Who's amoung us?

sexta-feira, 13 de maio de 2011

SALDO NEGATIVO NA SEMANA

A semana encerra com, pelo menos, mais três ataques contra a nau do grupão.

MÍSSEL 1: SEM-TERRA
O primeiro foi na terça-feira passada, vindo dos 'Sem-terra” do bairro Drummond, que receberam a negativa do Prefeito de desapropriação da área a favor deles. Daí, continua o impasse e continua valendo o despejo.

MÍSSEL 2: TARIFA MÍNIMA DO SAAE
Segundo ataque veio ontem, contra o Saae/Itabira, que terá que devolver as tarifas de consumo extras, para prédios que tenham um só hidrômetro e que a autarquia cobrava tarifas mínimas proporcionais ao número de apartamentos. O Ministério Público mandou devolver o dinheiro, com multa diária de R$ 1.000,00 pelo descumprimento.

MÍSSEL 3: 490 DEMISSÕES
O terceiro, bem mais pesado e de altíssimo impacto, também por determinação do Ministério Público, determina que a Prefeitura demita, nada menos que, 490 servidores contratados pela empresa de terceirização. Notícia em péssima hora para o governo João Izael e para os vereadores bajuladores, que se beneficiavam deste contrato para 'encaixar' seus protegidos e superlotar a máquina, a um ano das próximas eleições. Por certo, alguns ocupantes destas vagas faziam jus ao cargo e trabalhavam duro. Mas, uma boa parte era em atendimento das 'indicações' dos vereadores e dos líderes dos partidos aliados, ou seja, faziam parte do 'acordo' do grupão, indicados sem maiores competências, às vezes sem comparecer ao expediente e sem prestarem serviços adequados às funções. Como o governo Izael não fez sua parte ao contratar adequadamente, o MP agiu à sua forma, fazendo com que os justos, paguem pelos pecadores.

Segundo Henrique Duarte Carvalho, secretário de Administração, eles licitação outra empresa para contratar vigilantes e seguranças, mas para os cargos administrativos, não haverá outro jeito que seja pela nomeação dos aprovados, via concurso público.

Estes são só alguns sinais de como será o fim do grupão...

2 comentários:

  1. As demissões estão acontecendo porque o Sintsepmi, com o Zé da Penha, está lutando contra isto desde 2005.

    Várias representações ouvi dizer do Presidente que foram feitas junto ao Ministério Público.

    Aí está a verdade pregada pelo SINTSEPMI.

    Vejam servidores bajuladores da Prefeitura, a verdade nua e crua!!! Rimou?

    ResponderExcluir
  2. Essa demissão em massa pode provocar uma dança das cadeiras na PMI, pelo seguinte, alguns servidores que fazem parte do grupão, desde o tempo do Li, quando apostilam 100%, não tendo como aumentar o salário ficando no cargo atual, são exonerados de um cargo de nível maior e nomeados para o de menor nível, o 31, amealhando com isso mais 30% do valor total do seu salário. Como muitos apaniguados ficarão sem a boquinha, é possível que se tire esse cargo dos servidores e passe para eles.

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.