Who's amoung us?

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

RETRATO FIEL

Reprodução do Opinião de Itabirano - Facebook,
postado pelo vice-presidente do PT, José Francisco da Silva.
Todas fotos, que vi até agora, sobre o "Agenda 2012", são bem felizes ao retratar, com fidelidade, o real sentimento deliberadamente expresso. São fiéis registros, de uma inconsistente situação, na minha opinião.
   
É lamentável o quadro político que o Alexandre Banana-PT se meteu, ainda na minha opinião, e o retratista conseguiu extrair o sentimento exato. Senão dele, o nosso. O semblante do Banana denota isso com perfeição. Alexandre está cabisbaixo, parece triste, com olhar distante e perdido. Neidson, mais longe agora, parece cochichar em busca de novos horizontes, ou farejar novas andanças e novos rumos. Ao seu lado, a imagem não define bem, um político muito parecido com o Celso Matosinhos, que encontra-se igualmente pensativo, em busca de uma nova solução. "O que fazer?" - parece ser a tônica da mão no queixo. Ver o Alexandre com o PP do grupão, logo ele que tanto denunciou e debateu com coerência, é embaraçoso e triste.
   
A dobradinha PP/PT, que criou o projeto Agenda 2012, revelou que tratava-se mesmo de uma arapuca eleitoral, amparada na criação de um ser bizarro, por um tipo de gêmeos siameses duozigóticos, conforme comparei. Ou seja, um ser que não existe e não vejo chances de vingar. Para complicar, a sonda que alimentava os gêmeos será tirada pelo Geraldo (Torrinha) Pena Torres-PDT, pela base mais governista. Daí, na falta do sustento, a separação (ou amputação) não tarda, porque o PT perderá os cargos na nova presidência do Torrinha, que já anunciou sua intenção no Diário de Itabira. O servil PP sobrevive, mas enfraquecido. Tornar-se-á uma meia "dissidência" precoce ou parto prematuro? E a banda do PT, o quê fazer com ela? Extirpar e condená-la à morte, para tentar a recuperação do PP? O quê fazer para salvar o PT?
     
Se tanto o PT temia ser satélite de outro partido, mais do que nunca, acabou aumentando a dependência, numa proporção absurdamente difícil, porque tanto é complicado separar os dois seres, quanto é difícil manter viva a criatura. E agora, José?
   
Tomara que o Alexandre Banana, o mais rápido possível, se dê conta do que fez e se redima com seus eleitores e com o povo itabirano. Banana tem família exemplar, tem berço, tem passado limpo, tem história. Aí pode residir a única possibilidade de recuperação, desde que ele reconheça e tente corrigir o (que considero um) equívoco. Como, exatamente? Sinceramente, não sei. (trecho editado pelo autor, a pedido do Alexandre - Vide justificativa abaixo)
 
  
Nota do autor (30/11/2011 - 16:09hs.)

Recebi, a pouco, uma ligação do Alexandre Faria Martins da Costa, pedindo que eu revesse uma frase que ele “não admite” ser enquadrado, que foi editada imediatamente, embora eu não tenha premeditado ou compreendido da forma que o citado expôs e nem sequer me foi solicitada a edição. Como poderia dar duplo sentido, não hesitei e a retiro.

Em respeito a ele, correligionários e familiares, amigavelmente, retirei a frase acima editada e peço as devidas desculpas a todos.

As demais opiniões aqui expostas, são sentimentos meus com relação ao quadro político, portanto, opiniões minhas, que igualmente devem ser respeitadas e mantidas.

