Who's amoung us?

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

CASARÕES TOMBADOS (LITERALMENTE) - 1

Para darmos um equilíbrio entre o texto do colega Armando Bello e de outras citações dos governistas, que acham bacana vangloriarem a especulação imobiliária sacana, pela qual tem vivenciada a cidade, em detrimento do esquecimento dos tantos históricos casarões abandonados, da falta de proposta de realocação dos lojistas do Mercado Municipal e das 300 famílias despejadas à força do aglomerado Drummond no ano passado, vamos focar, neste início de ano, o lado feio da cidade. 

Isso mesmo, vamos expor aqui, o lado esquecido e que tanto queriam que fosse jogado debaixo dos tapetes por eles, dado o vergonhoso estado de abandono ou a falta de vontade política em resolver a situação. Que tal começarmos pelo centenário casarão do antigo Hospital Nossa Senhora das Dores?
  




4 comentários:

  1. HOJE, eu tenho fome,
    estou nú e sinto frio.
    Não tenho onde morar,
    a noite me traz calafrio.

    AMANHÃ, talvez sobreviva,
    despido e adormecido.
    Meu lar será a rua,
    meu teto o céu.

    ONTEM, deram mais atenção às obras,
    desprezaram as mãos que construiram.
    Meu trabalho era esperança,
    minha vida uma ilusão.
    ------------------------------------
    Esta matéria me deu até inspiração.
    Poeminha bonitinho, né!
    Mas, na verdade, o que precisamos é amadurecermos.
    Tudo que aconteceu no passado, acontece hoje, e, acontecerá amanhã. O que vai mudar são os personagens. Sem essa de que "UM DIA" alguém vai mudar essa história. Sem essa de que "UM POVO SEM PASSADO - NÃO TEM PRESENTE".
    Conservar casas antigas? Com dinheiro de quem? Pra quem usar? E os desabrigados? E os sem casa?
    Se estivessemos nessas condições, aprovaríamos a restauração e a preservação do "PATRIMÔNIO PÚBLICO-CULTURAL?

    ResponderExcluir
  2. Prefeita da cidade de Conceição do Mato Dentro é cassada após denúncias de corrupção
    Nelma Cirino (PR) teria desviado R$ 78 mil de obras de saneamento
    03/01/2012 21h22 - ISABELLA LACERDA
    Siga em: twitter.com/OTEMPOonline

    -----------------------------------------------
    Os vereadores de Conceição do Mato Dentro, na região Central de Minas Gerais, cassaram, por 7 votos a 2, o mandato da prefeita Nelma Cirino (PR). Ela responde às acusações de improbidade administrativa e mau uso dos recursos públicos.

    Segundo o relatório final da Comissão Processante, formada em agosto para apurar as denúncias feitas por um morador, Nelma teria usado de forma irregular R$ 78 mil obtidos em um convênio entre o município e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa). A parceria previa a elaboração de projetos de saneamento básico no município, mas eles nem sequer chegaram a ser iniciados.

    A prefeita também teria cometido fraudes em uma licitação destinada à compra de colchões para a Polícia Militar e à contratação de seguranças para uma tradicional festa da cidade. Confome a comissão, a contratação foi direcionada, e os R$ 19 mil pagos pelo município à empresa vencedora estavam acima do preço de mercado.

    Nelma não foi localizada pela reportagem. Segundo funcionários que trabalham no gabinete da prefeita, ela estava em viagem e não poderia comentar o assunto.

    Posse

    Logo após o fim da reunião que cassou Nelma Cirino, foi empossado o vice-prefeito Reinaldo Guimarães (PMDB), que é adversário político da republicana.

    Ele disse que Nelma não acompanhou a sessão nem enviou advogado para defendê-la no processo. “Nós somos rompidos politicamente, e há tempos não a via na cidade. Acredito que ela vá recorrer”, declarou.

    Cidade teve seis trocas de comando desde 2008

    A cassação de Nelma Cirino (PR) e a posse de Reinaldo Guimarães (PMDB) correspondem à sexta troca de prefeito em Conceição do Mato Dentro desde as eleições de 2008.

    A instabilidade política começou quando Breno Costa (DEM) venceu a disputa, mas teve seu mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por suspeita de desvio de recursos. Com isso, a cadeira passou a ser ocupada por Nelma, que era presidente da Câmara e assumiu de forma interina.

    Filho do prefeito afastado, Breno Júnior (DEM) venceu a eleição extempo-rânea em 2009, mas não pôde assumir devido ao parentesco com o ex-prefeito. Dessa forma, Nelma retornou à prefeitura.

    No ano passado, uma nova extemporânea foi marcada pela Justiça Eleitoral, e a então prefeita deixou o cargo para disputar a eleição. Com isso, o vice-presidente da Câmara, Ildeu Simões (DEM), assumiu o Executivo. Ainda em 2011, Nelma venceu a disputa e retornou à administração municipal.


    ------------------------------------------------
    INJUSTIÇA!!! AQUI EM ITABIRA OS VALORES SÃO BEM MAIS ALTOS... ESTES "JUI..." E "PROM..." SÓ ACEITAM DENÚNCIA E SÓ PRENDEM LADRÃO DE GALINHA.
    SE NÃO FOSSEM OS VEREADORES POR MOTIVOS VISIVELMENTE POLITICOS, NADA TERIA ACONTECIDO.
    AGORA, ÊTA COINCIDÊNCIA: NELMA QUIRINO (PR)-OPS. ATO FALHO: NELMA "CIRINO" (PR)

    ResponderExcluir
  3. A promessa do Jão Izael era a de reformar o Hospital Velho e instalar alí a Biblioteca Municipal Luís Camilo, que atualmente esta funcionando no Centro Cultural em espaço exíguo às necessidades a serem desenvolvidas em uma biblioteca de bom porte.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo, indiferente aos desabrigados, desalojados, despejados, a prefeitura recebe verba específica do governo do estado para o fim da restauração dos casarões, por acaso tem o nome de ICMS Cultural E ESTÁ SENDO DESVIADO PARA FIM SEM ESPECIFICAÇÃO PELO prefeito JÃO.

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.