Who's amoung us?

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

DISPUTA PARA 2012 ESQUENTA

VINGA ARTICULAÇÃO NO PSB

Numa reunião ocorrida na noite de terça-feira, no auditório do Sindicato dos Rodoviários, o diretório municipal do Partido Socialista Brasileiro (PSB) confirmou o nome do Bernardo Mucida como pré-candidato a prefeito de Itabira e lançou os nomes para a câmara municipal.
  
A escolha pelo nome de Bernardo coloca um ponto final em uma dúvida velada no meio político, baseada na desconfiança de que Paulo Soares, presidente do Metabase, pudesse ter mais força no partido, após a eleição do Carlos Roberto de Assis Ferreira (Carlão), para a presidência do diretório municipal. O temor era que Bernardo pudesse perder o acesso e a vez, face às ligações políticas do sindicalista mais próximas, com uma ala do PSDB, via Paulo Chaves e Roberto Chaves, que era ligada à situação.
  
A reunião foi aberta e contou com a presença de representantes de muitos partidos, como PV, PPS, PCdoB,  PSDB, PTB, PHS, PMDB, PRTB e até do PT, de onde saiu o Bernardo, após sua frustração com o destino do partido, ao coligar-se com a pior ala do grupão, o PP.
  
Eis, então, mais um bom nome para elevar a qualidade do páreo, na ala de oposição ao antigo grupão. Não é demais lembrar, também, que o amigo (neomarqueteiro) Henrique Nery acertou na articulação.
   
 
MAIS UM SUSPIRO PARA O GOVERNO
  
Na manhã de ontem, o vereador Geraldo (Torrinha) Magela Pena Torres (PDT) foi eleito o novo presidente da câmara municipal, para 2012, como indicado do governo em chapa única.

Outro interessado era o Carlinhos do Sacolão (PP), cujo nome era apoiado pelos colegas de partido, Tião da Antena e Tãozinho Leite, além do Élson Sá-PMDB e do Paulo Chaves-PSDB. Ou seja, um  nome de um vereador que rompeu, recentemente, com o governo e outros que tentam sobrevida, ao avançarem em linhas de centro e de esquerda, esboçando novos sinais de rompimentos, só não definidos, ainda, para não perderem os contracheques do governo para seus indicados.
    
O voto de minerva veio do Solimar da Silva-PSDB, que fechou com o Torrinha e deixou o Tião da Antena inconformado, segundo o portal da Defato, definindo a eleição do candidato mais afinado com o governo.
 
   
E AGORA, JOSÉ?

 
A eleição do Carlinhos Sacolão era estratégica para o PP e para o PT. Ela poderia ser a garantia de manutenção e de mais um fôlego ao fracassado programa Agenda 2012, agora colocado em xeque-mate.

Com a derrota da câmara, o problema que assola os políticos do Agenda 2012 recai na dúvida crucial, se continuam ou não unidos. Primeiro, porque o programa não foi bem aceito, como sonharam. Segundo, porque não conseguem afinar um discurso ideológico comum, único e convincente.
    
E como poderiam acreditar numa criação impossível de um tipo de gêmeos siameses, só que duozigóticos, com duas cabeças completamente diferentes.
  
Na banda direita da criatura  bizarra, o DNA do PP, com discursos moderados e vendas de sonhos, bem ao estilo do marqueteiro Perón Colombo, que definiu as recentes estratégias que culminaram com o fracassado grupão, por ter "vendido" o que não tinham para entregar.  O PP é cheio de raízes e de benesses barganhadas, anos a fio, com os governos do quase extinto grupão. Na banda esquerda da criatura, o DNA petista, que não resiste na linha combativa e visão crítica ao governo. Aquele mesmo PT da militância nativa, tendo, inclusive, denunciado, várias vezes o governo no passado, que o PP tanto defendeu. Complicadíssimo, não!?!
 
