Who's amoung us?

segunda-feira, 11 de abril de 2011

SINDICATO DOS TRABALHADORES DA PREFEITURA GANHA OUTRA CONTRA GOVERNO JOÃO IZAEL

"  Prezados colegas,

informo anexo a informação da PMI sobre a despesa com a folha de pagamento referente ao mes de março de 2009. Este período foi o solicitado inicialmente pelo SINTSEPMI.

Nestas informações anexas não estão computados os funcionários do SAAE e Itaurb.

Vejam o numero de servidores efetivos e celetistas para com o restante..... sem concurso. (excluir apenas aposentados e pensionistas).

Em março de 2009 a PMI pagou aproximadamente tres milhoes com servidores concursados e mais dois milhoes e tanto... de servidores sem concurso...

A pedido do Zé da Penha envio a vcs as informações.

As informações dos demais meses serão analisadas diretamente na PMI, já que depois de diversas derrotas judiciais, improbidade administrativa, crime de desobediencia e multa diária, o Prefeito irá cumprir com a sentença e ser transparente para com a folha de pagamento da Prefeitura, direito de todos...

Assim que obtivermos os dados da folha de pagamentodos demais meses e do SAAE e Itaurb irei transmitir aos senhores.

Abraços.

SINTSEPMI


Sds.,
Wallisson Cabral de Oliveira
CABRAL DE OLIVEIRA - ADVOCACIA & CONSULTORIA"


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.