Who's amoung us?

sexta-feira, 27 de maio de 2011

"Falta vontade sr. Antônio"




Ontem estive na Agência da Receita Federal em João Monlevade para tratarmos de assuntos relativos à nossa empresa. Agendei pela internet e consegui para apenas 15 dias depois. Muito bem, ir para lá gasta-se dinheiro e tempo, preciosidade hoje em diante. Mas o mais interessante, é que conversando com a atendente, entre prosa vai e prosa vem, ela me disse que estava muito sobrecarregada, principalmente com a demanda de Itabira. Interessado questionei se ela sabi algo sobre a Agência da Receita em Itabira. Ela parou o trabalho e me mostrou um documento onde estava escrito "ARF Itabira" e me disse: "Senhor Antônio, a Agência da Receita Federal de ITABIRA, está criada há muito tempo, o que falta na sua cidade é um prefeito de pulso e coragem, com vontade politica. A Receita Federal já fez a parte dela, falta o seu prefeito fazer a parte dele". Sai de lá com uma sensação de que aquela mulher não estava aguentando mais fazer o serviço de Itabira por ineficiência politica do Chefão do Grupão.

10 comentários:

  1. Essa é mais uma das muitas outras situações nas quais Itabira está entrando para o rol das rodinhas de piadas e das zarações além das montanhas de minas e do Médio Piracicaba. Se por um lado, a tropa de choque tenta tapar com tapete as sujeiras do outro tem a mídia colaboracionista que mostra uma falsa imagem de cidade "referência nacional", preocupada com sua gente e com secretários competentes na administração> Ainda bem que tem pessoas que conhecem a realidade da cidade e criticam também o que está ruim e coloca o Sr. prefeito mal assessorado prestes a ganhar título de um dos piores que já estiveram a frente da prefeitura por prometer... prometer... prometer e cumprir mesmo nada.

    ResponderExcluir
  2. A propósito
    Enquete: Onde anda Luiz do Mosaico
    1-Morreu
    2-Juntou-se ao Grupão
    3-Desaprendeu a escrever
    4-Nenhuma das anteriores

    ResponderExcluir
  3. Em verdade vos digo, nem todo aquele que diz senhor senhor entrara no reino dos ceus.
    Mente que falou que esta nas maos do prefeito a receita federal, mente o Fernando, Mente o Tony damão, porque a receita é orgão federal, e sendo assim a Presidenta Cortou o orcamento e se qualquer funcionario da receita falar que falta o prefeito, o que nao acredito pela clausula do sigilo, o escrevente fernando mente.
    para ser ainda mais imparcial, voce deveria publicar esse relato e perguntar para Maria das Graças que é de Itabira e responsavel pela receita em Joao Monlevade, se AF veio para Itabira foi por vontade e prestigio do Prefeito João.

    ResponderExcluir
  4. Oi Fernandinho, sua explicação sobre a receita deve ter vindo de quem quebrou o sigilo do Palocci ao entregar explicações sobre enriquecimento à Procuradoria, voce nao sabe de nada e anda querendo informar.
    seja honesto como o Palocci, fique rico em pouco tempo, mas fale a verdade, informe a verdade, deixa de ser puxa saco ou baba ovo...
    Havia um tempo um rei querendo casar seu filho com uma mulher que fosse sincera, nao deu em nada pois o principe era Gay.
    Nao conseguiu casar, a mulher sincera e tão pouco o casamento.

    ResponderExcluir
  5. Caro Anônimo,

    A postagem acima é de autoria do Tonny Morais e não minha. Com a palavra, quem apurou as informações. Dá-lhe Tonny!

    E mais, seria muito mais ético e suas alegações teriam valor e crédito, sr. Anônimo, se o sr. se apresentasse e se identificasse. Postando como anônimo e tentando nos desqualificar, não conseguirá nunca oferecer garantia para os leitores que a fonte e as alegações que mentimos sejam verdadeiras. A não ser que o sr. não se ache tão fidedigno assim.

    Poderia, na boa, nem ter validado seus comentários em claros sinais de má fé e desespero, por ter agredido pessoas bem mais íntegras do que as que defende.

    Barracos e desqualificações vazias de anônimos à parte, continuaremos na mesma postura, de denunciar o que precisa ser exposto e que a mídia chapa-branca, bancada pelos seus, não se prestou a informar. Parabéns Tonny! Bom trabalho!