11 comentários:

  1. Fernando, o Diário de Itabira reproduziu fala de Banana: o vereador que mais gosto na Câmara agora é Turrinha. Isso mesmo, Turrinha do grupão. Banana falou isso no Diário porque virou político profissional, sem idealismo, sem compromisso com a esquerda. Banana ficou enciumado com Bernardo e Damon e resolveu abrir mão de sua história para vingá-los. Banana virou de direita e acabou com o PT, que numa cidade operária nem vereador elegerá em 2012. O Pt em Itabira era para tá bombando mas a mediocridade impede isso.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Fernando, Agenda 2012 não é um projeto criado pelo "Publicitário Vitalício", e, sim uma cópia de projeto desenvolvido em São Paulo. É nitidamente uma tentativa forçada de emplacar e consolidar um novo nome no cenário político. Vale frisar que o eleitor itabirano com o passar do tempo, perde o medo de votar em candidatos polêmicos - veja a última votação do Neidson e do Adício comparada com a votação do Dr. Damon. É público e notório que o eleitor, na prática "equiparou" em ordem de valor os candidatos citados. Preocupante, não é!
    Então, vamos abrir bem os olhos. Dependendo do cenário político, poderemos ter um azarão prefeito de nossa cidade. É isso mesmo! Imagine os quadros que podem acontecer:
    1º) Dr. Damon X Reginaldo Calixto X Neidson
    2º) Reginaldo Calixto X Neidson
    3º) Roberto Chaves X Reginaldo Calixto X Neidson
    4º) Dr. Damon X (GRUPÃO)
    - Basicamente, essas são as principais possibilidades. Afinal, há uma tedência clara de polarização. Os partidos vão caminhar pela estrada mais curta que conduz ao Paço Municipal. Ou seja, Situação X Oposição.
    - Também, um quadro sem o Dr. Damon, colocaria o Reginaldo Calixto como representante oposicionista...
    Bem, isso é politica. São situações que não podem ser descartadas. Por enqunto, tudo é conjetura. O dia de amanhã a Deus pertence!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Afirmar que o Banana se equivocou ao se unir com o PP é completamente plausível. Desqualificá-lo como se fosse o que existe de pior na política itabirana é demais. Na minha opinião, o quadro político atual na cidade é um verdadeiro "samba do crioulo doido", tá confuso, ninguém é de ninguém, tem alho com bugalho e propaganda enganosa pra tudo quanto é lado. Os defensores da dobradinha Damon/Calixto precisam colocar a bola no chão, pois o campeonato ainda não começou, e o jogo tem que ser jogado. Quanto aos discursos vazios, Itabira se destaca no cenário político regional em que todos os pré- candidatos se nivelam por baixo, tanto faz se é o Banana, o Mucida, o Calixto,o Neidison e o Damon. Todos levam bomba em fluência verbal.

    ResponderExcluir
  7. Fernando, parabéns pela ética com que conduz este blog. Ao atender o "Banana" você dá a ele o direito, também, de opinar e ter o seu entendimento explícitado. Antes que ele peça para você corrigir a minha citação acima, corrijo: Ao atender o Sr. Banana...

    ResponderExcluir
  8. Zé Capeta deveria ter a coragem de assinar o comentário acima e os demais.

    ResponderExcluir
  9. Dá mesma maneira que Fernando opinou dizendo considerar um equívoco essa espécie de conluio PP/PT, reafirmo suas palavras. Além de eu considerar um equívoco, considero também uma "trapalhada" na sua carreira política, uma idiotice misturada com burrada. Mas que o Alexandre contínua sendo 10, isso sem dúvida. Creio que um dia tudo se esclarecerá. Alexandre deve ter sido tentato por forças do mal, por demônios e capetas...

    ResponderExcluir
  10. 10 é Damon pela coerência, Edilson pelo trabalho na creche, Mucida pela coragem e inovação, Fernando Martins pelos textos, Calixto pelo trabalho no HNSD, etc. Banana é zero: tá com seus ex-inimigos, preside o maior partido do país e aqui não consegue nada, é esfolado nas urnas. Diz no Diário que gosta agora é de Turrinha, aliado número um de João Izael, etc. O PP quando ganhar a prefeitura vai engolir Banana, colocá-lo no bolso.

    ResponderExcluir
  11. Como disse O Trem Itabirano: Banana escorregou na própria casca. O problema é que não quer mais voltar, gostou do que viu na Câmara e no PP do grupão. O que viu?

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.