Who's amoung us?

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

SEM TRANSPARÊNCIA


Estão fora do ar as informações do portal da transparência, da prefeitura de Itabira, que é uma obrigação baseada na Lei Complementar n.131. No caso de cidades com mais de 100 mil habitantes, o prazo estabelecido na lei original era para 27/4/2010. (clique aqui para acessar o portal)
   
Não é a primeira vez que o portal obrigatório da prefeitura de Itabira sai do ar. Estranhamente, os serviços aos cidadãos foram novamente interrompidos, depois de levantarmos uma série de dúvidas neste blogue.
  
No dia 30 de setembro passado, questionamos o adiantamento de 5 mil reais, que a secretária de governo, Elaine Campos, pegou para uma viagem de dois dias a São José dos Campos-SP. Ela nos retornou, no dia 25 de outubro, com a alegação que gastou parte do dinheiro, destinado para gastos pessoais dela, para arcar com despesas de hospedagens e alimentações da comitiva, dentre eles, lideranças de instituições e imprensa, que são questionáveis. Disse ainda que havia devolvido 2,7 mil reais, alegando, também, que a documentação para comprovação estava à disposição. Então, pedimos, prontamente, que nos remetesse a documentação, questionamos o porquê de não estarem acessíveis no portal, conforme rege a lei ("de forma pormenizada") e expusemos novas dúvidas de registros publicados no portal, que sugeriam compras superfaturadas. Até o momento, a secretária não se pronunciou. (clique aqui para ler as publicações)

No dia 24 de outubro, recebemos outra denúncia de um leitor, desta vez contra a Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, com o seguinte texto: "Na semana passada (terça ou quarta-feira) o Diário de Itabira publicou um aditivo para a empresa Elite (terceirizada que presta serviços para a FFCDA). O prazo de prorrogação é de apenas 2 meses, mas com um valor de mais de três milhões de reais. Procurei saber com amigos e constatei que a FCCDA não tem mais de 25 funcionários dessa empresa. Portanto, seria como se cada um recebesse mais de 50 mil por mês durante esse periodo.".

Nesta semana, questionamos a denúncia e a superintendente, Marília Ramos, nos retornou, defendendo que a denúncia não procede e que as documentações estão à disposição, em horário de expediente. Pedimos, mais uma vez, que a documentação fosse enviada e estamos aguardando. Para adiantar, recorremos ao portal da transparência da prefeitura, onde deveriam estar tais informações, quando percebemos que estão fora do ar.
  
Constrangimentos como estes, caso os atos oficiais sejam confirmados como corretos, poderiam ser evitados com o portal no ar e em pleno funcionamento. A empresa que o desenvolveu, sob o empenho número 003558, ao valor de R$ 7.820,00, é ligada a um correligionário do prefeito e, por contrato, estão previstos desenvolvimento e manutenção. Como o valor negociado foi relativamente pequeno e salvo se a empresa não ganhou outro contrato, não acredito que continua na responsabilidade dela a manutenção do sistema. Entretanto, a responsabilidade maior pelo não cumprimento da lei recai sobre o prefeito, que tem dado evidentes sinais de que não gosta de transparência.

As dúvidas são muitas. Principalmente depois da sentença exposta ontem, contra as duas maiores lideranças do antigo grupão, Ronaldo Magalhães e João Izael, que acabaram condenados na Justiça, por improbidade administrativa, por compra de votos, segundo noticiou o portal da Defato Online (clique aqui para ler).

8 comentários:

  1. Tem de ver isso, esse contrato com a FCCDA é uma brecha para o MP hein.... não fizeram o cambalacho como manda o manual hein...

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo blog, mas acho que é necessário encontrar uma forma de divulgá-lo melhor, principalmente para os jovens eleitores.

    ResponderExcluir
  3. Fernandinho a TV Globo mostrou hoje que Itabira está sem hemodialise e que o pessoal tem de ir BH para fazer o tratamento. Isso é referêmncia nacional. Exibe o vídeo aí pra nós?

    Noé do Campim Cheiroso.

    ResponderExcluir
  4. Porque não busca no diário de Itabira sobre esse adtivo publicado? ou então, porque você mesmo não passa na FCCDA pra confirmar? mas de qualquer forma busque também no Diário.

    ResponderExcluir
  5. Essa história da FCCDA tá mau contada. Ela dis que nunca tem verba pra nada, mas pra essas coisas errada o dinhero aparece. Emquanto isso falta espetáculo e lazer pra todos nos.

    ResponderExcluir
  6. fernando, qual email posso enviar o arquivo que saiu no jornal diário de itabira esse novo adtivio de mais de 3 milhões? consegui com um amigo meu, ele fez questao de guardar.

    ResponderExcluir
  7. http://web.itabira.mg.gov.br/pronimtb/index.asp?acao=3&item=4&visao=6&ano=2011&mesinicial=1&mesfinal=12&unidadegestora=2&forug=9875&numpaghist=1

    tem somente isso no portal de transparencia.
    repare bem dia 30/09 repasse somente de 110.000,00 (contrário os 3 milhões)

    ResponderExcluir
  8. Oi, só agora vi seu pedido de informações de e-mail. Pode mandar para contatoitafq@yahoo.com.br.

    Abraços

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.