Who's amoung us?

terça-feira, 22 de novembro de 2011

PESO DE CONSCIÊNCIA

Texto do assessor de comunicação da prefeitura, Fernando Silva, para o Via Comercial:
   
"Faço essas avaliações porque estou acometido por constante dor de consciência, provocada normalmente pelo que não fiz, jamais pelo que fiz. Acredito que a lógica da vida se resume nesse banal dilema: fazer ou deixar de fazer. A gente passa um tempão debatendo com o 'eu interior' as motivações de um e outro." (clique aqui para ler na íntegra)
  
Primoroso texto e necessário autoflagelo, que peço licença para uma contribuição. 
 
Pois é... Certa vez, assisti atônito a minha honra profissional ser lançada ao lixo, por correligionários "jornalistas" do governo recém empossado, de forma sensacionalista e leviana, na gestão do Ronaldo Magalhães. Fui apontado, em sucessivos ataques, como o profissional que havia "sucateado" a TV.
  
Pois bem, como o Fernando Silva era o novo assessor do Ronaldo, o procurei, munido de relatórios de conferência de patrimônio, realizada durante a transição de governos, sob a conferência do meu sucessor e de servidores da TV, com o único objetivo de pedir uma audiência com o Ronaldo, afim de defender-me e justificar o real estado de conservação e manutenção dos equipamentos da TV, que eu e meus colegas de trabalho havíamos entregue. Assunto este adiantado apenas para o assessor, autor do texto acima.
 
Então, nunca tive a audiência marcada e, "coincidentemente", saiu num "jornal" (que o grupo mantinha estreitos relacionamentos e polpudos anúncios publicitários) algumas notas, qualificando-me de "Cara de pau", por ter solicitado a audiência "para pleitear o cargo de diretor", munido de "projetos", "depois de ter sucateado a TV". Estratégias semelhantes, de execrações públicas morais injustas e levianas, ocorreram com tantos outros nomes de cidadãos de bem e com potenciais políticos de oposição, por décadas a fio, como todos itabiranos bem sabem.
  
Pelo que se constata sem esforço, a TV, em mais de 10 anos posteriores de desmandos, nunca teve sua estrutura corrigida e atualizada plenamente; perdeu cargos essenciais de direção, com o propósito de alocação de maior número de apadrinhados e, de quebra, posicionou-se, exclusivamente, como chapa-branca.
 
Paz de espírito e "dores de cabeça" só são sanadas quando nos redimimos, inteiramente e verdadeiramente. Já a recuperação da moral, virá do sábio julgamento do público terreno, diante dos nossos novos atos e, mesmo assim, se considerados acertados, suficientes para reparação dos erros e, é claro, bem antes do Juízo Final.

Fica aí a dica.

6 comentários:

  1. Fernando, a máscara desse tal Fernando Silva caiu faz tempo. Ele conseguiu enganar muita gente durante algum tempo. Fica escondidinho no canto dele, no anonimato, e comandando baixarias e perseguições a muita gente. Ele trouxe a baixaria para a imprensa itabirana. Sendo portavoz do grupão da maracutaia, adora dizer que os demais jornalistas em Itabira são um fracasso. Fracasso é ele que se vendeu a ao pior grupo político da história de Itabira. Isso é como mancha de caju, não sai nunca. Se ele quiser ver um fracassado que olhe no espelho.

    Noé do Campim Cheiroso.

    ResponderExcluir
  2. "..dor de consciência, provocada normalmente pelo que não fiz, jamais pelo que fiz". Afirmar que não tem dor e consciência pelo o que fez chega a ser ultrajante. Esse cara arrebentou com tantos nomes de bem de nossa cidade. Bateu em tanta gente através dos jornalecos e locutores de rádio dessa Itabira e ainda vem a público dizer em outras palavras que não se arrepende do que fez. É rir, é cuspir na nossa cara.

    ResponderExcluir
  3. Ronaldo e João vão ficar na historia por terem detonado com a tv Cu(r)tura, principalmente por terem colocado "ratinhos" do Paraguay pra fazerem "pograma" nela.

    Ahhh... só faltou o Silva como cover do Mister Magoo. K ente nós... e num é que o danado se parece fisicamente? huaahuaahuuaaa!!!

    Bicudo - Caminho Novo.

    ResponderExcluir
  4. Esse Fernando, o Silva, foi o mesmo que nominou a TV itabirana de TV Tortura e quando assumiu a secretaria de (des)comunicação da Prefeitura nada fez para mudar este panorama.

