Who's amoung us?

segunda-feira, 18 de abril de 2011

BEM À FRENTE

AUDIÊNCIA PÚBLICA


Semana passada aconteceu uma Audiência Pública em João Monlevade para a discussão da duplicação da BR-381. Participaram a sociedade organizada, membros do Dnit, deputados e prefeitos da região filiados à Amepi - Associação dos Municípios do Médio Piracicaba.

As obras de duplicação BR-381, segundo diretores do DNIT, começam já no ano que vem e, alguns trechos, estão previstos para conclusão em 2013, apesar do deputado Mauri Torres não acreditar nisto. Extensa e séria pauta, que os monlevadenses saem na frente, arregaçam as mangas e pôem as mãos na massa.

TEM COELHO GRANDE ATRÁS DO MATO

A preocupação dos monlevadenses é com o desvio de parte do trecho que retirará a BR de dentro da cidade e passará entre o município deles e Itabira, começando pela comunidade do Una (São Gonçalo) e saindo direto em Nova Era. Vide estudo abaixo.


O comércio de Monlevade se projetou bem por ser marginal da BR-381, favorecendo-a como pólo comercial regional. João Monlevade é menor que Itabira e tem menor arrecadação, mas seu comércio é muito concorrido e seu povo politicamente bem ativo e aguerrido. Há anos trabalhando na região, tenho observado que moradores de todas as cidades vizinhas preferem comprar lá. Nem os nomes das tradicionais lojas itabiranas são reconhecidas região afora.

O desvio da BR-381, se aproximando de Itabira, pode até não impactar tanto positivamente no comércio itabirano, mas, sem dúvida, ajudaria bem, pelo fato do novo acesso ficar dividido entre as duas cidades.

ENQUANTO ISSO...

Enquanto a carruagem passa, não se vê políticos locais, nem vi entidades afins (Acita e CDL), trabalhando e acompanhando o tema de forma concreta e séria, a não ser limitados nos vazios discursos políticos.

Fico imaginando no ano que vem, os politicozinhos vaidosos, malandros e safados daqui, em discurso de campanha, falando que garantiram a duplicação. É o que diz o ditado popular, depois da onça morta, até cachorro mija nela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.