Who's amoung us?

domingo, 24 de abril de 2011

DESABAFO... ABSURDO!!! LEIAM ABAIXO, COM ATENÇÃO!

"Nivaldo, segue um relato da minha vivëncia... Pelo amor de Deus. Se puder, fale sobre isso em sua coluna.
Meu nome é Fabiane Clemente e sou atleta do JIMI, defendendo a minha cidade de Itabira na modalidade agora, basketball. Já viajei varias vezes defendendo a minha cidade de Itabira na modalidade Volleyball, na qual a minha primeira participação foi aproximdamente há 16 anos atrás.
Precisava fazer este breve relato dos acontencimento do JIMI para que a comunidade Itabirana conheçam a realidade do esporte no nosso município.
Alguns atletas foram na 3ª feira dia 19/04, outros na 4ª. Feira dia 20/04 e a previsão de retorno está para o dia 24/04 (domingo). Ontem, dia 22/04, sexta-feira santa, os atletas que não teriam mais jogos a serem disputados (pelo menos alguns escolhidos pela comissão organizadora) teriam que retornar a Itabira no ônibus da Viação Santos as 21horas saindo de Sabará.
Os técnicos de duas modalidades das três que retornaram manifestaram a preocupação em retornar para Itabira à noite e solicitaram a comissão Organizadora que adiasse o retorno para o dia 23/04 na parte manhã, principalmente por questões de segurança dos atletlas, alguns até menores de idade.
A preocupação surge em virtude da péssima condição da estrada que temos (trecho Sabará – Itabira) e dos riscos que corriam os atletas de retornarem à noite nessa estrada além de chegarem muito tarde em Itabira e ainda preocuparem os pais. Sabemos que trata-se de uma BR extremamente perigosa e exposições deste tipo deveriam ser evitadas.
Diante do relato a Comissão Organizadora do JIMI ignorou o pedido, pedido este que também foi feito por mim, atleta, que solicitei pessoalmente o adiamento da viagem de retorno devido a todos os problemas que já conhecemos de estrada e ainda o agravante de termos que pegar um desvio em uma estrada super perigosa as 21hs para retornarmos para Itabira em pleno feriado. O pedido foi negado com a justificativa de que não tinha mais ônibus. Primeira pergunta que faço: Onde está a organização?
Se houvesse sensatez, todos retornariam no domingo, visto que os atletas não recebem nenhuma remuneração para defender o municipio com o coração e com a alma e nem água para disputar os jogos e uniformes adequados foram disponibilizados para os atletlas.
Houve revezamento de uniforme masculino e feminino com a diferença de algumas horas de jogo entre um e outro o qual não tinha condições nem de lavar para ser usado pela outra pessoa. É uma das poucas, ou talvez a única delegação que participa do JIMI, que não possui sequer um agasalho e não tinha sequer água e kit primeiros socorros para os jogos, pelo menos não havia para Basquete, Voleibol, Handbol, que teve que pegar garrafas pet de refrigerante vazias e encher antes do jogo para levar para os jogos.
O time do Futsal de Itabira tinha também encerrado sua participação no JIMI as 17hs do dia 22/04 e o time do basquete de Itabira teve que sair do último jogo as 20hs para ir embora no onibus das 21hs enquanto o time do Futsal masculino que já estava sem jogos para sábado e domingo poderia ter vindo no onibus para Itabira, mas por motivos omissos não foram convidados a retornar e retornarão somente amanhã, domingo. A questão era que nenhum atleta deveria sair de Sabará a noite, principalmente tendo que pegar uma estrada desviada e como era previsto, chegamos no trevo as 01h01min e não temos somente o Futebol em nosso município - apesar de sermos o país do futebol, Itabira já fez grandes atletas e pode fazer muito mais.
Durante a estadia em Sabará, foi disponibilizado 01 café da manhã, uma almoço e um jantar por dia. Estamos falando de jovens e adolescentes, que estão na prática de esporte, defendendo sua cidade, muitos da classe D e E, que ficaram sem café da tarde. Tinham que sair do jogo após o almoço e esperar o jantar. Não foi entregue nenhum lanche e nem tampouco garrafas de água mineral para a prática dos jogos.
O nosso município, conforme tabela divulgada, teve uma despesa de 3,3 milhões de reais em 2008 e eu gostaria muito de receber a prestação de contas do JIMI diariamente e por função, pois adiar a viagem de 48 atletas não deve fazer 'nem cosquinha' em um gasto de aproximadamente 3,3 milhões (2008), 3,1milhões (2007).
Na viagem, quando saímos de Sabará às 22h11min, ainda ocorreu que 2 atletlas que já estavam prontos para sair tiveram que descer do ônibus, pois a Comissão Organizadora contou 48 atletlas para ir embora e só há viam 46 lugares.
Durante a viagem, tensa e extremamente cansativa, pois a estrada não estava muito vazia, tivemos que parar, às 01h01min da madrugada, quando um atleta verificou que o bagageiro do ônibus estava aberto e imediatamente paramos para verificar se tinha havido alguma perda de mala. Uma atleta, pelo menos até o momento, não tinha identificado sua mala que possivelmente foi perdida na estrada.
Cheguei no Bairro Campestre às 03h06minutos.
Faço uma pergunta: Qual será o futuro do Esporte em Itabira, sem recursos e sem apoio?"

Um comentário:

  1. Como explicar que as contas das gestões tenham sido aprovadas sem ressalvas em todo os quesitos nestes anos citados quando este relato vem às claras? Quem estaria mentindo? Qual vereador se pronunciará a respeito? Uma boa questão para se colocar em pauta na reunião de comissões da quarta-feira, ou será que os vereadores continuam interessados em não dar satisfações à população e virão com a desculpa esfarrada de que tá faltando assuntos importantes para se colocar em pauta e discutir? CPI na Secretaria de Esportes já, doa a quem doer.Por falta de assunto os vereadores não podem se omitir: tem o caso do terreno invadido e da ordem de despejo dos moradores do "bairro drummond", tem a insólita licitação aberta pela PMI para vender os lotes da área de preservação conhecida como mata do intelecto no entorno do Pico do Amor que foi destruída para atender a interesses imobiliários. Tem O transporte coletivo de péssima qualidade na prestação de serviço com passagens caras e itinerários insuficientes. Tem o trânsito caótico e ineficiente para abrigar uma frota de milhares de veículos com motoristas, motociclistas e pedrestes mau educados e ignorantes quanto as leis de trânsito, tem as ações de detonação da Vale, tem a ameaça concreta de falta de água, tem o prédio da Unifei com execução de projeto incompleto no quesito instalação de restaurante para evitar deslocamento oneroso dos funcionários e estudantes(terão de gastar valor impraticável no deslocamento até a região central da cidade), tem a extração das quaresmeiras da João Pinheiro arrancadas e substituídas por palmeiras(inadequadas e de duvidoso valor aos cofres públicos), tem a revisão geral do Plano Diretor(protelada), reduzida a avaliar e modificar apenas alguns parágrafos e tópicos para atender a interesses de particulares, tem o mais recente caso do Parque da Àgua Santa e a reforma do vagão. Ufa!!! Assunto é o que não falta para os nobres edis se debruçarem e nem deu para citar a metade dos temas que clamam por uma olhar mais aguçado dos legisladores.Quem sabe eles acordem e ainda não seja tarde demais para agirem?!

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.