Who's amoung us?

quarta-feira, 4 de maio de 2011

PARODIANDO

Armei uma arapuca, lá na beira da estrada...
Pra pegar eleitor oreia e também gente abestada.

A primeira veiz, que a arapuca desarmô,
Corri feito um cavalo louco
pra vê o que ela pegô.

Pegggôôôôô, Pegggôôôôô...
Uns amigo do grupão, que num estalo enricô.

A segunda veiz, que a arapuca desarmô,
Foi ao lado da capela
que a turma deles armô.

Pegggôôôôô, Pegggôôôôô...
Um tanto de promessas,
que o Jão enrolou.

A tercêra veiz, que a arapuca desarmô,
Corri lá pra Fazenda, pra vê o que sobrô.
Num sobrôôôô, Num sobrôôôô,
De tantas boca nas isca,
nem uma migaia restô.

A quarta veiz que a arapuca desarmô...


(ops... cês vão deixá armar ela de novo? Tem dó, gente!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

São aceitos comentários com autoria não identificada (anônimos), desde que não exponham ou citem nomes de pessoas ou instituições de formas pejorativa, caluniosa, injuriosa ou difamatória e mesmo que sejam expostos de forma subliminar ou velada.

Durante o período eleitoral, não serão publicados comentários que citem nomes de candidatos, nem de forma elogiosa, nem crítica.

Caso queira postar uma denúncia, é necessária a identificação do autor (nome completo e e-mail para contato), para que o comentário seja validado. Caso não possa se expor, envie um e-mail para a editoria (contatoitafq@yahoo.com.br), para que a denúncia seja apurada e certificarmos que há condições legais e justas para pautarmos uma postagem.

EM FASE EXPERIMENTAL: Os interessados que tiverem conta no Facebook e que não queiram seus comentários submetidos à moderação podem solicitar as suas inclusões no grupo de discussões "Filhos das Minas", ou, caso já seja participante dele, basta postar seu comentário diretamente no Facebook.