Who's amoung us?

sexta-feira, 6 de maio de 2011

BR-381: AUDIÊNCIA PÚBLICA EM SÃO GONÇALO

Em cumprimento da Lei 8.666, o Dnit realizou, na quarta-feira passada, uma audiência pública no Centro Cultural de São Gonçalo, para apresentar o planejamento da duplicação da BR-381, dos Lotes 7 e 8.

Segundo o pessoal do Dnit, o início das obras não pode ser previsto com precisão, porque envolvem processos licitatórios prévios, que podem contar com recursos dos proponentes, que atrasariam as obras. 

O lote 7, trecho entre Caeté e o Rio Una, e o lote 8, de BH à Caeté, contarão com aproximadamente 40 obras-de-arte especiais de grande porte, tais como pontes e viadutos. A duplicação custará cerca de 400 milhões de reais e devem levar 36 meses para a execução. Só para terem uma idéia do vulto, o asfaltamento da MG-129 (São Gonçalo a Itabira) custou cerca de 1 milhão de reais por quilômetro. Já os custos da duplicação, o Dnit prevê 13 milhões pelo quilômetro.

E O WALLY? ONDE ESTAVA?

O assessor do governo do estado, ou "embaixador" (sic - como ele se autoentitula) Neidson Freitas-PP, justificou ter aceitado o convite do governador, para que pudesse pleitear a duplicação BR-381 (dentre outras defesas).

De fora o gogó e a tentativa dele e de seus companheiros de ficarem armando arapucas eleitorais, Neidson não foi visto nas  audiências públicas até o momento, nem aqui em São Gonçalo, nem em Monlevade, defendendo os interesses de Itabira, onde planeja ser prefeito.

Sem representação itabirana, a maior polêmica a favor de Itabira passou batida, por falta de defensores, que é o desvio da BR-381, saindo de São Gonçalo, cortando o território itabirano, direto para Nova Era. Desvio este que os monlevadenses não querem, com receio de prejudicar a economia  da cidade, que se acostumou a conquistar vendas e hospedagens de motoristas em trânsito à margem da BR-381. No novo traçado, o desvio passaria entre Itabira e Monlevade, podendo melhorar o comércio itabirano.

Tenho me controlado para não ficar pegando tanto no pé do rapaz. O problema é que Neidson, em toda sua carreira, praticamente sempre optou por vender factóides, blefes e ações irrelevantes, enquanto se furtava de fiscalizar e legislar em prol do povo. E não acredito que fez isso por mero comodismo. Imagino que tenha se comportado assim para ficar na boa com o governo, faturar uns cargos para amigos e parentes, enquanto tentava ludibriar os eleitores. Aí, fica difícil para defendê-lo.

Se for confirmada sua ausência, como é que ele vai poder provar que trabalhou pela duplicação? Se ele der bobeira, outros oportunistas de fora poderão alegar que foram eles que garantiram as obras. E tem é gente de olho gordo, para figurarem como pais-da-criança, dentre eles, o Fidel Castro, Osama Bin Laden e até o Leonardo da Vinci preparam seus discursos de inauguração. Deixa não, garoto!

Um comentário:

  1. Kkkkk, essa foto do Osama de olhos bem arregalados é ótima!

    Cuidado, embaixador! fica só espreitano a arapuca naum e trate de mostrar serviço, senão os 'ôio gordo' come você e o resto da cambada!

    Gustavo

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.