Who's amoung us?

sábado, 20 de abril de 2013

PARTICIPAÇÃO POPULAR

100 dias de governo
Primeira edição do “Ouvir Você”
supera expectativas


O prefeito Damon Lázaro de Sena e seus secretários participaram, no último sábado, da primeira edição do programa Ouvir Você, que trata-se de um tipo de descentralização e aproximação do governo

Os objetivos centrais são ouvir as pessoas, conversar e facilitar ainda mais a aproximação da comunidade com o prefeito. Durante toda a manhã foram realizados 148 atendimentos ao público, no salão paroquial da Igreja Nossa Senhora Conceição, de Ipoema

A maioria das reivindicações foi de caráter coletivo, principalmente para a área de infraestrutura, como por exemplo, calçamento de ruas e colocação de postes de iluminação. Com relação ao meio ambiente, foi solicitada a despoluição do rio Quebra Ossos, que passa em Ipoema. Isso mostra a preocupação da população também com a preservação ambiental.

Para Luiz Carlos de Souza, administrador de Ipoema, “Essa foi uma ação muito produtiva. Teve grande participação da comunidade. A população manifestou satisfação pela realização do evento.” Disse ainda que “as pessoas pediram coisas que são ações simples e fáceis de se resolver e que o governo vai resolver.”

Ainda no sábado, dentro da programação dos 100 dias do governo Damon de Sena, foi lançado pela Secretaria Municipal de Ação Social (SMAS) o programa Mais Cidadania que tem como objetivo descentralizar os serviços da secretaria de ação social facilitando o acesso a esses serviços a quem mais necessita. Toda a estrutura da SMAS foi transferida para a Escola Municipal Nonato Azevedo, onde foram atendidas 87 famílias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.