    ResponderExcluir
  6. Fernando, a parte da prefeitura para que a Receita seja reinstalada na cidade é cômodo. Porém, para que a Receita Federal voltasse, o trabalho duro foi feito por outra pessoa. A notícia foi publicada pelos Jornais Diario de Itabira, Vox e Impacto. O Flávio (Impacto), na época da publicação inclusive com fotos, me enviou o PDF. O texto publicado pelo Impacto foi este: "Volta da Receita Federal: Reginaldo Calixto foi o grande articulador para que Agência fosse reaberta em Itabira"
    Reginaldo Calixto, que é Delegado do Conselho Regional de Contabilidade, divide êxito com outras lideranças, representantes de entidades e destaca a união como fator fundamental para que a comunidade seja beneficiada
    O comunicado de que a Agência da Receita Federal será reaberta em Itabira no mês de fevereiro, foi feito oficialmente pela Prefeitura no último dia 25 de janeiro. Reginaldo Calixto, que foi presidente da ACITA e hoje ocupa o cargo de Delegado do Conselho Regional de Contabilidade/MG, foi o grande articulador para que a cidade reconquistasse a Agência, que no ano 2000 foi levada para João Monlevade.Calixto fez várias viagens, cerca de nove vezes, à Belo Horizonte, quando ainda estava à frente da Acita e mesmo após deixar o cargo e já ter sido escolhido Delegado do Conselho que representa os Contadores da região, continuou a luta para reverter a perda. Ele se recorda de cada ação, de cada passo que foi dado para que Itabira voltasse a ter aqui, esse importante serviço. O Próprio Calixto relata com detalhes, os longos anos de trabalho e persistência:
    “É com enorme alegria e sentimento de missão cumprida como cidadão itabirano que luta por uma cidade mais próspera, que recebo a notícia de que a agência da Receita Federal será reaberta em Itabira. Centenas de pessoas de cidade e da região não precisarão mais enfrentar estradas e ter altos custos ao viajar para João Monlevade, Coronel Fabriciano ou até mesmo para Belo Horizonte para resolver seus problemas junto a Receita Federal. A comunidade, quando se mobiliza de forma concreta e organizada por uma causa, o resultado aparece. A luta começou em 2009: Como presidente da Acita e Delegado do Conselho Regional de Contabilidade, ao me encontrar com o superintendente da Receita Federal do Brasil – 6º RF em Belo Horizonte, Eugênio Celso Gonçalves, e demonstrar com números e fundamentos a necessidade de reabertura da agência em nossa cidade, imediatamente ele se dispôs a conversar. ‘Olha Reginaldo, mobilize a sua comunidade e agende um encontro na Superintendência aqui em BH’, me disse o Eugênio.
    A união como principal bandeira para o sucesso:
    “Resolvi então mobilizar uma equipe composta por mim, pelo Prefeito João Izael, Deputado José Santana, Mônica Reis, presidente da Interassociação, o secretário Geraldo Rubens, Sr. Nélio Jerônimo e Magda Dionísio. Juntos, conseguimos mostrar que Itabira, pela sua economia e liderança regional não poderia ficar sem uma agência da Receita Federal. ‘Vamos inserir Itabira para receber uma agência da Receita na nova estruturação de atendimento para 2010’, nos disse Eugênio Gonçalves. Mas, infelizmente, com problemas internos, o Superintendente pediu exoneração do cargo ainda em 2009. No entanto, confirmou que antes de deixar o cargo, havia enviado para Brasília o projeto da reabertura da agência de Itabira.
    A persistência:
    “A saída do Eugênio Gonçalves, em momento algum foi motivo de desânimo. Reiniciamos o trabalho com o novo Superintendente, Sr. Hermano Lemos. O Superintendente compreendeu a necessidade e imediatamente propôs a criação de um Posto Avançado em Itabira, o que aconteceu em agosto de 2010 e disse que em breve a agência seria reaberta na cidade. Como Delegado do Conselho Regional de Contabilidade e empreendedor que acredita no futuro de Itabira, meu sentimento é de felicidade e de dever cumprido. Tenho a certeza de que os colegas Contadores e toda a comunidade compartilham de nossa alegria".

    ResponderExcluir
  7. tião do sem terra28 de maio de 2011 14:38

    tô dizendo...
    o pobrema é tentar levar à sério os post´s
    desse tal de toni,
    ele escreve com a pena do despeito
    nas folhas do ressentimento.
    quanto aos coment´s como anonimo,
    vc tem a moderação para excluir qualquer
    excesso. mas o que vale mesmo são as ideias e não os nomes.
    (postado do meu iphone nos jardins da prefeitura pelas ondas da internet gratis do grupão do meu coração)

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  10. Muito bem, muito bem... fico triste em perceber que as pessoas querendo apenas achincalhar os comentários postam mensagens não prestando atenção em quem sequer escreveu o texto. O fato que comentei simplesmente aconteceu e ponto final. Não irei perder meu tempo tentando explicar algo para pessoas que sequer tem a coragem de se identificarem. Não estou com saco e nem paciência para isso... Portanto, os anonimos que não se identificam com medo de perderem a bocada no Grupão,que continuem assim...

    ResponderExcluir

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.