Who's amoung us?

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Excesso do excesso II

Ao lêr o post do Fernando abaixo, lembrei-me de um texto que publiquei neste blog em 2009 dizendo sobre o excesso do excesso de pessoas na PMI do Mato Dentro. Hoje, graças a insistência do Zé da Penha, o segredo do Chefão do Grupão foi finalmente revelado, ou seja, um empreguinho de ajudante de não sei o quê para uns, outro de auxiliar de num sei prá quê para outros e vamos tocando essa bagaça. Durante a campanha, muitos dizia que iriam votar no Grupão com medo de perderem seus empregos na Adservis. Como lembrou muito bem Fernando, com cerca de 20 partidos para atender é necessário uma teta de uma porca gigante, principalmente com uns "porcos" mamadores que insiste em querer mamar mais que os outros. Lembro-me do texto publicado que dizia em um trecho: "...Voltando ao assunto, ao entrar na prefeitura, havia dois vigilantes da Itaurb e duas contratadas pela Adservis no hall de entrada. Quatro funcionários. Perguntados sobre quais seriam suas funções, os quatro, com a cara mais quadrada do mundo, me disseram... Porteiros!!! Detalhe, só havia duas cadeiras para assentarem, no balcão... duvidam?? Vão lá para ver... Haja vaga..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.