Who's amoung us?

sexta-feira, 26 de abril de 2013

SÃO GONÇALO SEM MOVIMENTO: DE QUEM É A CULPA?

(São Gonçalo do Rio Abaixo)

Vencida a eleição e passados os primeiros 100 dias do novo governo, sem que apresentassem obras e serviços à altura do milionária arrecadação de São Gonçalo do Rio Abaixo, alguns governistas passaram a atribuir a culpa da ineficiência do novo governo à oposição, alegando que ela não para de mover processos contra o governo. Ora alegam que o que publicamos aqui são mentiras.
Que o governo está envolto em problemas na justiça é verdade. Basta conferir no site do TRE-MG. Pelo que apuramos, há outros 10 processos contra o governo e contra a câmara movidos pelo Ministério Público, até o dia 19 de março passado. Pelo que nos informaram, apareceram outros 3 depois.
Só que, em conversa com o Luzimar (Buzica) da Fonseca (PSDB), candidato da oposição, ele garantiu que não moveu processo algum contra o governo e que só moveu os quatros processos eleitorais ora apresentados, por sentir que sua campanha e a população foram prejudicadas com os abusos de poderes econômicos e funcionais. “Entrei só com estes três processos eleitorais porque é direito meu questionar o que vimos na última campanha... os abusos, as perseguições e as compras de votos relatadas. Daí, movemos estes 3 processos que o povo não parava de me falar. Já os outros (processos), não tenho nada com isso”, defendeu Buzica.
Buzica tem razão com relação à autoria dos demais 10 ou mais processos, que são representações do Ministério Público diante de denúncias de populares, dentre eles do José Olinto e Irnério Moreira. 
Entretanto, não é demais lembrar que o governo não sofreria processos se não tivesse perdido o foco, se não tivesse abusado da boa fé da população, se não tivesse se perdido nos indícios de corrupção e se não tivesse comprado votos, conforme provam as testemunhas e gravações contidas nos processos. Assim sendo, o que se ouve não passa de uma alegação leviana ou defesa irresponsável, até porque quem tem o poder em suas mãos não é a oposição.

EM TEMPO

Quanto às sentenças das audiências do dia 29, temos que lembrar três pontos cruciais. Primeiro, que a sentença pode ser dada até 10 dias depois. Segundo,  que caso sejam absolvidos nos primeiros, que há outros 2 processos eleitorais com provas e denúncias mais graves. Terceiro, que qualquer que seja a decisão, cabem recursos em segunda e terceira instâncias, para ambas as partes. 

Então, paciência, equilíbrio e canja de galinha não farão mal à ninguém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.