Who's amoung us?

domingo, 21 de abril de 2013

PARA ELEVAR O NÍVEL

Caros leitores,

Diante do clima tenso de véspera de audiência dos processos de cassação em São Gonçalo e dos ânimos exaltados, fomentados por perseguições políticas e desavenças, vamos propor um trato...

De hoje em diante e até que se defina o quadro político de São Gonçalo do Rio Abaixo, este blogue não mais aceitará nenhuma postagem provocativa que não esteja devidamente assinada e identificada. Portanto, todos os comentários e postagens com provocações e denúncias anônimas não mais serão publicadas, contra ou a favor de quem quer que seja. Proponho uma trégua para que o processo não sofra qualquer interferência deste canal independente, quando também eu não mais emitirei opinião a respeito do governo ou sobre política, até que o quadro se defina. Ok?

Mas calma aí. Isso não significa que fecharemos os olhos e deixaremos de noticiar. Noticiaremos tudo que for do interesse coletivo, inclusive informações e furos dos processos, mas sem comentar ou emitir opinião. Tratar o tema com isenção não significa pagar pau.


Contamos com a compreensão de todos e sigamos em paz.


EM TEMPO:

Na próxima terça-feira e quarta-feira publicaremos os detalhes dos processos 63.888 e 63.973 que passarão por audiência, dentre eles, quais são as denúncias apresentadas pela oposição.
Daí, pedimos aos advogados e partes interessadas que nos enviem, até às 14 horas de amanhã, suas respectivas defesas e demais informações que tenham interesse de publicar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.