Who's amoung us?

quarta-feira, 4 de maio de 2011

A ARAPUCA ESTÁ ARMADA (OU NÃO?)

video

Até ontem, por volta das 3 da tarde, o projeto da arapuca, digo, do Agenda 2012, acumulava 8 indicações, segundo e-mail recebido na minha caixa postal. 

Uma participação "em massa", afinal todos os 2 ou 3 que receberam cargos na câmara após a coligação PP-PT, os aspirantes a 'gestores' deles, o marqueteiro e os presidentes dos partidos chegariam fácil à esta soma.

Com pena deles, resolvemos dar uma forcinha e participamos do projeto. Assistam ao vídeo acima e comprovem!

P.S.: Devido à baixa resolução, que dificulta a leitura do conteúdo da mensagem enviada para o portal do Agenda 2012, transcrevemos abaixo o conteúdo da mensagem:

"Aqui, entendi que podemos escolher as prioridades e os nomes dos gestores.
Mas é o seguinte... isso é arapuca onde temos que comer só dentro da armadilha ao indicar nomes da panelinha ou vale escolher outro candidato de outra facção política, por exemplo, o Damon, Reginaldo Calixto ou outro qualquer?

Só por segurança, para garantir a resposta, esta participação foi gravada e será publicada no Filhos-do-Cauê. Estamos confiantes na resposta, para publicar no blogue! Beleza???"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.