Who's amoung us?

terça-feira, 26 de abril de 2011

ESPIADA NO DISTRITO

Na sexta-feira passada, peguei minha moto e resolvi dar uma volta pelas estradas do distrito. Queria saber qual é o status do asfaltamento para o distrito de Senhora do Carmo, que havia uns 3 anos que não eu passava por lá.

Esse bendito asfaltamento começou no final do governo Ronaldo Magalhães e passou da hora de ser concluído. Segundo estudos que fizemos para a construção de um site para uma empreiteira, a cobertura asfáltica tem durabilidade média de 8 anos. Daí, era esperado que a parte iniciada no governo do Ronaldo já estivesse ruim, no final de sua vida. 

ATUAL SITUAÇÃO DO ASFALTO PARA O CARMO
Ao percorrer toda a estrada, até o distrito do Carmo, confirmamos que as obras estão quase no final. Faltam poucos trechos, mas, mesmo assim, não vi movimentação de máquinas.

Há uma parte, de uns 500 metros sem pavimentação próxima à fazenda do pessoal dos Couto, e outro trecho maior ainda, mas com boa parte da base adiantada. Dos trechos já pavimentados recentemente, pelo governo João, encontram-se sem sinalização e sem a devida conclusão. Percebe-se que, praticamente, o traçado original foi mantido, com fortes curvas e ausência de acostamento, na maioria dos trechos.

Com relação às partes asfaltadas há quase 9 anos, surpreendentemente encontram-se ainda em bom estado.
Dentro do Carmo, entretanto, é notável o desleixo do administador com as ruas principais. Há vários trechos em péssimo estado de conservação, que foram esquecidos há anos com defeitos que ninguém se prestou a corrigir. Ponto só para o secretária de Saúde, que mantem um PSF bem cuidado,  limpo e com uma ambulância nova, à disposição, estacionada na garagem.
Mais adiante, ao seguirmos pela estrada para Serra dos Alves e Mata Grande, percebemos que os trechos estão em bom estado de conservação, bem patrolados e encascalhados. Ao retornar pela estrada de Itambé, a partir da divisa com Itabira, fica patente o desnível de qualidade de conservação, a favor de Itambé, cujas estradas estão bem melhores. Na subida próxima da entrada para o Machado, foram despejadas pedras sem maiores cuidados, que fazem os carros e motos desgovernarem.

No geral, o pessoal responsável soube compreender a importância de boas estradas para o fomento do turismo itabirano, principalmente em época de feriado prolongado de Semana Santa.


ALÉM DIVISA

Ao virar a divisa com Itambé do Mato Dentro, segui para Cabeça de Boi (Santana do Rio Preto). Normalmente, este trecho vive em péssimo estado de conservação. Pela primeira vez que passo por lá, de uns 20 anos para cá, me deparei com uma estrada bem cuidada, nivelada e bem encascalhada.

Parabéns para o prefeito Wavel Dias por ter feito a cidade se redimir com Cabeça de Boi, que vivia abandonada. O distrito está uma graça, com dezenas de investidores construindo belas pousadas, num ambiente bem preservado e belo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.