    Além de tudo isto ainda ficou atacando pessoas nestes jornalecos sem eira nem beira de pseudo itabiranos e pagando pelo espaço com aquela poupuda verba do orçamento público municipal.

    Agora, já sentindo o final deste governo tacanho do qual faz parte, vem com esta de sentir pelo que não fez e deve estar mesmo é chorando lágrimas de crocodilo e a TV Tortura que continue torturando os itabiranos incautos que têm a capacidade de assistí-la com as promoções da pessoa do dr. prefeito.

    ResponderExcluir
  5. Aloisio R. A. Junior22 de novembro de 2011 21:15

    Caro amigo Fernando ,

    Como sabe trabalhei de 15/02/1995(03 dias antes da inauguração)até 15/10/2008(semana seguinte a reeleição do asqueroso) e posso dizer e assinar embaixo que sua gestão foi a mais brilhante e a emissora era a "Top Of Mind" das emissoras educativas do interior do Brasil.
    Aquilo no inicio da gestão do grupão de apresentar os bastidores da TV em programa local, com cameras amarradas com fita crepe e vassoura segurando a iluminação foi uma baixaria que presenciei. Baixaria essa organizada por um Zé da pseudo-imprensa itabira junto com o novo diretor e apresentador desse programa , seu amigo na época.
    Por sinal baixaria é especialidade do grupão, que durante as eleições de 2000, sabendo de minha insatisfação com os rumos que tomava a TV. Tentou cooptar-me para ir ao programa eleitoral e dizer que o candidato ronaldo não deveria ao debate porque o mesmo seria agredito por funcionarios da emissora. O que era uma tremenda mentira e injustiça com todos nós funcionários.
    A TV precisava sim de atualização técnica, mas isso era um problema que você herdou de outra gestão.Pois a TV Cultura de Itabira somente teve o apoio do governo municipal somente nos primeiros 06 meses de seu funcionamento. Após este período houve uma sucessão de falhas devido interesses políticos.
    Costumo dizer que o Jackson aleijou a TV Cultita, o ronaldo deu o tiro de misericórdia e o atual mandatário (que me recuso a pronunciar o nome) jogou o a pá de cal.

    ResponderExcluir
  6. Grande Aloisio!

    Só umas ponderações. Sem falsas modéstias, mas não creio que fizemos o melhor que podíamos, porque foi verdade que pegamos a TV bem ruim; com veículos em péssimo estado, repassados pela câmara municipal com mais de 400.000km rodados; equipamentos de trabalho detonados e obsoletos; funcionários frustrados e sem motivações; prédio cedido com acabamento e estruturas muito ruins e por aí vai. Não havia dinheiro na prefeitura como há hoje. Daí, nossa penação.

    Soa estranho, tb, o fato de nos gabar de termos aberto o editorial, de forma que todos os cidadãos e políticos de oposição pudessem manifestar suas opiniões, como se isso fosse uma vantagem e, não, uma obrigação que deveria ter sido mantida e não foi em nenhuma outra gestão, lamentavelmente. Mérito pro Jackson que compreendeu e permitiu tal liberdade.

    Acho que só podemos mesmo nos gabar é de ter montado uma excelente equipe, que renderam programas legais, como o Armazém do Bras, Alô Doutor, Agenda Cultural etc, além dos ousados plantões e apresentações ao vivo, que eram impensáveis diante dos parcos recursos, duramente conseguidos.

    Ao devolvê-la, posso garantir, pelo relatório de conferência de patrimônio, que entregamos todos equipamentos essenciais em plenas condições operacionais, sendo boa parte dos VTs com peças de reposição de reserva, prontas para serem instaladas assim que chegassem ao final da vida. Senão me engano, foram 18 mil reais em componentes originais. Tanto é que nunca deixamos de entrar no ar, pontualmente, mesmo com programas ao vivo.

    Para o bem da verdade, garanto para todos cidadãos, que nenhum equipamento foi entregue com esparadrapo (isso mesmo, de uso humano), como foi alardeado nas farsas da pseudoimprensa, nem vassouras imaginamos de instalar na laje como sustentação, que jamais funcionaria, não é mesmo!?

    Agora, você me revela mais estas atrocidades. A que ponto chega a capacidade de assassinato moral deste grupão!

    Fique com Deus e forte abraço!

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.