Who's amoung us?

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Esse desabafo (abaixo) do Jader quanto foi publicado no Grupo Opinião de Itabirano, do Facebook, causou uma enorme indiguinação entre os internautas, através dos mais de 40 comentários publicados. Como é possível lermos isso e ficarmos alheios?. O que o corajoso Jader descreve é temeroso, monstruoso, nojento e prá falar a verdade sábido por todos nos, mas nunca com provas tão retundantes. A medida que ele vai descrevendo as atrocidades que acontece naquele prédio que serve de moradia para o Grupo mais exacrado e corrupto dessa região, a vontade que eles sumam de lá aumenta no coração de qualquer Itabirano. O que mais me impressiona, é ver o chefão do Grupão aparecer TODOS OS DIAS, ININTERRUPTAMENTE, na Tv mais chapa branca que se tem história, com a cara de pau mais lavada do mundo, com um ar de santo (sai Exú) e nos seus eternos blá-blá-blás... Um dia mente descaradamente sobre os notbooks para alunos, dizendo que essa afanada Itabira foi a primeira a realizar tão ato, momentos depois, inaugurando um murinho de arrimo ali, e asfaltando um beco ali. Não se vê nessa cidade uma obra de vulto, afinal de contas, o Grupão tem em suas mãos UM MILHÃO DE REAIS TODOS OS DIAS, e o que vemos? Cidade às traças, ruas sem calçamento, calçadas esburacadas, prédios de seus púpilos e protegidos subindo numa velocidade incrível, sua turma enriquecendo e os sem terra esmorecendo. Depois de aplicar o dinheiro do Funcapi em fundos com muito mais rendimento que a poupança, devolve esse dinheiro com a correção pifia debaixo da seguinte condição: "Recebe mas desista de questionar, toma seu dinheiro, vai embora e cala a boca." Como o salário da prefeitura do Grupão é vergonhoso, TODOS vão pegar o que lhes sobrou e calados estão, calados ficarão. Enquanto essa tchurma de seis ou sete pessoas estão podres de ricos, os funcionários que receberam os restos do Funcapi estão podres de pobres. Na minha opinião os poderes constituídos de Itabira trabalham em prol do Grupão e seu bando. Instituições sem pulso, sem força, sem vigor e subserviente. Não se vê uma iniciativa sequer de investigação neste atos tão abusivos e depois desta denuncia do Jader, DUVIDO que irá aparecer algum orgão para fazer alguma coisa, tomara que eu queime a lingua. E assim vamos vivendo nessa terrinha de Itabira afanada do Matto Dentro. Com um governo que é uma Merd#%@ e que não desconfia que tá na hora de ir. Mas e a Câmara Municipal, que hoje conta com dois que se diziam oposição? Calada e subserviente como sempre. Omisssa, inexpressiva, composta por alguns vereadores que se prezam a lamber a mão de cada componente do Grupão com a única finalidade de ter o seu no final do mês. Seu o que?? O cargo do filho, o emprego da amante na terceirizada da prefeitura, ou até mesmo ganhar um ingresso na Expoita. Itabira hoje é formada por uma cambada de corruptos ladrões e pilantras que a tudo dominam, com mão de ferro, e na base da pressão. Mas tudo bem, apesar do Fraudalhães querer aparecer, eles terão o que merecem ano que vem... ACORDA ITABIRAAAAAAAA!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.