Para piorar o cenário, militantes do PT vinham atacando o governo, por meio das redes sociais, com grande frequência, mesmo depois de acertada a coligação dos dois partidos no programa Agenda 2012, que conferiram dois cargos de vantagem para a direção do PT,  na câmara pertencente ao governo. Não fosse uma estratégia louca, tais ataques deveriam incomodar muito a ala governista. Os maiores incômodos, acredito, vinham logo de quem ocupava um dos cargos negociados com a coligação, do vice-presidente do PT, José Francisco da Silva.  Ao serem questionados e rechaçados pela estranha conduta, pelos participantes do fórum Opinião de Itabirano, do Facebook, reduziram e se afastaram. Paralelamente, simpatizantes do Agenda não desistiram e abriram um novo fórum, o Liberdade Itabirana, com uso de dois fakes, continuando com a defesa do PP/PT e provocações, desta vez mais brandas, ao governo.
    
Daí, a dúvida... Para 2012, quais serão os futuros do PT e do PP, sem a câmara e, sabe-se lá, sem os cargos? Serão enfim separados, de forma que cada um possa desenvolver-se livremente, ou insistirão juntos no projeto da bizarra criatura?

7 comentários:

  1. Ao se aliar ao PP, Alexandre mostrou o que realmente é: Banana.

    Noé do Campim Cheiroso.

    ResponderExcluir
  2. Excelente análise.... em especial da estratégia mal sucedida e amadora da coligação PP-PT no facebook. Agora uma pergunta, o "neomarqueteiro" Henrique Nery não é filiado ao DEM, cujo partido temos o "gruponista" João Mário?

    ResponderExcluir
  3. Os fichas-sujas Joãozin e Ronaldo foram condenados por improbidade administrativa. http://www.defatoonline.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=20631

    João tinha razão:
    Itabira é inocente.
    Mas ele não. Até rimou haha

    ResponderExcluir
  4. Uma confissão esquecida na publicação do "E agora, José?":

    Apesar de eu não apoiar a junção do PT no PP, de não acreditar no projeto Agenda 2012 e não achar legal desvios de comportamentos éticos, no fundo, tenho que admitir que as intervenções e críticas do vice-presidente do PT, José (Capeta) Francisco da Silva, contra o governo Izael, têm sido pertinentes e boa parte delas acertadas.

    ResponderExcluir
  5. Não consigo entender uma coisa. Talvez alguém possa me explicar...
    Aqui no blog (inclusive nos comentários) sempre falam do PT, do PP e dessa agenda 2012, afirmam que deu errado, que é balela, que é desvio de conduta moral de fulano, de ciclano...(...), porém nunca vi o pessoal do PT, do PP (Agenda 2012) falando dos demais projetos apresentados e nem de pessoas de forma individualizada (como falam do Banana) Obs.: que muito fez e faz por nossa cidade.
    Acho importante existir projetos para Itabira, claro que cada grupo (grupão, grupo, grupinho, agrupamento, e demais nomes que possam surgir para identificar isso) tem o seu.
    Na minha humilde opinião, acho mais eficaz se preocupar em mostrar o que de fato pode ser feito, e que está sendo proposto, do que ficar preocupado em desmerecer pessoas ou projetos, por qualquer razão que seja.
    Acho que o grande problema da política em Itabira é se preocupar mais em evidenciar o lado ruim dos outros do que mostrar o que há de bom na gente ou nos nossos projetos. Afinal, críticas sempre vão existir, opinião divergente sempre vai haver.

    ResponderExcluir
  6. Boa observação, Anônimo!

    Este blogue é coletivo e conta com vários autores, das mais diversas tendências, leituras e ideologias. E o PT está aqui representado, pelo "Advogo por nós", que optou em usar um pseudônimo e que não tem dado as caras. Que é uma pena.

    De qualquer forma, eu já fiz aqui uma série de defesas ao nome do Banana, bem como já o critiquei, como bem deve ser um espaço livre. Nunca ignorei o bom passado do Alexandre, até cair nas tentações do grupão, que foi uma grande pena e uma grande perda para a cidade.

    Sugiro consultar no "Localizador de Postagens" e digitar as palabras "PT" ou "Alexandre" ou "Banana" e confirmará.

    Sugiro consultar

    ResponderExcluir
  7. Ah... só mais um ponto...

    Este blogue foi criado em agosto de 2009. No final de 2010, a direção do PT conduziu o partido para o grupão. Daí, justificamos a desproporcionalidade entre críticas e elogios ao Alexandre, cujos brilhos e auge na sua carreira política, muito bem lembrados pelo Anônimo, ocorreram até 2008. Ou estou enganado?

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.