Who's amoung us?

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

DECEPÇÕES

Esse governo mineiro só tem me decepcionado. Fui eleitor do Aécio Neves e do Anastasia, por gratidão pelos asfaltamentos para Nova Era e para João Monlevade. Podem buscar aqui neste blogue, no Localizador de Postagens, e comprovar.

Desde então, descubro que professor ganhava piso de 700 e poucos contos (Anastasia era professor) e foi uma luta para ajustar o piso salarial deles; batalhão do corpo de bombeiros sem efetivo em Itabira, segundo denúncia postada no Opinião de Itabirano (fórum do Facebook); censura na imprensa mineira... agora, vem mais estas duas denúncias, publicadas pelo Jornal Impacto (edição 163):
 
Escândalo do bafômetro: CPI da Assembléia, denunciada pelo “Bloco sem censura”, quer apurar quanto dinheiro público de Minas foi usado a favor da emissora do Aécio, Rádio Arco Iris, e quer saber se houve ingerência da irmã do Aécio, Andréa Neves, que comandava a área de comunicação e que foi citada no documentário “Liberdade, essa palavra” (clique aqui para assistir), como quem pedia cabeças dos editores e jornalistas dos principais órgãos de mídia mineiros.

Anastasia cria 1.314 cargos comissionados no governo de Minas: Depois de ser tanto elogiado como gestor público de referência, principalmente depois do choque de gestão, o correligionário-sucessor do Aécio Neves, Antônio Anastasia, aumentou a folha de pagamento em 7% ao criar milhares de cargos comissionados (por onde entram os apadrinhados políticos), segundo o Impacto, que cita como fonte o Sindijori/MG - Sindicato dos Proprietários de Jornais, Revistas e Similares do Estado de Minas Gerais. E como perguntar não é ofensa, será que foi numa leva dessa que ele nomeou o assessor, autodenominado "embaixador de Itabira", Neidson Freitas?

Um comentário:

  1. Aloisio R. A. Junior30 de setembro de 2011 13:27

    Nunca apoiei essa máfia!
    O grupão é cria deles e usa o mesmo método de propaganda sistemica.
    Atualmente somos bombardeados com várias publicidades do governo mineiro, sobre drogas, assitência médica ,etc...
    A propaganda sobre drogas(na piscina)não passa de plágio de uma campanha européia sobre o mesmo tema e a outra(carro sem motorista) também é plágio de uma campanha também européia sobre stress ao volante.
    Como diz o velho jargão:-Em TV nada se cria, tudo se copia.
    Digo isso e comprovo!
    Outra farsa do governo de é a propaganda sobre o MG Transplantes.
    Tive um conhecido que partiu no último domingo, vítima de um TCE.
    Ele ficou quase uma semana na UTI do HNSD com morte cerebral e a famíllia não pode doar os orgãos porque não havia leitos disponíveis em BH e nem equipe médica poderia vir a Itabira.
    E o povão ainda acredita em choque de gestão e outras balelas.
    Eh! Terceiro Mundo!!!!

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.