinantes. “Para esse trem, não há pedra no caminho”, diz o título da reportagem, com este complemento: “Publica textos de intelectuais de prestígio e faz sucesso em todo o país”. 
  
É O Trem colocando Itabira no mapa do reconhecimento jornalístico nacional. Mais uma vez (a anterior foi no Manhattan Connection da Globo News, com o jornalista Chico Maia). Agora pela União Brasileira dos Escritores, que reúne alguns dos maiores intelectuais do Brasil.

Clique na imagem acima para ampliar e ler a matéria.

4 comentários:

  1. Não me admira o reconhecimento do Jornal O Trem. Como já foi dito, é jornal de primeiro mundo. Tenho o prazer de ser assinante desde 2006.
    Araxide.

    ResponderExcluir
  2. Adoro ler o jornal O Trem, mas a cinco pilas o exemplar tenho de filar por aí. Geralmente leio lá no sindicato. GOMES.

    ResponderExcluir
  3. Quem embarca neste TREM mesmo sem ter vintém não tem do que se arrepender.
    E para quem reclama do preço praticado este não é caro, mas o preço justo. Trilhos longos ao TREM e não o confundamos com o bonde.

    ResponderExcluir
  4. Necessario a Itabira. Adorei, publicada há alguns anos, artigo de Chiquinho Alfaiate, demonstrando como o seu amor por Itabira o habita.
    Éberte Bretas

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.